Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Aplicação da Geoestatística em Observações de Campo Realizadas pelo Produtor Sobre o Desenvolvimento de Videiras

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/II-SGEA-a05

 

downloadpdf

Patricia S. Nascimento1, Eliel F. Nascimento1 & Luís H. Bassoi2

 

Resumo: O conhecimento do desenvolvimento das plantas de espécies perenes ao longo de vários ciclos de produção pode ser de grande valia para a tomada de decisão pelo produtor tanto para a realização de práticas agrícolas localizadas como para a substituição de plantas. O objetivo deste trabalho foi a aplicação de técnicas geoestatísticas nas observações do desenvolvimento da videira cv. Thompson Seedless, realizadas pelo produtor em três ciclos de produção (2008 a 2010) em Petrolina - PE. As avaliações visuais do produtor consistiram na presença de plantas com: 1 - desenvolvimento vegetativo inferior e/ou com um número reduzido de cachos por planta em relação às demais plantas do parreiral, sendo denominadas como plantas “fracas”; 2 - presença de bagas desidratadas em parte ou em todo o cacho, sendo denominadas como plantas “desidratadas”. Os dados foram analisados por meio da geoestatística para quantificar o grau de dependência espacial das observações. O uso da ferramenta geoestatística proporcionou uma melhor visualização pelo produtor da evolução da quantidade de plantas fracas e desidratadas entre os três ciclos avaliados, fornecendo subsídios para o manejo localizado da cultura nos próximos ciclos de produção.

Palavras-chave: uva, agricultura de precisão, semivariograma

 

Abstract: The knowledge of perennial crops development throughout several production cycles can help producers to make decision on use of localized agricultural practices as well as replanting. The objective of this work was the application of geostatistics in the observations of the development of grapevine cv. Thompson Seedless, in three growing seasons (2008 to 2010) in Petrolina, Pernambuco State, Brazil. The visual evaluations, by producer, were based in the presence plants with: 1 – lower vegetative development and/or lower number of bunches per plant compared to other plants in thevineyard (“weak” plants); 2 – presence of dehydrated berries in part or in the whole bunches(“dehydrated” plants). Data were analyzed by geostatistics to quantify the spatial dependence of observations. The use of geostatistics tool provided a better view to producer about thethe amount of “weak” and “dehydrated” plants, between the three cycles evaluated, providing support for localized management of the culture in the next production cycle.

Key words: grape, precision agriculture, semivariogran

 

1 Eng. Agro, Doutoranda(o) em Agronomia (Irrigação e Drenagem), UNESP/FCA Depto Eng. Rural, Caixa Postal 237, 18610-307, Botucatu, SP, patyysn@yahoo.com.br, eliel.petrolina@hotmail.com
2 Eng. Agro, Dr., Pesquisador da Embrapa Semiárido, Petrolina, PE, lhbassoi@cpatsa.embrapa.br

 

Literatura Citada

ALVES, M. C.; POZZA, E. A.; MACHADO, J. C.; ARAÚJO, D. V.; TALAMINI, V.; OLIVEIRA, M. S. Geoestatística como Metodologia para Estudar a Dinâmica Espaço-Temporal de Doenças Associadas a Colletotrichum spp. Transmitidos por Sementes. Fitopatologia Brasileira 31(6), p., 557-563, 2006.

ANDRADE, A. R. S. Aplicação da Teoria fractal e da geoestatística na estimativa da condutividade hidráulica saturada e do espaçamento entre drenos. 2002. 181p, Botucatu/SP, Tese (Doutorado em Agronomia) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2002.

BERNARDI, A. C. de C.; CARMO, C. A. F. de S. do.; MACHADO, P. L. O. de A.; SILVA, C. A.; VALENCIA, L. I. O.; MEIRELLES, M. S. Variabilidade Espacial de Teores de Nutrientes em Folhas de Soja como Ferramenta para Agricultura de Precisão. Rio de Janeiro: Embrapa Solos. 2002. 5 p.(Embrapa Solos. Comunicado Técnico, n. 17).

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Centro Nacional e Pesquisa em Solos. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasilia: Embrapa SPI; Embrapa Solos, 2006. 306p.

LEAL, R. M.; BARBOSA, J. C.; COSTA, M. G.; BELASQUE JUNIOR, J.; YAMAMOTO, P. T.; DRAGONE, J. Distribuição espacial de huanglongbing (greening) em citros utilizando a geoestatística. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 32, n. 3, p. 808-818, Setembro 2010.

LIEBHOLD, A.M.; ROSSI, R.E.; KEMP, W.P. Geostatistic and geographic information system in applied insect ecology. Annual Review of Entomology, Palo Alto, v.38, n.1, p.303-327, 1993.

RAMOS, P. C.; DIM, V. P.; SANTOS, A. C.; VIEIRA, L. M.; SILVA, L. L.; REIS, M. R. Distribuição espacial de incidência de plantas daninhas em áreas de pastejo contínuo. In: Congresso Brasileiro da Ciência das Plantas Daninhas, 27., Ribeirão Preto, 2010. Anais... Ribeirão Preto: SBCPD, 2010, p.1050-1054.

VIEIRA, S. R.; GUEDES FILHO, O.; CHIBA M. K.; MELLIS, E. V.; DECHEN, S. C. F.; DE MARIA, I. C. Variabilidade espacial dos teores foliares de nutrientes e da produtividade da soja em dois anos de cultivo em um latossolo vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 34: 1503-1514, 2010.

ZIMBACK, C. R. L. Análise espacial de atributos químicos de solos para fins de mapeamento da fertilidade do solo. 2001. 114f. Tese (Livre-Docência em Levantamento do solo e Fotopedologia) – Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2001.