Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Superação de dormência de sementes de Hymenaea stigonocarpa Mart. em laboratório

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.14-18-1

 

downloadpdf

Thayane R. B. de Souza1, Inaê M. de A. Silva1 & Anderson M. de Souza1

 

Resumo: Objetivou-se avaliar as respostas de sementes de Hymenaea stigonocarpa Mart. (jatobá) aos seguintes tratamentos pré-germinativos em laboratório: testemunha, embebição em água quente (80ºC) por três minutos, embebição em água quente (80ºC) por três minutos com posterior embebição por 24h, escarificação química com ácido sulfúrico por três minutos, escarificação química com ácido sulfúrico por três minutos com posterior embebição por 24h, escarificação mecânica (dois lados da semente), escarificação mecânica (dois lados da semente) com posterior embebição por 24h, escarificação mecânica (um lado da semente), escarificação mecânica (um lado da semente) com posterior embebição por 24h e somente embebição por 24h. Adotou-se um delineamento inteiramente ao acaso com quatro repetições de 25 sementes por tratamento. Após submetidas aos tratamentos, as sementes foram acondicionadas em folhas de papel de germinação e, em seguida, foram incubadas a temperatura de 25oC (± 5oC), em fotoperíodo de 12h. A ANOVA mostrou a ocorrência de significância para as variáveis avaliadas (porcentagem de germinação e porcentagem de plântulas normais). A avaliação das médias, mediante teste de Tukey (p=5%), mostrou que a escarificação mecânica (dois lados da semente) proporcionou melhores resultados.

Palavras-chave: Dormência; Jatobá-do-cerrado; Produção de mudas.

 

1 Universidade de Brasília (ninhaborba@yahoo.com.br; inaemarie@hotmail.com; andermsouza@yahoo.com.br)

 

Literatura Citada

ANDRADE, L. A. et al. Aspectos biométricos de frutos e sementes, grau de umidade e superação de dormência de jatobá. Acta Scientiarum. Agronomy, Maringá-PR, v.32, n.2, p.293-299, 2010. <http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v32i2.3681>.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para Análise de Sementes. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Brasília, DF: Mapa/ACS, 2009. 395p.

CRUZ, E.D; MARTINS, F.O.; CARVALHO, J.E.U. Biometria de frutos e sementes e germinação de jatobá-curuba (Hymenaea intermédia Ducke, Leguminosae - Caesalpinoideae). Revista Brasileira de Botânica, São Paulo-SP, v.24, n.2, p.161-165, 2001. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84042001000200005>.

FRANKE, L.B.; BASEGGIO, J. Superação da dormência de sementes de Desmodium incanum DC. e Lathyrus nervosus Lam. Revista Brasileira de Sementes, v.20, n.2, p.420-424, 1998.

FREITAS, A.R.et al. Superação da dormência de sementes de jatobá. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, v. 33, n. 73, p. 85-90, 2013. <http://dx.doi.org/10.4336/2013.pfb.33.73.350>.

GOMES, M.B. et al. Avaliação de métodos para a superação de dormência de sementes de jatobá (Hymanaea courbaril L.). Interdisciplinar: Revista Eletrônica da Univar, Barra do Garças, v.2, p.6-9, 2013. Disponível em:<http://revista.univar.edu.br>. Acesso em: 07 mai. 2014.

KOBORI, N.M.; MASCARIN, G.M.; CICERO, S.M. Métodos não sulfúricos para superação de dormência de sementes de mucuna-preta (Mucuna aterrima). Informativo Abrates, v.23, n.1, p.25-32, 2013.

LIMA, J.S. et al. Métodos de superação de dormência em sementes de flamboyant (Delonix regia). Revista Verde, Mossoró-RN, v.8, n.1, p. 104-109, 2013.

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 3. ed. Nova Odessa-SP: Instituto Plantarum, 2000. 352 p.

MOUSSA, H. et al. Factors affecting the germination of doum palm (Hyphaene thebaica Mart.) seeds from the semi-arid of Niger, West Africa. Forest Ecology and Management, Amsterdam, v. 104, n. 1/3, p. 27-34, 1998. <http://dx.doi.org/10.1016/S0378-1127(97)00230-2>.

RATTER, J.A. et al. Analysis of the floristic composition of the Brazilian Cerrado vegetation II: comparison of the woody vegetation of 98 areas. Edinburgh Journal of Botany, v.53, n.2, p.153- 180, 1996. <http://dx.doi.org/10.1017/S0960428600002821>.

SANTOS, L.C.R. dos. Formação de mudas de jatobazeiro do cerrado em diferentes ambientes e substratos com doses de composto orgânico comercial. 2011. 44f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, 2011. Disponível em: http://www.uems.br/pgagro/arquivos/8_2012-05-24_13-53-21.pdf. Acesso em: 07 mai. 2014.

SOARES, J.N. et al. Avaliação do desenvolvimento de mudas de jatobá-do-cerrado (Hymenaea stigonocarpa Mart.) em diferentes fontes de fósforo. Cerrado Agrociências, Patos de Minas-MG, v.4, p.35-41, 2013.