Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Comportamento Espacial da Goupia glabra Aubl. em uma Floresta Ombrófila Densa, Amapá, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.62-624-1 

 

downloadpdf

Lívia M. de Jesus1, Raianny N. de Souza1, André T. de Jesus1, Marcos A. Nicacio1, Luandson A. de Souza 1, Eleneide D. Sotta2 & Perseu da S. Aparício1

 

Resumo: Objetivou-se avaliar o comportamento espacial da espécie Goupia glabra (Cupiúba) em diferentes classes de diâmetro na Floresta Estadual do Amapá. O inventário foi realizado em unidades amostrais conglomeradas, distribuídas em três distintas áreas (unidades primárias - UP), equidistantes em aproximadamente 2.500 m. Cada UP foi disposta em forma quadrada com cinco parcelas permanentes (unidades secundárias) de 100 x 100 m, abrangendo uma área de 5 ha por UP. Os indivíduos com 2,5 cm ≤ DAP < 5 cm foram mensurados em parcelas de 5 x 5m (25 m²) para o estudo da regeneração natural. Os indivíduos com 5 cm ≤ DAP < 10 cm foram mensurados em parcelas de 10 x 10m (100 m²) e os com DAP ≥ 10 cm em parcelas de 100 x 100 m. Os indivíduos foram divididos em classes de diâmetro com amplitude de 10 cm para obtenção da distribuição espacial por meio do Índice de Morisita por classe de DAP. A espécie apresentou 526 indivíduos em distribuição agregada, com exceção da classe 10 que foi aleatória. Todas as classes foram consideradas significativas de acordo com o teste do qui-quadrado, garantindo a exploração de árvores com aptidão ao manejo.

Palavras-chave: Distribuição diamétrica, índice de morisita, manejo.

 

1 Universidade do Estado do Amapá (liviamarques.ueap@gmail.com; raiannynayara@hotmail.com; andredejesus80@gmail.com; sdnicacio@hotmail.com; luadson_souza@hotmail.com; perseu_aparicio@yahoo.com.br); 2Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Amapá (eleneide.sotta@embrapa.br)

 

Literatura Citada

APARÍCIO, P.S. Subsídios para o manejo sustentável na floresta estadual do Amapá: estrutura e dinâmica. 2013. 138f. Tese (Doutorado em Biodiversidade Tropical) – Fundação Universidade Federal do Amapá, 2013. Disponível em: <http://www2.unifap.br/ppgbio/files/2012/02/Tese-versao-final-PPGBIO-Perseu.pdf>. Acesso em: 21 jul. 2014.

BROWER, J. E.; ZAR, J. H. Field and laboratory methods for general ecology. 2.ed. Dubique: W. C. Brown, 1977. 226p.

FORTIN, M.J.; DALE, M.R.T.; HOEF, J. Spatial analysis in ecology. In: El-SHAARAWI, A.H.; PIEGORSCH, W.W. (Eds.). Encyclopedia of Environmetrics. Chichester: John Wiley & Sons, 2002. p.2051-2058.

GAMA, J. R. V.; BENTES-GAMA, M. M.; SCOLFORO. J. R. S. Manejo sustentado para floresta de várzea na Amazônia Oriental. Revista Árvore, Viçosa-MG, v. 29, n.5, p. 719-729, 2005. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622005000500007>.

SILVA COSTA, L. G. et al. Projeto viabilidade técnica do extrativismo vegetal na Amazônia: o caso da andiroba e copaíba. Belém: [s.n.], 2003. 41p. (Relatório parcial).
219

SILVA, J. A. et al. Padrão de Distribuição espacial e diamétrica de indivíduos de Aspidosperma spp na Reserva Genética Florestal Tamanduá, DF. 1.ed. Brasília-DF: EMBRAPA, 2004. 21p. (EMBRAPA-DF. Comunicado técnico, 119). Disponível em: <http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/185712/1/cot119.pdf>. Acesso em: 10 jul. 2014.

TARDIN, A. T. et al. Plano de Manejo do Projeto de Assentamento Nova Canaã. Porto Grande: IBAMA, 2009. np.