Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Análise da Umidade de Equilíbrio na Usinagem de Pisos Engenheirados de Pterogyne nitens Tul.

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.165-300-1

 

downloadpdf

Carlos E. S. da Silva1, Carolina N. Xavier1, Ananias F. Dias Júnior2, José H. C. Pace1, Pablo V. dos Santos1, Alexandre M. de Carvalho1 & Djailson S. da Costa Júnior3

 

Resumo: Este estudo visa avaliar a potencialidade na utilização de pisos engenheirados de Pterogyne nitens Tul. (Amendoim) no que se refere à umidade e usinagem destes produtos e prover dados para ocasional alteração no processo produtivo visando aumentar a qualidade do produto. Nesse sentido foram utilizadas seis amostras para verificar o comportamento destas em relação a testes de umidade, e oito amostras para testes de furação para dobradiças, testes de furação para cavilha, dureza e inserção de pregos. Com os resultados dos testes, comprovou-se que em relação ao teste de furação para dobradiças, as amostras apresentaram melhor comportamento com a broca de menor diâmetro (8mm), resultando em uma menor porcentagem de imperfeições. No teste de furação para cavilhas passante com a utilização da furadeira de bancada apresentou 50% de eficiência. Para cavilhas não passantes utilizando a mesma máquina apresentou 100% das amostras com grã arrancada e 50% com grã felpuda. Na inserção de pregos obteve-se um resultado favorável. No teste de dureza, os valores não ultrapassam um intervalo de confiança aceitável apresentando somente dois valores discrepantes. O teor de umidade média foi igual a 17, 305%. Logo, o resultado da avaliação comprovou-se que os pisos apresentaram algumas imperfeições em sua conformidade causadas pelos testes, estes não poderiam acontecer visto que os mesmos seriam emitidos ao mercado consumidor local e externo.

Palavras-chave: comercialização, comportamento, conformidade

 

1 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (c.eduardo_silveira@yahoo.com.br; ncarolx@gmail.com; josehcpace@gmail.com; pabloufrrj@hotmail.com; amcarvalho.ufrrj@gmail.com)
2 Universidade de São Paulo/Escola Superior de Agricultura 'Luiz de Querioz" (ananiasjuniorr@gmail.com)
3 Universidade Federal de Campina Grande (djailson_junior@hotmail.com)

 

Literatura Citada

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS – IBAMA. Madeiras da Amazônia: características e utilização - Amazônia Oriental. Brasília: IBAMA, 1997. v. 3, 141p.

GONZAGA, A.L.; Madeira: uso e conservação. Brasília: IPHAN; MONUMENTA, 2006. 246p. (IPHAN; MONUMENTA. Cadernos Técnicos).

LUIZ, M.G.; Medição da umidade no sistema concreto-madeira, Piracicaba-SP. 2005. 109f. Dissertação (Mestrado em Recursos Florestais) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, 2005. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-11112005-164626/publico/MariangelaLuiz.pdf>. Acesso em: 26 jul. 2014.

LUZ, J.R.M.; Controle de Qualidade do Processo Produtivo de Piso Engenheirado da Empresa Novo Piso S.A., Curitiba – PR. 2008. 65f. Monografia (Bacharelado em Engenheiro Industrial Madeireira) - Universidade Federal do Paraná, 2008. Disponível em: <http://www.madeira.ufpr.br/tccpublicados/tccjoaoricardomdaluz.pdf>. Acesso em: 26 jul. 2014.