Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Custos em quatro subsistemas de colheita florestal

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.75-585-1 

 

downloadpdf

Ricardo T. Mendes1, Kaio C. M. da S. Nery1, Thiago R. Alves1, Sidney A. Cordeiro1, Robson J. Oliveira2 & Antônio J. Oliveira3

 

Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento e fazer uma análise comparativa dos principais custos operacionais das máquinas florestais: forwarder, harvester e slignshot em quatro subsistemas de colheita em florestas de eucalipto. A análise comparativa englobou um estudo dos custos operacionais dentro de cada subsistema sendo eles divididos da seguinte forma: Subsistema 1: Harvester (Partek 911 + Cabeçote 965 BR) e Forwarder (Partek 890 6X6 (18 t)).Subsistema 2: Harvester (Caterpillar 320 BL + Cabeçote 965 BR) e Forwarder (Partek 890 6X6 (18 t)).Subsistema 3: Slingshot (Timberjack 608 B HD + Cabeçote RISLEY) e Forwarder (Partek 890 6X6 (18 t)).Subsistema 4: Slingshot (Caterpillar 320 BL + Cabeçote RISLEY) e Forwarder (Partek 890 6X6 (18 t)).O subsistema 4 Slingshot (Caterpillar 320 BL + Cabeçote RISLEY) + Forwarder (Partek 890 6X6 (18 t)) apresentou um menor custo operacional em relação aos outros subsistemas, correspondendo a uma redução de até 15,58% no custo operacional total. Os subsistemas que utilizaram o Havester apresentaram menor consumo de combustível.

Palavras-chave: Corte Florestal, Eucalipto, Mecanização Florestal.

 

1 Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (rituller@gmail.com; kaiocesarnery@gmail.com; thiago_kiau@yahoo.com.br; sidney.cordeiro@ufvjm.edu.br; )
2 Universidade Federal do Piauí (robson_ufpi@yahoo.com.br)
3 Duratex (antonio.oliveira@duratex.com.br)

 

Literatura Citada

BAGIO, A. J.; STOHR, G. W. D. Resultados preliminares de um levantamento dos sistemas de exploração usados em florestas implantadas no sul do Brasil. Floresta, Curitiba-PR, v. 9, n. 2, p. 76-96, 1978.

DUARTE, R.C. del G. Sistemas de corte florestal mecanizado. Viçosa, MG: UFV, 1994. 21p. Monografia (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, 1994.

FONTANA, G.; SEIXAS, F. Avaliação ergonômica do posto de trabalho de modelos de “forwarder” e “skidder”. Revista Árvore, Viçosa-MG, v.31, n.1, p. 71-81, 2007. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622007000100009>.

JACOVINE, L. A. G. et al. Avaliação da perda de madeira em cinco subsistemas de colheita florestal. Revista Árvore, Viçosa-MG, v. 25, n. 4, p. 463-470, 2001.

MACHADO, C.C. Exploração florestal, 6. Viçosa: UFV, Imprensa Universitária, 1989. 34p.

MACHADO, C.C.; MALINOVSKI, J. R. Ciência do trabalho florestal. Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, 1988. 65p.

REZENDE, J. L. P.; PEREIRA, A. R.; OLIVEIRA, A. D. Espaçamento ótimo para a produção de madeira. Revista Árvore, Viçosa-MG, v. 7, n. 1, p. 30-43, 1983.

SANTOS, S. L. M. Alocação ótima de máquinas na colheita de madeira. 1995. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, 1995.

SOUZA, A. P. et al. Análise do desempenho da máquina ‘slingshot’ em subsistemas de colheita em florestas de eucalipto. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande-PB, v. 8, n. 2-3, p.316-320, 2004. <http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662004000200023>.