Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Mapeamento dos Conflitos Urbanos em Curitiba: Uma Pesquisa Exploratória

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/978-85-89478-40-3-a116

 

downloadpdf

Simone A. Polli1, Márcia F. Prestes2, Rafaela F. Azeredo3, Thiago A. F. da Costa4 & Laís Leão5

 

Resumo: O presente resumo refere-se a projeto de pesquisa de caráter exploratório realizado em Curitiba, pelo Laboratório de Urbanismo e Paisagismo (LUPA/UTFPR), parte integrante do Observatório dos Conflitos Urbanos em Curitiba, iniciativa de diversos grupos de pesquisa nacionais e internacionais que têm como um dos pontos de partida o projeto “Mapa dos Conflitos Urbanos do Rio de Janeiro”, desenvolvido a partir de 2004 pelo laboratório Estado, Trabalho, Território e Natureza (ETTERN) do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A pesquisa mapeará os conflitos urbanos na Região Metropolitana de Curitiba, entendidos como os confrontos expressos por manifestações públicas coletivas que têm a cidade como espaço e objeto de suas reivindicações. Essa pesquisa analisará sua distribuição e localização na cidade, comparando com indicadores dos bairros para analisar a interface de tais conflitos com o território. Mapearam-se os objetos de conflito manifestos, coletivo mobilizado, instituição reclamada, o local de origem e manifestação do conflito. Nesta pesquisa entende-se que os conflitos são a chave de leitura e interpretação da cidade. Por meio deles, a população manifesta sua ação cidadã e seu descontentamento devido à ausência ou inadequação de políticas públicas aplicadas ao território. Conforme se verá com mais detalhes no mapeamento, as questões identificadas como mais conflituosas referem-se à mobilidade urbana (transporte, trânsito e circulação) e à moradia de interesse social, diferentemente do Rio de Janeiro, onde o principal objeto de conflito manifesto refere-se à segurança urbana, cerca de 42% dos conflitos pesquisados (ALVARES et all, 2009). No artigo procurou-se refletir as razões desse tipo de conflito na cidade de Curitiba e a relação com a ausência ou insuficiência das políticas públicas.

Palavras-chave: conflitos urbanos, políticas públicas, manifestações coletivas, Curitiba

 

Abstract: This abstract makes reference to a research project of exploratory development realized in Curitiba, by the Laboratory of Urban Planning and Landscape Architecture (LUPA/UTFPR), part of the Observatory of Urban Conflicts in Curitiba, result of many national and international research groups, as the project “Map of Urban Conflicts of Rio de Janeiro”, developed since 2004 by the Laboratory of State, Work, Territory and Nature (ETTERN) of the Institute of Research and Urban and Regional Planning (IPPUR) of the Federal University of Rio de Janeiro. The research will map the urban conflicts of the Metropolitan Region of Curitiba, understood as the confrontations expressed by group public manifestations, which have the city as a space and object of their claims. This research will analyze their distribution and localization in the city, comparing them with indicators of the neighborhoods, to analyze the interface of those conflicts with the territory. The objects of conflict, the collective that has been mobilized, the institution claimed, the local of the manifestation and the local of his origin will be all mapped. In this research, the main idea is that urban conflicts are the key for an adequate lecture and interpretation of the city. Trough them, the population express her citizenship and claims her dissatisfaction with the absence of public politics applied to territory. As seen with more circulation) and to habitations of social interest, different from Rio de Janeiro, where the main conflict object is the public security (about 42% of the conflicts listed, ALVARES et al., 2009). This article reflects the reasons of those types of conflicts at Curitiba and their relation with the absence or lack of public politics details in the mapping, the questions identified as more conflictuals refer to urban mobility (transport, traffic and circulation) and to habitations of social interest, different from Rio de Janeiro, where the main conflict object is the public security (about 42% of the conflicts listed, ALVARES et al., 2009). This article reflects the reasons of those types of conflicts at Curitiba and their relation with the absence or lack of public politics.

Key words: urban conflicts, public politics, group manifestations, Curitiba

 

1 Professora Arquitetura e Urbanismo/ UTFPR. E-mail: simonep@utfpr.edu.br
2 Professora Arquitetura e Urbanismo/ UTFPR. E-mail: marciaprestes@utfpr.edu.br
3 Bolsista voluntária de Iniciação Científica / UTFPR. E-mail: rafafrancys@hotmail.com
4 Bolsista voluntário de Iniciação Científica / UTFPR. E-mail: thiago.aug.fer@hotmail.com
5 Bolsista voluntária de Iniciação Científica / UTFPR. E-mail: lais_._leao@hotmail.com