Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Conservation Units: A Sustainable Proposal for the Mangrove Swamps of Gargaú, Town of São Francisco do Itabapoana/RJ, Brazil

DOI: http://dx.doi.org/10.19180/WEMS-2014-a03

http://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/workshop/issue/view/176 

downloadpdf

Edêmea F. C. Rocha1 & Maria I. P. Ferreira2

 

Key words: mangroves; mangrove swamps; environmental impact; native populations; conservation units.

 

1 Environmental Manager holding a minor master's degree in Environmental Education, and a student of the Master's Degree in Environmental Engineering at IFF (Instituto Federal Fluminense), Campos, Brazil.
2 Ph.D. in Sciences and Polymer Technology from the Universidade Federal do Rio de Janeiro/ Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (UFRJ/IFF).

 

Literatura Citada

AVELINE, L.C. 1980. Fauna de manguezais brasileiros. Revista Brasileira de Geografia, 42(2):786-821.

BRAGA, B et al (2005). Introdução à engenharia ambiental - 2ª edição.São Paulo:Pearson Prentice Hall.

BRASIL. Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001 e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 25. Maio. 2012.

BRASIL. Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta o Art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal e Institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 19. Jul. 2000.

BRASIL. Decreto nº 4.340, de 22 de agosto de 2002. Regulamenta artigos da Lei no 9.985, de 18 de julho de 2000, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC, e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 22. Ago. 2002.

CIMA, (1991). Subsídios técnicos para elaboração do relatório nacional do Brasil para a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Brasília, Comissão Interministerial para a preparação da preparação a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento.

PROJETO PLANÁGUA SEMADS-GTZ.Manguezais: Educar para proteger/ Organizado por Jorge Rogério Pereira Alves. Rio de Janeiro:FEMAR:SEMADS, 2001.

ROCHA, E. F. C. d.A ocupação do ecossistema de manguezal: um estudo etnográfico an comunidade do Buraco Fundo, em Gargaú – São Francisco do Itabapoana-RJ. Monografia (Especialização em Educação Ambiental). Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense, Campos dos Goytacazes, 2013.

SCHAEFFER-NOVELLI, Y. (Coord.). Grupo de ecossistemas: manguezal, marisma e apicum. São Paulo, 1999. Programa Nacional da Diversidade Biológica – Pronabio. Projeto de Conservação e Utilização Sustentável da Diversidade Biológica Brasileira – Probio. Subprojeto Avaliação e Ações Prioritárias para a Conservação da Biodiversidade da Zona Costeira e Marinha. Disponível em: <http://www.anp.gov.br/brnd/round5/round5/guias/perfuracao/5round/refere/manguezal_marisma_apicum.pdf > - Acesso em: 26 set. 2013.

SOARES, M.F.T. Sustentabilidade no mangue e medidas conservativas an comunidade de Gargaú, São Francisco de Itabapoana:promoção de gestão através de Educação Ambiental.Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Biologia). Universidade da Tecnologia e do Trabalho.Campos dos Goytacazes, RJ, 2005, 65 p .

SOFFIATI, A. Os manguezais do sul do Espírito Santo e do norte do Rio de Janeiro: com alguns apontamentos sobre o norte do sul e o sul do norte/ Arthur Soffiati- 2ª ed. rev. ampl. atual.- Campos dos Goitacazes, RJ; Essentia Editora, 2014.

SOFFIATI, A. Parecer sobre as condições ambientais do município de São Francisco do Itabapoana, 2007 (documento do IBAMA).

VIEIRA,B.L.(2007). Impactos ambientais no bairro Buraco Fundo: uma percepção dos moradores do distrito de Gargaú – São Francisco de Itabapoana/ RJ. IV Circuito de Iniciação Científica do CEFET Campos.