Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Produção de Abóbora Submetida a Níveis de Salinidade da Água de Irrigação e Doses de Nitrogênio

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a386

 

downloadpdf

M. V. T. da Silva1, R. M. S. Lima2, N. K. C. Silva3, A. M. A. de Medeiros4 & J. F. de Medeiros5

 

Resumo: O aumento da demanda por água tem levado a utilização da maioria das fontes de boa qualidade disponível e obrigada à utilização de águas que apresentem níveis de salinidade mais elevados. O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito de cinco níveis de salinidade da água de irrigação (S1 = 0,5, S2 = 1,5, S3 = 2,5, S4 = 3,5 e S5 = 4,5 dS m-1) e três de doses de N (30, 100 e 170 kg ha-1) na produção de abóbora na região de Mossoró. As variáveis analisadas foram produtividade, número e massa média de frutos. Houve interação entre salinidade da água e dose de N para produtividade. Para a menor dose de N (30 Kg/ha) houve uma perda de rendimento gradativa com o aumento da CE, enquanto para as doses de N2 e N3 o incremento da CE de 0,5 para 1,5 dS/m-1 houve um incremento significativo no rendimento, diminuindo em seguida. A resposta do N foi mais positiva com a água de CE 1,5 e 2,5 dS/m-1. O número de frutos por planta diminuiu com o incremento da CE da água. A massa média cresceu quando a CE passou de 0.5 para 1.5 dS/m. As doses de N não afetaram a massa média de frutos e a dose N2 (100 kg/ha)  já proporcionou rendimento e número de frutos por planta próximo do máximo.

Palavras-chave: Cucurbita moschata, salinização, produtividade.

 

Abstract: The aim of this work was to study the effect of different salinity levels of irrigation water (S1 = 0.5, S2 = 1.5, S3 = 2.5, S4 and S5 = 3.5 = 4.5 dS m-1) and three levels of N (30, 100 and 170 kg ha-1) in pumpkin production in the region of Mossoro, RN, Brazil. The variables were productivity, number and average fruit weight. There was interaction between salinity and N rate for productivity. For the lowest dose of N (30 kg / ha) there was a gradual loss of income with increasing EC, while for doses of N2 and N3 increased the EC of 0.5 to 1.5 were dS/m-1 a significant increase in income, decreasing thereafter. The response was more positive than N with water EC 1.5 and 2.5 dS/m-1. The number of fruits per plant decreased with increasing conductivity of water. The average mass increased when the EC increased from 0.5 to 1.5 dS / m. The N did not affect the average fruit weight and dose N2 (100 kg / ha) has a yield and number of fruits per plant near the maximum.

Key words: Cucurbita moschata, salinity, productivity

 

1 Engenheiro Agrônomo, mestrando em eng. Agrícola, UNIVASF/Juazeiro-BA, email: max_agro_88@hotamil.com
2 Tecnóloga em Recursos Hídricos e Irrigação, M.Sc., Pós-graduanda UFERSA/Mossoró – RN, rozzana2003@yahoo.com.br
3 Engenheira Agrônoma, Mestranda em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas UFLA/Lavras-MG, email: nicollycavalcanti@yahoo.com.br
4 Engenheiro Agrônomo, UFERSA/Mossoró-RN
5 Engenheiro Agrônomo, Dr.Sc.; Departamento de Ciências Ambientais, UFERSA/ Mossoró – RN email: jfmedeir@ufersa.edu.br

 

Literatura Citada

ALLEN, R. G.; PEREIRA, L. S.; RAES, D.; SMITH. Evapotranspiration del cultivo: Guias para la determinación de los requerimientos de agua de los cultivos. Roma: FAO, 2006, 298p. (FAO, Estudio Riego e Drenaje Paper, 56).

CARMO FILHO, F. do; OLIVEIRA, O. F. de. Mossoró: um município do semi-árido: caracterização climática e aspecto florístico. Mossoró: UFERSA, 1989. 62 p. (Coleção Mossoroense, 672, série B).

EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solo. Brasília: 1999. 412p.

KAFKAFI, U. Plant nutrition under saline conditions. In: SHAINBERG, I.; SHALHEVET, K (Ed.). Soil salinity under irrigation. Berlin: Springer - Verlag, 1984. p. 319-338. (Ecological Studies, 51).

MEDEIROS, J. F de.; LISBOA, R. A.; OLIVEIRA, M.; SILVA JÚNIOR, M. J.; ALVES, L. P. Caracterização das águas subterrâneas usadas para irrigação na área produtora de melão da Chapada do Apodi. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.7, n.3, p.469-472, 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662003000300010

SANTOS, M. D. S. Rendimento da Abóbora Sob Dois Métodos de Irrigação, Duas Qualidades de Água e Diferentes Níveis de Potássio. 2011, 71 f.. Dissertação (Mestrado em Irrigação e Drenagem) Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.