Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Estratégias de dispersão de diásporos por espécies arbóreas em um fragmento de floresta secundária de Floresta Atlântica

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.240-636-1 

 

downloadpdf

Ana R. L. S. Santos1, Andréa de V. F. Botelho1, Maria A. M. Silva1 & Maria J. N. Rodal1

 

Resumo: Os processos e os agentes envolvidos na dispersão são essenciais para o curso da sucessão e respondem em parte ao estado de recuperação das florestas perturbadas. O objetivo deste trabalho foi estudar a composição florística de um fragmento de floresta secundária com cinco anos após o abandono e investigar as estratégias de dispersão destas espécies. O estudo foi realizado em 30 parcelas de 10 x 10 m para amostragem do dossel. Nestas foram encontradas 31 espécies das quais 25 espécies apresentam dispersão zoocórica e três possuem a estratégia de dispersão anemocórica, o que demonstra a importância dos animais para a recuperação destas áreas.

Palavras-chave: floresta secundária, interações animal x planta

 

1 Universidade Federal Rural de Pernambuco (anasantosfl@gmail.com; dea_botelho@hotmail.com; amandamenezesmsn@hotmail.com; mrodal@terra.com.br)

 

Literatura Citada

CHAZDON, R.L. et al. Rates of change in tree communities of secondary Neotropical forests following major disturbances. Philosophical Transactions of the Royal Society Biological, v. 362, n. 1478, p. 273-289, 2007. doi

GALETTI, M. 1996. Fruits and frugivores in a Brazilian Atlantic forest. 1996. 220f. Thesis (PhD Biological Sciences) – University of Cambridge, 1996.

GUREVITCH J.; SCHEINER, S.M.; FOX, G.A. Ecologia Vegetal. 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.592p.

NEGRELLE, R.R.B. The Atlantic forest in the Volta Velha Reserve: a tropical rainforest site outside the tropics. Biodiversity and Conservation, v.11, n.5, p.887-919, 2002. doi

KIMMEL, T.M. et al. Pollination and seed dispersal modes of woody species of 12-year-old secondary forest in the Atlantic Forest region of Pernambuco, NE Brazil. Flora, v.205, n.8, p. 540–547, 2010. doi

PIJL, V. der. Principles of dispersal in higher plants.Springer-Verlag, New York.161p. 1982.

TABARELLI, M.; PERES, C. A. Abioticandvertebrateseeddispersal in BrazilianAtlantic Forest: implications for forestregeneration. Biological Conservation, v.106, n.2, p.165-176, 2002. doi

THE ANGIOSPERM PHYLOGENY GROUP - APG III. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III. Botanical Journal of the Linnean Society, v. 161, n.2, p.105-121, 2009. doi