Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Caracterização dendrológica de espécie arbórea com  potencial para arborização urbana

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.242-449-1

 

downloadpdf

Valdemir F. da Silva1, Joselane P. G. da Silva1, Adriana M. de Souza1, Carla C. de Lira1, Lucicleiton L. da S. de Melo1 & Ana L. P. Feliciano1

 

Resumo: A implantação de áreas verdes urbanas deve ser um processo bem planejado e executado, selecionar espécies florestais não é uma tarefa simples, devem-se considerar as características da localidade e o potencial paisagístico de cada espécie. Tendo em vista as dificuldades de selecionar espécies com potencial para arborização urbana na Região Metropolitana do Recife o presente trabalho tem por objetivo descrever com base nas caraterísticas dendrológicas a espécie Protium heptaphyllum (Aubl.) March. e avaliar sua utilização na arborização urbana. A análise foi executada com o auxílio de ficha dendrológica onde foram especificadas informações relativas à família, espécie, nome popular, local de coleta, habitat, ocorrência, floração, fuste, copa, ramo, casca viva e casca morta, folha e fruto. As informações obtidas permitiu perceber que a espécie estudadas possui potencial para ser inserida no meio urbano, podendo ser utilizada em diversos ambientes.

Palavras-chave: espécie nativa, floresta atlântica, odor

 

1 Universidade Federal Rural de Pernambuco (valdemir.fsilva@hotmail.com; joselane.gomess@gmail.com; luck_dricas@hotmail.com; carla.liraa@gmail.com; lucicleitonl@hotmail.com; licia@dcfl.ufrpe.br)

 

Literatura Citada

CARVALHO, M.F.A. Espécies nativas da mata atlântica em Pernambuco com potencial para arborização urbana. 2005. 74p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais). Universidade Federal Rural de Pernambuco. Disponível em: <http://ppgcf-ufrpe.jimdo.com/app/download/7035705965/Maria+de+Fatima+de+Araujo+Carvalho.pdf?t=1405604808>. Acesso em: 26 jul. 2014. 

COUTINHO, R.Q. et al. Características climáticas, geológicas, geomorfológicas e geotécnicas da Reserva Ecológica de Dois Irmãos. In: MACHADO, I.C.; LOPES, A V.; PORTO, K C. (Eds.). Reserva Ecológica de Dois Irmãos: estudos em um remanescente de mata atlântica em área urbana, Recife-PE, Brasil. Recife: Ed. da UFPE, 1998. p.21-29.

LOBADA, C. R.; DE ANGELIS, B. L. D. Áreas verdes públicas urbanas: conceitos, usos e funções. Revista Ambiência. Curitiba, v.1 n.1 p. 125-139 jan./jun. 2005. Disponível em: <http://revistas.unicentro.br/index.php/ambiencia/article/download/157/185>. Acesso em: 25 jul. 2014. 

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 4.ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2002. v. 1, 368p.

MARANGON, L.C.; FELICIANO, A.L.P. Notas de aula de dendrologia. Recife: UFRPE, 2000. 48p. (Apostila)

SILVA JÚNIOR, O. A. B.; MÔNICO, M. O. M. Arborização em harmonia com a infra-estrutura urbana. In: SEMANA DE MEIO AMBIENTE, 1., 1994, Guarulhos. Anais... Guarulhos: Prefeitura Municipal de Guarulhos; Secretaria de Meio Ambiente, 1994. CD ROM.

VELOSO, H. P.; RANGEL FILHO, A. L. R.; LIMA, J. C. A. Classificação da vegetação brasileira, adaptada a um sistema universal. Rio de Janeiro: IBGE, 1991. 123 p. Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/colecao_digital_publicacoes.php>. Acesso em: 25 fev. 2014.