Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Análise Espacial da Expectativa de Erosão em Um Latossolo Vermelho, Colômbia - SP

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/II-SGEA-a03

 

downloadpdf

Daniela P. Miqueloni1, Eduardo M. Gianello2 & Célia R. P. Bueno3

 

Resumo: O conhecimento dos processos erosivos no solo é importante, uma vez que permite a intervenção efetiva na redução da perda de solo e manutenção da qualidade dos recursos naturais. Com o intuito de analisar a variabilidade espacial da expectativa de erosão em uma área de Latossolo Vermelho, em Colômbia-SP, a geoestatística foi aplicada nos parâmetros da EUPS. O valor médio do potencial natural de erosão (PNE) foi considerado baixo, já para a expectativa de erosão (EE), a discrepância positiva ocorreu em 92% da área. A variabilidade pelo coeficiente de variação foi baixa para o fator de uso e manejo do solo (CP), moderada para o PNE e alta para EE. A análise espacial, com alcances variando de 564 m a 916 m para PNE, CP e EE, mostrou que altos valores de PNE ocorrem em áreas específicas, onde há cultivo de cana-de-açúcar na parte central do terreno, já as discrepâncias negativas indicam que os fatores naturais atuam nos locais onde a ocupação é adequada, nas zonas de acúmulo de sedimentos e áreas de pedoformas convexas. As áreas com ocupação inadequada possuem maior probabilidade de erosão, principalmente pela atuação dos fatores de uso e manejo do solo.

Palavras-chave: EUPS; geoestatística; análise multivariada

 

Abstract: The knowledge of soil erosion processes are important, since it allows an effective intervention in reducing soil loss and quality maintrance of natural resources. In order to analyze the spatial variability of the erosion expectation in an Oxisol area in Colombia, SP, Brazil, geostatistics was applied in the parameters of the UESL. The average value of natural erosion potential (NEP) was considered low, however for erosion expectation (EE), the discrepancy was positive in 92% of the area. The variability measured by the coefficient of variation was low for the factor of soil use and management (CP), moderate for NEP and high for EE. The spatial analysis, with ranges varying from 564 m to 916 m for NEP, CP, EE, showed that high values of NEP occur in specific areas where there is cultivation of sugar cane in the central part of the terrain. The negative discrepancies indicate that natural factors act in places where the occupation is appropriate, areas of sediment accumulation and areas of convex landforms. Areas with inadequate occupation have a higher probability of erosion, mainly by the action of soil use factors and management.

Key words: USLE, geostatistics, multivariate analysis

 

1 Eng. Florestal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias FCAV-UNESP/Departamento de Solos e Adubos, Via Prof. Paulo Donato Castellane s/n - 14884-900, Jaboticabal - SP , danimique@yahoo.com.br
2 Graduando Eng. Agronômica, FCAV-UNESP/Departamento de Solos e Adubos, Via Prof. Paulo Donato Castellane s/n - 14884-900, Jaboticabal - SP, emg_carnero@hotmail.com
3 Geóloga, FCAV-UNESP/Departamento de Solos e Adubos, Via Prof. Paulo Donato Castellane s/n - 14884-900, Jaboticabal - SP, crbueno@fcav.unesp.br

 

Literatura Citada

BERTONI, J.; LOMBARDI NETO, F. Conservação do solo. 6. ed. São Paulo: Ícone. 2008. 355p.

BUENO, C. R. P.; STEIN, D. P. Potencial natural e antrópico de erosão na região de Brotas, Estado de São Paulo. Acta Scientiarum, n. 26, v. 1, p. 01-05, 2004.

CANTARELLA, H.; QUAGGIO, J. A.; RAIJ, B. Determinação da matéria orgânica. In: van RAIJ, B.; ANDRADE, C. de; CANTARELLA, H.; QUAGGIO, J. A., ed. Análise química para avaliação da fertilidade de Solos Tropicais. Campinas: IAC, 2001. p. 173-180.

CASTRO, A.G.; VALÉRIO FILHO, M. Simulação da expectativa de perdas de solo em microbacia sob diferentes manejos florestais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, n. 21, p. 419-426, 1997.

DAY, P. R . Particle fractionation and particle-size analy-sis. In: BLACK, C. A., ed. Methods of soil analysis. Madison: American Society of Agronomy, 1965. p. 545-566.

DENARDIN, J. E. Erodibilidade do solo estimada por meio de parâmetros físicos e químicos. 1990. 114f. Tese (Doutorado em Agronomia – Solos e Nutrição Plantas) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba. 1990.

DONZELI, P. L.; VALÉRIO FILHO, M.; PINTO, S. dos A. F.; NOGUEIRA, F. de P.; ROTTA, C. L. LOMBARDI NETO, F. Técnicas de sensoriamento remoto aplicadas ao diagnóstico básico para planejamento e monitoramento de microbacias hidrográficas. Documentos IAC, Microbacia do Córrego São Joaquim (Município de Pirassununga, SP), n. 29, p.91-119, setembro de 1992.

LAGROTTI, C. A. A. Planejamento agroambiental do município de Santo Antônio do Jardim – SP: estudo de caso na microbacia hidrográfica do córrego do Jardim. 2000. 115f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola.) – Faculdade de Engenharia Agrícola, Universidade de Campinas, Campinas. 2000.

LANDIM, P.M.B. Análise estatística de dados geológicos. São Paulo: Ed. UNESP. 1998. 226 p.

MELLO, G. de; BUENO, C. R. P.; PEREIRA, G. T. Variabilidade espacial de perdas de solo, do potencial natural e risco de erosão em áreas intensamente cultivadas. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 10, n. 2, p. 315-322, 2006.

MOREIRA, M. C.; CECÍLIO, R. A.; PINTO, F. de A. C.; LOMBARDI NETO, F.; PRUSKI, F. F. Programa computacional para estimativa da erosividade da chuva no Estado de São Paulo utilizando redes neurais artificiais. Engenharia na Agricultura, v. 14, n. 2, p. 88-92, 2006.

SILVA, A. M. da; MELLO, C. R. de; CURI, N.; OLIVEIRA, P. M. de. Simulação da variabilidade espacial da erosão hídrica em uma sub-bacia hidrográfica de Latossolos no sul de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, n. 32, p. 2125-2134, 2008.

SOUZA, Z. M. de; MARTINS FILHO, M. V.; MARQUES JUNIOR, J. M.; PEREIRA, G. T. Variabilidade espacial de fatores de erosão em Latossolo Vermelho eutroférrico sob cultivo de cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola, v. 25, n.1, p. 105-114, 2005.

VIEIRA, S. R. Geoestatistica em estudos de variabilidade espacial do solo. In: Novais, R. F.; Alvarez, V. H.; Schaefer, C. E. G. R., (eds.). Tópicos em ciência do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 1, pp. 1-54, 2000.

WARRICK, A. W.; NIELSEN, D. R. Spatial variability of physical properties in the field. In: HILLEL, D. (ed.), Applications of soil physics. Academic Press, New York. 1980. p.319-344.

WISCHMEIER, W. H.; SMITH, D. D. Predicting rainfall erosion losses: a guide to conservation planning. Washington: Department of Agriculture (Agriculture Handbook, 537), 1978. 58 p.

ZIMBACK, C. R. L. Análise espacial de atributos químicos de solos para fins de mapeamento da fertilidade do solo. 2001. 114 f. Tese (Livre-Docência) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu. 2001.