Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Avaliação de Impacto Ambiental Antrópico da ECIT – Estação Científica da Ilha da Trindade: Ambiente Terrestre

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/978-85-89478-40-3-a003

 

downloadpdf

Cristina E. Alvarez, Paulo S. de P. Vargas & Mathes de A. Siqueira

 

Resumo: A Ilha da Trindade é um local de inquestionável relevância, especialmente por suas características ambientais preservadas tornando-a um verdadeiro laboratório a céu aberto. Em dezembro de 2011 foi inaugurada a Estação Cientifica da Ilha da Trindade (ECIT), e apesar da edificação de ter sido construído sob uma perspectiva inovadora e alicerçada nos princípios da busca pela sustentabilidade, modificações em um ambiente natural podem ser possíveis causadores de impactos ambientais. Esta pesquisa teve como objetivo a identificação dos eventuais impactos ambientais que as modificações feitas pela construção e uso/operação da ECIT causaram no ambiente do entorno. A metodologia adotada constituiu-se das seguintes etapas: I) Revisão bibliográfica e análise de relatórios e pesquisas pretéritas; II) Estabelecimento dos indicadores e posterior medição e coletas in loco objetivando testar a viabilidade e efetivo resultado dos parâmetros adotados; III) Análises das coletas através de testes em laboratórios; IV) Interpretação e aplicação dos resultados no plano de monitoramento. A coleta e medição de cada indicador obedece às metodologias específicas, de acordo com as normas e recomendações pertinentes. Como principal resultado foi estabelecido o diagnóstico ambiental e consequente proposição dos indicadores – água de abastecimento, águas residuárias (esgoto), pressão sonora e metais pesados – cuja escolha foi orientada por serem exequíveis e por expressarem as principais eventuais mudanças originadas pelas interferências antrópicas no ambiente de Trindade.

Palavras-chave: estação cientifica, impacto ambiental, Ilha da Trindade, monitoramento

 

Abstract: Trindade Island is a place of unquestionable relevance, especially because of its preserved environmental characteristics making it a real open air laboratory. In december 2011 the scientific station of the Trindade Island (ECIT) was inaugurated and although the construction was built under an innovative perspective and grounded on the principals of sustainability, changes of the natural surrounding could be a possible cause for environmental impact. This research has as objective the identification of the eventual environmental impacts that the changes made from the construction and use/operation of the ECIT has caused to the surrounding environment. The method adopted constitutes from the following steps: I) Bibliographic revision and the analyzing of preterit reports and researches; II) Establishing the indicators and posterior measurements and taking samples on the spot in the objective of testing the viability and effective results of the adopted parameters; III) Analyzing of the samples through tests in laboratories; IV) Interpretation and application of the results in a monitoring plan. The collection of samples and measurement of each indicator must obey the specific methods, in accord with the existing norms and recommendations. With the main result was established the environmental diagnostic and consequently the propositions of indicators – water supplies, wastewater (sewage) , sound pressure and heavy metals – which were chosen for being feasible and expressing the main eventual changes originated from human interference in the Trindade environment.

Key words: scientific station, environmental impact, Trindade Island, monitoring

 

Literatura Citada

ALMEIDA, A. P. L. S. de; ALVES, A. Relatório das atividades desenvolvidas pelo projeto TAMAR - IBAMA na Ilha da Trindade na campanha 1992. (Edição preliminar) jan/mai 1992.

ALMEIDA, F. F. M. de. Geologia e Petrologia da Ilha da Trindade. Rio de Janeiro: DNPM/DGM, 1961.

ALVAREZ, C. E. ; MARVILA, F. C.; ROCHA, N. S. Plano de monitoramento ambiental para o Arquipélago de São Pedro e São Paulo. In: VI Encontro Nacional e IV Encontro Latino-americano sobre Edificações e Comunidades Sustentáveis, 2011, Vitória, ES. Anais do ENECS e ELECS 2011. São Paulo, SP: ANTAC, 2011. p.1-10.

ALVAREZ, C. E. de, MARVILA, F. C., ROCHA, N. S. Plano de monitoramento ambiental para o Arquipélago de São Pedro e São Paulo In: VI Encontro Nacional e IV Encontro Latino-americano sobre Edificações e Comunidades Sustentáveis, 2011, Vitória, ES. Anais do ENECS e ELECS 2011. São Paulo, SP: ANTAC, 2011.

ALVAREZ, C. E. de, YOSHIMOTO, M. Avaliação de impacto acústico na Estação Antártica Comandante Ferraz: resultados preliminares In: XV RAPAL - Reunion de Administradores de Programas Antárticos Latinoamericanos, 2004, Guayaquil. Anais da XV RAPAL. Guayaquil: Programa Antártico Ecuatoriano, 2004.

ALVAREZ, C. E. de. Metodologia para construção em áreas de difícil acesso e interesse ambiental: o caso específico da Antártica e das ilhas oceânicas brasileiras. 2003. Tese (Doutorado em Tecnologia da Arquitetura) – Programa de Pós Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2003. (Orientador: Ualfrido Del Carlo)

AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard methods for the examination of water and wastewater. 20 ed. Washington: APHA, 1998, 937p.

ANDREOLI, C. V. (Coord.). Lodo de fossa e tanque séptico: caracterização, tecnologias de tratamento, gerenciamento e destino final. Rio de Janeiro: ABES, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10151: Acústica – Avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade - procedimento. Rio de Janeiro, jun 2000. 04 p.

BAZZARELLA, B. B. Caracterização e aproveitamento de água cinza para uso não-potável em edificações. Vitória, 2005. 165 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental). Programa de Pós Graduação de Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2005.

COMPANHIA ESTADUAL DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO BÁSICO. Guia de coleta e preservação de amostras de água. 1ª ed. São Paulo: CETESB, 1987, 150p.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE (BRASIL). Resolução nº 357, de 17 de março de 2005. Diário Oficial [da] União , Brasília, 18/05/2005, p. 58 a 63.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE (BRASIL). Resolução nº 420 de 28/12/2009, Diário Oficial [da] União nº 249, Brasília, 20/12/2009. p. 81 a 84.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE (BRASIL). Resolução nº 430 de 13/05/2011. Diário Oficial [da] União nº 92, Brasília, 16/05/201, p. 89.

DUARTE, R. G. S.; PASQUAL, A. Avaliação do cádmio (Cd), chumbo (Pb), níquel (Ni) e zinco (Zn) em solos, plantas e cabelos humanos. Energia na Agricultura, Botucatu, v.15, n.1,p.46-58, 2000.

GALDINO, M. A., LIMA, J. H. Testes do sistema fotovoltaico do Arquipélago de São Pedro e São Paulo. ACEL/CEPEL. Rio de Janeiro: fevereiro de 1998. (restrito).

GOMES, P. F.; ALVAREZ, C. E. Metodologia para monitoramento paisagístico na ASMA da Baía do Almirantado: estudo de caso na Península Keller. In: XXI RAPAL Reunión Anual de Administradores de Programas Antárticos Latinoamericanos, 2010, Galápagos. Anais da Comisión de Asuntos Científicos, Ambientales y Técnicos. DI 13. Guayaquil: Programa Antártico Ecuatoriano, 2010. p. 1-8.

GRECCO, D. GLOBO ON LINE. Revista Galileu. Conteúdo: Reportagens, Em dia, Tecnovas, Idéias, Seu futuro, Livros, Ensaios, Quem foi Galileu, Anteriores, Sumário. Disponível em <http://galileu.globo.com> Acessado em 22 de janeiro de 2001

MARINHO, A.; JANSEN, R. O Brasil além das 200 milhas. Jornal da Ciência. SBPC. São Paulo. 13/10/2008.Disponível em http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=59231. Acesso em 24/12/2012.

MONTONE, R. C.; ALVAREZ, C. E.; BÍCEGO, M. C.; BRAGA, E. S.; BRITO, T. A. S.; CAMPOS, L. S.; FONTES, R. F. C.; CASTRO, B. M.; CORBISIER, T. N.; EVANGELISTA, H.; FRANCELINO, M.; GOMES, V.; ITO, R. G.; LAVRADO, H. P.; LEME, N. P.; MAHIQUES, M. M.; MARTINS, C. C.; NAKAYAMA, C. R.; NGAN, P. V.; PELLIZARI, V. H.; PEREIRA, A. B.; PETTI, MONICA A. V.; SANDER, M.; SCHAEFER, C. E. G. R.; WEBER, R. R. . Environmental Assessment of Admiralty Bay, King George Island, Antarctica. In: Verde, C.; di Prisco, G. (Org.). Adaptation and Evolution in Marine Environments. 1ed.Berlim: Springer Berlin Heidelberg, 2012, v. 2, p. 157-175.

NICO-RODRIGUES, E., WOELFFEL, A. B., BERNABE, A. C. A., ALVAREZ, C. E. de. O uso do PVC para construção em áreas de difícil acesso e com interesse científico/ambiental: a Estação Científica da Ilha da Trindade In: XIII Encontro Nacional de Tecnologia no Ambiente Construído, 2010, Canela. Anais do XIII ENTAC. São Paulo: ANTAC, 2010. p.1 – 10.

PROGRAMA DE PESQUISAS CIENTÍFICAS NA ILHA DA TRINDADE: Antecedentes. Disponível em: <https://www.mar.mil.br/secirm/trindade.htm>. Acesso em: 24 abr. 2013.

PROJETO TAMAR (Org.). Ilha da Trindade. Disponível em: <http://www.tamar.org.br/base.php?cod=38>. Acesso em: 24 abr. 2013.

SHAEFER, C. E. G. R. Ambientes da Ilha da Trindade, Atlântico Sul: Caracterização dos solos, meio físico e vegetação como subsidio para a criação de uma unidade de conservação. Viçosa: UFV, 2006.

WOELFFEL, A. B. Avaliação da adequação de sistemas construtivos em madeira na produção de edificações em ilhas oceânicas: estudos de caso no Atol das Rocas e nos Arquipélagos de Fernando de Noronha e de São Pedro e São Paulo. 2011. Dissertação (Engenharia Civil) - Universidade Federal do Espírito Santo.