Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Utilização de feixes de fibras de Pinus spp e partículas de polietileno de baixa densidade (PEBD) para produção de painéis aglomerado

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VIII.SimposFloresta.2014.155-595-1

 

downloadpdf

Willian Grubert1, Alexsandro B. da Cunha1, Vinícius S. Hillesheim1, Luís H. Ferrrari1 & Giuliano F. Pereira1

 

Resumo: O objetivo foi avaliar as propriedades físicas de painéis aglomerado produzidos com feixes de fibras de Pinus spp. e partículas de polietileno de baixa densidade (PEBD). Foram produzidos painéis puros e com a incorporação de cinco níveis do termoplástico (10, 20, 30, 40 e 50%) com 3 repetições. Fez-se uso de 12% de resina ureia-formaldeído e ciclo de prensagem 180ºC, 40kgf cm-2 por tempo de 8 minutos. Os ensaios foram realizados conforme ASTM D1037 (1996). Comprovada a normalidade e a homogeneidade dos dados, aplicou-se Análise da Variância e Teste de Scott-Knott, além da comparação com as normas vigentes. Mediante os resultados dos ensaios físicos conclui-se que a umidade de equilíbrio diminui com o aumento percentual de PEBD, sendo que para a variável inchamento houve melhora significativa a partir da adição de 30% de PEBD e a exceção ficou com absorção de água em 2 horas e 24 horas, que somente painéis com 50% feixes de fibras e 50% PEBD apresentaram os melhores resultados. Desta forma, a utilização de feixes de fibras de Pinus spp., em conjunto com PEBD, apresenta potencial para produção de painéis aglomerados.

Palavras-chave: fibras oversize, PEBD, propriedades físicas

 

1 Universidade do Estado de Santa Catarina (w.grubert@live.com; alexsandro.cunha@udesc.br; viniciusschappo@yahoo.com.br; luisinhoferrari@hotmail.com)

 

Literatura Citada

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT. NBR 14810-3. Chapas de madeira aglomerada – Parte 3 – Métodos de Ensaio. Rio de Janeiro: ABNT, 2006. 51p.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING MATERIALS. ASTM D-1037: Standard methods of evaluating the properties of wood-base fiber and particle materials. Philladelphia: ADTM, 2002. (Annual Book of ASTM standards).

AMERICAN NATIONAL STANDARD - ANSI/A. Mat-formed wood particleboard: specification. ANSI/A 208.1 - 1993. Gaithersburg: National Particleboards Association, 2009. 9 p.

IWAKIRI, S. et al. Produção de painéis de madeira aglomerada de alta densificação com diferentes tipos de resinas. Scientia Forestalis, Piracicaba-SP, n. 68, p. 39-43, 2005. Disponível em: <http://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr68/cap04.pdf>. Acesso em: 21 jul. 2014.

MALONEY, T. M. Modern particleboard e dry-process fiberboard manufacturing. 2.ed. São Francisco: Miller Freeman, 1993, 686p.

PEDROSA, A. L.; IWAKIRI, S.; MATOS, J. L. M. Produção de vigas estruturais em perfil “I” com painéis de madeira reconstituída de Pinus taeda L. e Eucalyptus dunnii Maiden. Floresta, Curitiba-PR, v. 35, n. 3, p.443-449, 2005. <http://dx.doi.org/10.5380%2Frf.v35i3.5189>.

SOUZA, K. B. et al. Comparação das propriedades físicas de painéis aglomerados de Pinus de origem industrial e laboratorial. Scientia Plena, Aracaju-SE, v. 8, n. 4, p.1-5, 2012. Disponível em: <http://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/996/520>. Acesso em: 21 jul. 2014.