Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Design de Ecovilas: Um Estudo do Planejamento de Comunidades Sustentáveis

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/978-85-89478-40-3-a109

 

downloadpdf

Adriano Fabri1 & Eloy F. Casagrande Jr.2

 

Resumo: Este estudo relata uma pesquisa documental qualitativa realizada em três ecovilas de diferentes tamanhos: pequena, média e grande, conforme o número de habitantes, sendo estas localizadas no Brasil, Chile e Escócia. A pesquisa faz parte de uma pesquisa de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia (PPGTE) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, em sua linha de pesquisa relacionada a sustentabilidade. O Design de Ecovila é voltado ao desenvolvimento de comunidades sustentáveis que incorpora as preocupações Ecológica, Social e Econômica, mais o fator “Visão de Mundo” considerado fundamental pela GEN (Global Ecovillage Network - Rede Global de Ecovilas). O objetivo principal é a analise documental qualitativa dos contratos de habitação e convivência entre as pessoas e suas relações com a natureza. As ecovilas são comunidades intencionais que possuem geralmente um enfoque determinante de preservação ambiental, respeitam todas as formas de vida e consideram o planeta terra como um organismo vivo. Fundamentam esses princípios em suas práticas espirituais, geralmente relacionadas as tradições perenes da humanidade (tradições ancestrais indígenas, budismo, cristianismo antigo entre outras) e/ ou na visão sistêmica da ciência defendida por cientistas como o físico Fritjof Capra, na Teoria de Gaia do cientista independente e ambientalista James Lovelock e da bióloga Lynn Margulis. Também são considerados os princípios da Ecologia Profunda, do filósofo Arne Naes. Diferentemente da “ecologia rasa”, que tem uma visão antropocêntrica e vê a natureza como um banco de recursos naturais para exploração do homem, a “ecologia profunda” tem uma visão ecocêntrica que inclui o homem na teia da vida e propõe uma reflexão mais profunda das relações entre as pessoas com todas as formas de vida do planeta. A pesquisa busca a verificação das principais determinantes que permitem o desenvolvimento e funcionamento dessas comunidades, localizando os pontos em comum entre as três, assim como suas peculiaridades. Como resultado é possível obter uma base teórica com experiências práticas que poderá auxiliar em futuras pesquisas relacionadas ao planejamento de comunidades sustentáveis, no processo inicial de construção de novas ecovilas assim como no aprimoramento de comunidades já estabelecidas.

Palavras-chave: sustentabilidade, ecovilas, comunidades sustentáveis

 

Abstract: This study reports a qualitative documental research conducted on three ecovillages of different size: small, medium and large, as the number of inhabitants, which are located in Brazil, Chile and Scotland. The study is part of master degree research of the Post-Graduate Program in Technology (PPPGTE) of the Federal University of Technological of Paraná – UTFPR, in the sustainability research area. The Ecovillage Design is focused on the development of sustainable communities which incorporates the Ecological, Social and Economic concerns, plus the World Vision considered crucial by GEN (Global Ecovillage Network - Global Ecovillage Network). The main purpose is a documental qualitative analysis of housing contracts and the relationships between people and their relationship with nature. Ecovillages are intentional communities with a determinant focus in environmental preservation, respecting all forms of life and considering the planet Earth as a living organism. These principles are supported by their spiritual practices, often related perennial traditions of humanity (indigenous ancestral traditions, Buddhism, Christianity and other ancient) and / or systemic view of science defended by scientists such as physicist Fritjof Capra, the Gaia Theory, from the independent scientist and environmentalist James Lovelock and the biologist Lynn Margulis. The principles of the “deep ecology “, from the philosopher Arne Naess, are also taking into account. Differently from the “shallow ecology”, an anthropocentric view that sees nature as a bank of natural resources for exploitation of man, “deep ecology” has an ecocentric vision that includes man in the web of life and proposes a more deep relations between people and all forms of life on the planet. The research seeks to check the main determinants that enable the development and functioning of these communities, finding the common points between the three, as well as its peculiarities. As a result it is possible to obtain a theoretical basis with practical experiences that may assist in future research related to planning of sustainable communities, the initial process of building new ecovillages as well as in the improvement of established communities.

Key words: sustainable, ecovillages, sustainable communities

 

1 Mestrando do PPGTE / UTFPR. / E-mail: fabriadriano@gmail.com
2 Professor do PPGTE / UTFPR. / E-mail: eloy.casagrande@gmail.com