Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Dependência Espacial de Atributos Químicos do Solo em Áreas com Históricos Agrícolas Distintos

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/II-SGEA-a21

 

downloadpdf

Leonardo Anchieta1, Javier D. P. Gómez2, Natalie V. R. Mendoza3, Gerd Sparovek4 & Alexandre P. B. Franco5

 

Resumo: O trabalho foi realizado em três áreas distintas com objetivo de analisar a dependência espacial dos atributos químicos do solo sob diferentes manejos e históricos agrícolas. As amostras de solo foram coletadas em malha regular em cada área de 38,5 ha distanciadas 70 m. A estimação dos parâmetros espaciais foi realizada por máxima verossimilhança e a escolha do modelo espacial foi realizado pela informação Akaike-AIC. Em cada área foi realizado uma análise de resíduos levando em função o relevo, o teor de argila e o mapa de solos. Solos com longo histórico agrícola tiveram maior captação de dependência espacial para ambas as profundidades (0-20 e 20-40 cm). Enquanto solos com recente atividade agrícola não apresentaram dependência espacial para a profundidade de 0-20 cm. Os atributos químicos apresentaram comportamento espacial diferente em função do manejo, histórico agrícola e profundidade da coleta da amostra do solo.

Palavras-chave: manejo de solo; agricultura de precisão; máxima verossimilhança

 

Abstract: The study was conducted in three distinct areas in order to analyze the spatial variability of soil chemical properties under different managements and agricultural histories. Was performed for a regular grid of soil samples collected in each area of 38.5 ha distanced by at 70 m. The estimation of spatial parameters was performed by maximum likelihood and the choice of the best fitted spatial model was conducted by the AIC-Akaike information. In each area we also analyses the residues considering slopes, clay content and the soil map. Agricultural soils with a long history had a higher uptake of spatial dependence for both depths (0-20 and 20-40 cm). While agricultural soils with recent activity showed no spatial dependence on the depth of 0-20 cm.Soil chemical attributes behaved differently depending on management, agricultural history and depth of soil samples.

Key words: soil management; Precision Agriculture; Maximum likehood.

 

1 Mestrando do programa de ciência do solo/Esalq-USP, Av. Pádua Dias, 11, anchietale@gmail.com
2 Mestrando do programa de ciência do solo/Esalq-USP, jdpulidog@gmail.com
3 Mestranda do programa estatística e experimentação agronômica/Esalq-USP
4 Prof. Dr, Esalq-USP, gerd@usp.br
5 Engenheiro agrônomo, alexandre.aginfo@gmail.com

 

Literatura Citada

CAMBARDELLA, C.A.; MOORMAN, T.B; NOVACK, J.M; PARKIN, T.B; KARLEN, D.L; TURCO R.F.; KNOPKA, A.E. Field-scale variability of soil proprieties in central Iowa soils. Soil Science Society America Journal, Madison, v.58, n.5, p. 1501-1511, 1994.

CAMARGO, E. Desenvolvimento, implementação e tese de procedimentos geostatísticos (Krigeagem) no sistema de processamento de informações georreferenciadas (SPRING). Dissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto) – Instituto de Pesquisas Espaciais, São José dos Campos, 1997. Disponível em: <http://mtc-m12.sid.inpe.br/rep/sid.inpe.br/iris@1912/2005/07.20.08.47.41>.Acesso em:22 jul. 2010.

CARVALHO, MP.; TAKEDA, E.Y.; FREDDI, O.S. Variabilidade espacial de atributos de um solo sob videira em Vitória Brasil (SP). Revista Brasileira de Ciência do Solo, Ilha Solteira, v.27, n.4, p.695-703, 2003.

DIGGLE, P.J.; RIBEIRO JR., P.J. Model-Based geostatistics. New York: Springer, 2007. 228p.

EMBRAPA. Manual de métodos de análise de solo. Centro Nacional de Pesquisa de Solos, Rio de Janeiro, RJ. 2.ed. ver. Atual. Rio de Janeiro, 1997, 212p. (EMBRAPA-CNPS. Documentos, 1).

KULLBACK, S.; LEIBLER, R. A. On information and sufficiency. Annals of Mathematical Statistics, Ann Arbor, v.22, n.1, p.79-86, 1951

MATHERON, G. Principles of geostatistics. Economic Geology, Lancaster, v.58,n.8 p. 1246-1266, 1963.

PLONER, A.; DUTTER, R. New directions in geostatistics. Journal of Statistical Planning and Interence, Amsterdam, v.91, n2 p. 499-509, 2000.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. Disponível em: <http://www.R-project.org>. Acesso em:10 dez. 2010.

RIBEIRO JR., P.J.; DIGGLE, P.J. (2001) geoR: A package for geostatistical analysis. R-NEWS Vol 1, No 2. ISSN 1609-3631

SCHLINDWEIN, J.A.; ANGHINONI, I. Variabilidade horizontal de atributos de fertilidade e amostragem do solo no sistema plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Porto Alegre, v.24, n.1, p.85-91, 2000.

TRANGMAR, B.B.; YOST, R.S.; UEHARA, G. Application of geostatistis to spatial studies of soil properties. Advances in Agronomy, Neward, v.38, n.1, p.45-94, 1985.