Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Análise da oferta interna das fontes de energia primária e secundária no Brasil entre 1990 a 2010

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.233-496-1

 

downloadpdf

Djailson S. da Costa Júnior1, Ananias F. Dias Júnior2, Pablo V. dos Santos3, José H. C. Pace3, Carlos E. S. da Silva3, Jaily K. B. de Andrade4 & Artur D. V. Gomes5

 

Resumo: As fontes de energia disponível estão atreladas ao desenvolvimento social sejam em pequena escala ou a nível industrial, o consumo crescente de energia no planeta estar relacionado com progresso. A biomassa florestal apresenta características que permitem a sua utilização alternativa de energia, seja pela queima direta, como carvão, aproveitamento de resíduos da exploração. Visto isso, teve por objetivo analisar a oferta de energia interna no Brasil entre 1990 a 2010, com ênfase no uso da lenha. Realizou-se uma análise a partir de dados disponibilizados pelo Balanço Energético Nacional. A oferta de lenha no cenário nacional desde a década de 90 apresenta maior estabilidade, com valores crescentes a partir de 1998, com decréscimo no ano de 2008, diferentemente do potencial petrolífero que apresenta curva acentuada nas últimas décadas. As fontes secundarias: óleo diesel, Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), nafta, coque e carvão mineral mostraram oscilações no período analisado. Com incentivos e politicas publicas é possível inverter o cenário da participação da lenha, principalmente pelo fato da matriz energética ser fortemente dependente de fontes não renováveis como o petróleo, a utilização de fontes renováveis como a biomassa florestal apresenta como alternativa vantajosa por se tratar de fontes limpas e de caráter autossustentável.

Palavras-chave: biomassa, lenha, fontes energéticas

 

1 Universidade Federal do Rio Grande do Norte (djailson_junior@hotmail.com)
2 Universidade de São Paulo(ananiasjuniorr@gmail.com)
3 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (pabloufrrj@hotmail.com; josehcpace@gmail.com; c.eduardo_silveira@yahoo.com.br)
4 Universidade Federal do Espírito Santo (jaily.10@gmail.com)
5 Universidade Federal de Campina Grande (arturvieira1@hotmail.com)

 

Literatura Citada

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL. Atlas de energia elétrica do Brasil. 2.ed. In: ANEEL (Ed.). Brasília, 2005. Disponível em: <http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/Atlas/download.htm>. Acesso em: 28 jul. 2014.

BRAND, M. A. Energia de Biomassa Florestal. Rio de Janeiro: Interciência, 2010. v.1, 114p.

BRASIL, Empresa de Pesquisa Energética. Balanço Energético Nacional 2012 – Ano base 2011: Síntese do Relatório Final Rio de Janeiro: EPE, 2012 53 p.: 18 il, 2012. Disponível em: <https://ben.epe.gov.br/downloads/Relatorio_Final_BEN_2012.pdf>. Acesso em: 28 jul. 2014.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA. Biomassa. Disponível em: http://www.mma.gov.br/ >. Acesso em: 28 jul. 2014.

MOURA, J. M. Biodiesel, impasses e perspectivas num lugar: a agricultura familiar face ao PNPB. 2011. 127f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Social) – Universidade Estadual de Montes Claros, 2011. Disponível em: <http://www.ppgds.unimontes.br/index.php/2011?task=document.download&id=73>. Acesso em: 28 jul. 2014.

NASCIMENTO, M.D.; BIAGGIONI.M.A.M. Avaliação energética do uso de lenha e cavaco de madeira para produção de energia em agroindústria Seropédica. Revista Energia na Agricultura, Botucatu, vol. 25, n.3, p.104-117, 2010. Disponível em: <http://energia.fca.unesp.br/index.php/energia/article/view/70/51>. Acesso em: 28 jul. 2014.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE SILVICULTURA, SBS. Fatos e números do Brasil florestal. São Paulo, 109 p. fevereiro, 2008. Disponível em: <http://www.sbs.org.br/FatoseNumerosdoBrasilFlorestal.pdf>. Acesso em: 28 jul. 2014.