Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Desempenho de modelos hipsométricos para Acacia mearnsii De Wild em um povoamento com diferentes capacidades produtivas no RS

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.41-546-1 

 

downloadpdf

Regis V. Longhi1, Paulo R. Schneider1, Rafael Cubas1, Talita Baldin1, Junior O. Mendes1 & Emanuel A. Costa1

 

Resumo: O trabalho foi realizado com o objetivo de estudar o desempenho da relação hipsométrica da Acacia mearnsii De Wild (Acácia-negra) em um povoamento com diferentes níveis de produção aos 7 anos de idade. 418 pares de dados de altura e diâmetro foram tomados para o ajuste e seleção de modelos hipsométricos. O uso de variável dummy no modelo de Curtis permitiu definir uma equação única para estimar a altura em função do diâmetro para ambos os locais, porém com estimativas diferentes em nível e inclinação, com um excelente ajustamento para um coeficiente de determinação de 0,84 e baixo coeficiente de variação de 2,48%.

Palavras-chave: Acácia-negra, regressão, relação h/d.

 

Universidade de Santa Maria (regislonghi@yahoo.com.br; schneider.paulorenato@gmail.com; florestal.rafael@gmail.com; talita.baldin@hotmail.com; junioromendes@gmail.com; emanuelarnonicost@hotmail.com)

 

Literatura Citada

ASSMANN, E. The principles of forest yield study. New York: Pergamon, 1970. 506p.

FINGER, C. A. G. Fundamentos de biometria florestal. Santa Maria: UFSM; Centro de Pesquisas Florestais, 1992. 269p.

FINGER, C. A. G. et al. Curvas de altura-diâmetro de acácia-negra (Acacia mearnsii de Wild). Ciência Rural, Santa Maria-RS, v.30, n.3, p.387-391, 2000. <http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782000000300002>.

SCHNEIDER, P.R.; SCHNEIDER, P.S.P.; SOUZA, C.A.M. de. Análise de regressão aplicada à Engenharia Florestal. 2.ed. Santa Maria-RS: FACOS, 2009. 294p.