Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Disponibilidade da Ventilação Natural em Salas de Aula: Seu Impacto na Temperatura do Espaço Interior

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/978-85-89478-40-3-a008

 

downloadpdf

Catalina M. Maya & Martín O. Mizgier

 

Resumo: A ventilação é um dos fatores que possui maior impacto na sensação térmica das pessoas que habitam um espaço e no intercâmbio de calor com o exterior. Os espaços escolares são locais que, devido à importância das atividades realizadas no seu interior e a grande quantidade de pessoas que a usam, têm grandes requisitos neste aspecto. Este trabalho buscou avaliar o comportamento da temperatura interior dentro de uma sala de aula hipotética naturalmente ventilada. A sala foi projetada com os parâmetros base do Caderno Técnico No. 4 Volume 2 do Ministério de Educação Brasileiro e simulada no software EnergyPlus, dividindo a Área total de ventilação requerida em duas fachadas opostas, orientadas no eixo norte-sul. A sala foi avaliada mudando as porcentagens do total de aberturas entre as fachadas em diferentes proporções e modificando o modo de controle dos dispositivos em fachada para ventilação. Os dados obtidos na avaliação da temperatura média interior foram comparados para as diversas simulações. As simulações realizadas evidenciam que a quantidade de tempo no que está disponível a ventilação natural, é o fator avaliado mais determinante no aumento e diminuição da temperatura interior.

Palavras-chave: ventilação natural, ambientes escolares, EnergyPlus, modos de controle da ventilação

 

Abstract: People´s thermal sensation inside a room and the heat exchange with the outdoors, is highly influence by Ventilation. School environments, due to the importance of the activities they host and the number of people inhabiting them, have strict requirements in this aspect. This paper aims to evaluate the behavior of the internal temperatures of a natural-ventilated hypothetical school classroom. This classroom was design according to the parameters enlisted in the Technical Notebook No. 4, Volume 2 of the Brazilian Education Ministry and was simulated through the EnergyPlus Software. The total area required for ventilation was divided into two opposite façades, orientated in a North-South axis. The proportions of the ventilation area were modified to evaluate different airflow situations, and the control modes for the ventilation devices were modified as well. The data obtain from de evaluation of the mean interior temperature, made in each resulting space were compared. The simulations show that the amount of time in which natural ventilation is available, is the most decisive factor in the increase and decrease of internal temperature.

Key words: natural ventilation, escolar environments, EnergyPlus, ventilation control modes

 

Literatura Citada

ASHRAE Standard 55. Thermal environmental conditions for human occupancy. American Society of Heating, Refrigerating and Air-Conditioning Engineers, inc. Atlanta, GA, 2010.

CONCEIÇÃO, Eusébio et al. “Application of a developed adaptive model in the evaluation of thermal comfort in ventilated kindergarten occupied spaces”. Building and Environment, volume 50, Pág. 190 – 201. 2012.

The Board of Trustees of the University of Illinois and the Regents of the University of California through the Ernest Orlando Lawrence Berkeley National Laboratory. The Encyclopedic Reference to EnergyPlus Input and Output. EnergyPlus 2012. Outubro. 2012.

LIANG, Han-Hsi. LIN, Tzu-Ping. HWANG, Ruey-Lung. “Linking occupants’ thermal perception and building thermal Performance in naturally ventilated school buildings”. Applied Energy, volume 94, Pág. 355–363. Março. 2012.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, FUNDO DE FORTALECIMENTO DA ESCOLA – FUNDESCOLA, Coordenação de Instalações Escolares. “Espaços Educativos Ensino Fundamental, Subsídios Para Elaboração De Projetos E Adequação De Edificações Escolares, Cadernos Técnicos 4. Volume 2”. BRASÍLIA, 2002.

Laboratório de Eficiência Energética em Edificações LabEEE, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis – SC.

WESTPHAL, Fernando S. “Introdução ao EnergyPlus”. Apostila da Disciplina Analise Térmica, 2012.