Balanço Hídrico como Planejamento Agropecuário para a Cidade de Cabaceira, Paraíba


 

downloadpdf

Camilla K. Borges1, Raimundo M. de Medeiros2, Maria da C. M. Patrício5, Paulo R. M. Francisco4 & Virginia M. de A. da Silva3

 

Resumo: A elaboração do balanço hídrico mensal para a cidade de Cabaceira, Paraíba, visando o planejamento agropecuário, foi determinado a partir do método de Thornthwaite e Mather (1955), utilizando uma Capacidade de Armazenamento de Campo (CAD) de 100 mm. Foram utilizados dados da temperatura média do ar do período de 1950 a 2010, estimadasatravés da utilização do software “Estima – T”, desenvolvido pelo Departamento de Ciências Atmosférica (DCA), da Universidade Federal de Campina Grande, PB. Utilizou-se também, dados de precipitações mensais para o período de 1926 a 2011, fornecido pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA).Obalanço hídrico calculado resultou em doze meses de deficiência hídrica e não ocorrendo excedente hídrico em nenhum mês, sendo o déficit hídricoacumulado de910,0mm. A evapotranspiração potencial é praticamente quatro vezes comparada aos índices pluviométricos, e evaporação real é superior a precipitação.

Palavras-chave: evapotranspiração, evaporação, balanço hídrico

 

1 Mestranda em Meteorologia, UFCG, Campina Grande – PB. 58.429.900. (83) 2101.1400. camilakassar@gmail.com
2 Doutorando em Meteorologia, UFCG, Campina Grande, PB, mainarmedeiros@gmail.com
3 Doutorando em Engenharia Agrícola, UFCG, Campina Grande, PB, paulomegna@gmail.com
4 Mestranda em Recursos Naturais, UFCG, Campina Grande, PB, ceicca@gmail.com
5 Bióloga, Pós- Graduanda em Geoambiência e Recursos Hídricos no Semi-árido-UEPB - virginia.mirtes@ig.com.br

 

Literatura Citada

Barreto, A. N.; Silva, A. A. G. Bolfe, E. L. Irrigação e drenagem na empresa agrícola: impacto ambiental versus sustentabilidade. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, Campina Grande: Embrapa Algodão, 2003. 418 p.

Barreto, P. N.; Silva R. B. C.; Souza, W. S.; Costa, G. B.; Nunes, H. G. G. C.; Sousa, B. S. B. Análise do balanço hídrico durante eventos extremos para áreas de floresta tropical de terra firme da Amazônia Oriental. In: XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 2009, Belo Horizonte. AnaisBelo Horizonte. CD.

Carvalho, D. M.; Costa, J. E.A Intervenção do Estado em Infraestrutura e o Processo de Circulação de Hortifrutigranjeiro em Itabaiana/SE. Scientia Plena, v.6, n.3, 2010.

Carvalho, S. M., Stipp, N. A. F. Contribuição ao Estudo do Balanço Hídrico no Estado do Paraná: Uma Proposta de Classificação Qualitativa. Geografia, Londrina, v.13, n.1, JAN./JUN. 2004.

Lima, F. B.; Santos, G. O. Balanço hídrico-espacial da cultura para o uso e ocupação atual da bacia hidrográfica do Ribeirão Santa Rita, Noroeste do Estado de São Paulo. 2009. 89 f. Monografia. Fundação Educacional de Fernandópolis, Fernandópolis - SP, 2009.

Reichardt, K. A água em sistemas agrícolas. Barueri (SP): Manole, 1990.

Rolim, G. S.; Sentelhas, P. C. Balanço Hídrico Normal por Thornthwaite & Mather (1955). Piracicaba. ESALQ. 1999. CD-ROM.

Sentelhas, P. C. , Pereira, A. R., Angelocci, L.R. Meteorologia Agrícola. Piracicaba–SP. Universidade de São Paulo. Departamento de Ciências Exatas, fevereiro, 1999.p 46-70.

Thornthwaite, C.W.; Mather, J.R.The water balance.Centerton, NJ: Drexel Institute of Technology - Laboratory of Climatology, 1955. 104p. (Publications in Climatology, vol. VIII, n.1)