Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Espacialização da Vulnerabilidade do Aquífero Guarani no Município de Ribeirão Bonito – SP

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/II-SGEA-a28

 

downloadpdf

João G. T. Queluz1 & José R. Sturaro2

 

Resumo: Nas áreas de recarga o aquífero Guarani é livre e, portanto, sujeito à contaminação de efluentes e rejeitos depositados sobre os solos que o cobrem. Assim, é de extrema importância não apenas sua proteção em todos os níveis, como o conhecimento do seu grau de vulnerabilidade natural. Este trabalho utilizou técnicas de modelagem geoestatística, de ampla aplicação nos estudos de avaliação de depósitos minerais e reservatórios de petróleo, para estudar a vulnerabilidade do Aquífero Guarani no município de Ribeirão Bonito - SP, local onde o aquífero encontra-se exposto. Estas técnicas foram adaptadas para elaborar uma classificação espacial dos índices de vulnerabilidade em termos probabilísticos. Utilizou-se a Krigagem ordinária para obtenção de mapas classificatórios de vulnerabilidade. A vulnerabilidade do aquífero foi determinada pelo Índice de Vulnerabilidade do Aqüífero (AVI), que requer o conhecimento da espessura da zona insaturada e da permeabilidade da mesma. O produto final gerado foi um mapa probabilístico do índice de vulnerabilidade do aquífero Guarani, que apresentou valores entre 0 a 0,33 anos, enquadrando a área estudada na classe AVI de vulnerabilidade Extremamente Alta.

Palavras-chave: krigagem ordinária; índice AVI.

 

Abstract: In recharge areas the aquifer is free and, therefore, subject to contamination of effluents and tailings deposited on soils that cover it. Thus, it becomes crucial not only its protection at all levels, as the knowledge of its degree of natural vulnerability. The present work used geostatistics modeling techniques to study the natural vulnerability of the Guaraní aquifer in the city of Rio Bonito, State of São Paulo, Brazil, where the Guarani aquifer is exposed. These techniques were adapted to develop a spatial classification of vulnerability indices in probabilistic terms. By ordinary kriging method maps of vulnerability classification were obtained. To determine the vulnerability of the aquifer was used the Aquifer Vulnerability Index (AVI), which requires knowledge of unsaturated zone thickness and permeability. The final product was a map with probabilistic index of vulnerability of the Guaraní aquifer, which presented values between 0 to 0.33 years, framing the area studied in the extremely high vulnerability AVI class.

Key words: ordinary kriging; aquifer vulnerability index

 

1 Engenheiro Ambiental, IGCE, UNESP Campus Rio Claro/DGA, queluz13@terra.com.br
2 Geólogo, Professor Adjunto do IGCE, UNESP Campus Rio Claro/DGA, sturaro@rc.unesp.br

 

Literatura Citada

ALLER, L.; BENNET, T.; LEHR, J. H.; PETTY, R. J.. DRASTIC: a standardized system for evaluating groundwater pollution potential using hydrogeologic settings. E.U.A.: EPA, EPA/600/2-85/018, 1987.

FOSTER, S. S. D.; HIRATA, R. C. A. Groundwater pollution risk assessment: a methodology using available data. WHO-PAHO/HPE-CEPIS Technical Manual, Lima, Peru. 81pp, 1988.

STURARO, J. R. Mapeamento Geoestatístico de propriedades Geológico – Geotécnicas obtidas em Sondagens de Simples Reconhecimento. Tese de Doutorado – USP - São Carlos – SP, 1994, 183p.

VON STEMPVOORT, D.; EWERT, L.; WASSENAAR, L. Aquifer Vulnerability Index : a GIS compatible method for groundwater vulnerability mapping. Canadian Water Resources Journal, vol. 18, n. 1, p. 25-37, 1992.