Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Distribuição Espacial da Chuva em Fazendas de Soja e Algodão no Extremo Oeste da Bahia

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/III-SGEA-a12

 

downloadpdf

Flávio Bittencourt1, Everardo C. Mantovani2, Gilberto C. Sediyama3 & Nerilson T. Santos4

 

Resumo: Nos municípios São Desidério e Correntina foram dispostos pluviógrafos durante as safras 2008-2009 e 2009-2010 para monitorar os volumes diários da chuva. Considerando o trimestre mais chuvoso, dezembro, janeiro e fevereiro, foi realizada a modelagem da chuva total. Para realizar a modelagem da chuva foram adotadas técnicas estatísticas que consistiam em detectar valores discrepantes, modelagem da dependência espacial, validação cruzada e construção do mapa da distribuição da chuva por meio da krigagem ordinária. Foi detectado comportamento espacial diferente para as duas safras e também foram observados valores de dispersão diferentes para os volumes de chuva total trimestral. O excesso de chuva para o mês de janeiro na safra 2008-2009 teve picos maiores dos que observados em 2009-2010. Porém na safra 2009-2010, neste mesmo mês, a distribuição temporal da chuva foi mais homogênea.

Palavras-chave: Oeste da Bahia; geoestatística; krigagem

 

Abstract: In counties São Desidério and Correntina pluviographs were disposed during the 2008-2009 and 2009-2010 crops to monitor the daily volumes of rainfall. Consider the wettest quarter, December, January and February, we performed the modeling of the total rainfall. To perform the modeling of rainfall were adopted statistical techniques that consisted in a detection of outliers, modeling of spatial dependence, cross validation and construction of the rainfall distribution map through ordinary kriging. Was detected different spatial behavior for both crops, as were also observed different dispersion values for volumes of quarterly total rainfall. The rainfall excess for the month of January in the 2008-2009 had higher peaks than in 2009-2010. But in the 2009-2010, in the same month, the temporal distribution of precipitation was more homogeneous.

Key words: West of Bahia; geostatistics; kriging

 

1 Doutorando em Engenharia Agrícola, UFV/DEA, Av. P.H. Rolfs, s/nº, Campus Universitário - CEP 36.570-000 - Viçosa - MG, flavio.bittencourt@ifsudestemg.edu.br
2 Professor D. S., UFV/DEA, everardo@ufv.br
3 Professor, Ph. D., UFV/DEA, g.sediyama@ufv.br
4 Professor, Ph. D.. UFV/DET, nsantos@ufv.br

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE, A. C. L. S. Estimativa de recarga da bacia do Rio das Fêmeas através de métodos manuais e automáticos. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais), Universidade de Brasília, Brasília, DF.

BATISTELLA, M.; GUIMARÃES, M.; MIRANDA, E. E.; VIEIRA, H. R.; VALLADARES, G. S.; MANGABEIRA, J. A. C.; ASSIS, M. C. Monitoramento da expansão agropecuária na região oeste da Bahia. Campinas, SP: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2002. 39p., il. (Embrapa Monitoramento por Satélite. Documentos, 20).

DOORENBOS, J.; KASSAM, A. H. Efeito da água no rendimento das culturas. Campina Grande, PB: UFPB, 1994. 306 p. (Estudos FAO. Irrigação e Drenagem, 33).

GRIMES, D. I. F.; PARDO-IGÚZQUIZA, E. Geostatistical Analysis of Rainfall. Geographical Analysis, v.42, 136-160p. 2010.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção agrícola municipal – culturas temporárias e permanentes. Rio de Janeiro, 2010. v. 37.

ISAAKS, I.; SRIVASTAVA, R. M. An Introduction to Applied Geostatistics. 1989.

JAKOB, A. A. E.; YOUNG, A. F. O uso de métodos de interpolação espacial de dados nas análises sociodemográficas. Anais XV Encontro Nacional de Estudos Populacionais, ABEP. Caxambu, MG. 2006.

MANTOVANI, E. C.; BERNARDO, S.; PALARETTI, L. F. Irrigação: princípios e métodos. 3.ed. Viçosa: Editora UFV, 2009. 355 p.

MELO JÚNIOR, J. C. F.; SEDIYAMA, G. C.; FERREIRA, P. A.; LEAL, B. G.; MINUSI, R. B. Distribuição espacial da frequência de chuvas na região hidrográfica do Atlântico, Leste de Minas Gerais. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, PB. v.10, n.2, p.417-425, 2006.

SANO, E. E.; SANTOS, C. C. M.; SILVA, E. M.; CHAVES, J. M. Fronteira agrícola do oeste baiano: considerações sobre os aspectos temporais e ambientais. Geociências, v.30, n.3, p.479-489. São Paulo, UNESP, 2011.

SOUZA, E. R.; MONTENEGRO, A. A. A.; MONTENEGRO, S. M. G. L.; SANTOS, T. E. M.; ANDRADE, T. S.; PEDROSA, E. R. Variabilidade espacial das frações granulométricas e da salinidade em um Neossolo Flúvico do semi-árido. Ciência Rural, v.38, n.2, 698-704, 2008.

TANAJURA, C. A. S.; GENZ, F.; ARAÚJO, H. A. Mudanças climáticas e recursos hídricos na Bahia: validação da simulação do clima presente do HADRM3P e comparação com os cenários A2 e B2 para 2070 e 2100. Revista Brasileira de Meteorologia, v.25, n.3, 345-358, 2010.