Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Distribuição Espacial dos Macronutrientes em Um Latossolo Cultivado com Pastagem

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/III-SGEA-a20

 

downloadpdf

Eduardo O. J. Santos1 & Ivoney Gontijo2

 

Resumo: Estudos que visem elucidar a variação espacial de atributos de solos associada à resposta de produção de lavouras podem contribuir para a aplicação racional de insumos, possibilitando ganhos econômicos e ambientais. Objetivou-se no presente estudo descrever a distribuição espacial dos macronutrientes Ca, Mg, P e K e da produtividade de uma cultivada com pastagem no município de Ponto Belo – ES. O experimento foi conduzido em área cultivada com pastagem de variedade capim-braquiária (Brachiaria decumbens) com 10 anos, localizada no município de Ponto Belo – ES. Instalou-se uma malha retangular de 100 x 122 m (12.200 m2) com 126 pontos, com uma distância mínima de 5 metros. Em cada ponto amostral foram coletadas amostras de solo, na profundidade de 0-20 cm e a determinação da produtividade da pastagem. Os resultados foram submetidos à análise geoestatística e os atributos químicos estudados apresentaram estrutura de dependência espacial moderada. O estudo da variabilidade espacial dos atributos químicos do solo pela geoestatística utilizando-se a técnica da krigagem desponta como ferramenta imprescindível na compreensão do comportamento dos nutrientes no solo, podendo ser fundamental no auxílio à tomada de decisão que visem maior produtividade da área cultivada com pastagem.

Palavras-chave: Brachiaria decumbens; geoestatística; macronutrientes

 

Abstract: Studies on the spatial variation of soil properties associated with the response of crop yields may contribute to a rational application of inputs, enabling economic and environmental gains. The purpose of this work was to describe the spatial distribution of macronutrients Ca, Mg, P and K and productivity of a cultivated pasture. The study was carried out on a pasture field, variety of Brachiaria decumbens with 10 years, located in Ponto Belo, State of Espírito Santo, Brazil. The experimental area was 100 x 122 m (12.200 m2) with 126 points, with a minimum distance of 5 meters, in a Yellow Latosol. Soil samples were collected in a pasture plantation in the 0-0.20 m layer, in order to evaluate the soil chemical attributes and determining the productivity of the pasture. The results were submitted to geostatistics analysis and attributes studied showed moderate spatial dependence structure. The study of spatial variability of soil chemical properties using geostatistical kriging technique was an important tool in order to understand the behavior of soil nutrients and it can be instrumental in assisting decision making aimed at increased productivity of the pasture plantation.

Key words: Brachiaria decumbens; geostatistics; macronutrients.

 

1 Graduando em Agronomia, Centro Universitário do Norte do Espírito Santo da Universidade Federal do Espírito Santo (CEUNES/UFES)/Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas, Rodovia BR 101 Norte, Km 60, Bairro Litorâneo, CEP: 29.932-540, São Mateus - ES, Brasil, eduardoliviera@hotmail.com
2 Professor Doutor, Centro Universitário do Norte do Espírito Santo da Universidade Federal do Espírito Santo (CEUNES/UFES)/Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas, ivoneygontijo@ceunes.ufes.br

 

Literatura Citada

ACTION DEVELOPMENT CORE TEAM. ACTION 2.3 - ESTATCAMP - São Carlos, Brasil, 2012.

ALBUQUERQUE, J. A.; REINERT, D. J.; FIRORIN, J. E. Variabilidade de solo e planta em Podzólico Vermelho-amarelo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 20, p. 151-157, 1996.

CAVALCANTE, E. G. S.; ALVES, M. C.; SOUZA, Z. M.; PEREIRA, G. T. Variabilidade espacial de atributos químicos do solo sob diferentes uso e manejos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 31, p.1329-1339, 2007.

CHAVES, L. H. G.; FARIAS, C. H. A. Variabilidade espacial de cobre e manganês em Argissolo sob cultivo de cana-de-açúcar. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 40, p. 211-218, 2009.

CLARK, I. Practical geostatistics. London, Applied Science Publishers. 1979. 128p.

COSTA, C.; MEIRELLES, P. R. L.; SILVA, J. J.; FACTORI, M. A. Evolução das pastagens cultivadas e do efetivo bovino no Brasil. Veterinária e Zootecnia, Botucatu, v. 15, p.8-17, 2008.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de métodos de análise de solo. 2.ed. Rio de Janeiro: Embrapa CNPS, 1997. 212p.

FIDALSKI, J.; TORMENA, C. A.; SCAPIM, C. A. Espacialização vertical e horizontal dos indicadores de qualidade para um Latossolo Vermelho cultivado com citros. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 31, p.9-19, 2007.

GAMMA DESIGN SOFTWARE. Geoestatistics for the environmental sciences. Version 7.0. Michigan, 2004. 1CD-ROM.

GOMES, J. B. V.; BOLFE, E. L.; CURI, N.; FONTES, H. R.; BARRETO, A. C.; VIANA, R. D. Variabilidade espacial de atributos de solos em unidades de manejo em área piloto de produção integrada de coco. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 32, p.2471-2482, 2008.

ISAAKS, E. H.; SRIVASTAVA, R. M. An introduction to applied geoestatistics. New York, Oxford University Press, 1989. 561p.

LANDIM, P. M. B. Análise estatística de dados geológicos. 2. Ed. São Paulo. UNESP, 2003. 253p.

LIMA, J. S. S.; SOUZA, G. S.; SILVA, S. A. Amostragem e variabilidade espacial de atributos químicos do solo em área de vegetação natural em regeneração. Revista Árvore, Viçosa, v. 34, n. 1, p.127-136, 2010.

MOLIN, J. P. Definição de unidades de manejo a partir de mapas de produtividade. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 22, p. 83-92, 2002.

MACHADO, L. O.; LANA, Â. M. Q.; LANA, R. M. Q.; GUIMARÃES, E. C.; FERREIRA, C. V. Variabilidade espacial de atributos químicos do solo em áreas sob sistema plantio convencional. Revista Brasileira de Ciência Solo, Viçosa, v. 31, p. 591-599, 2007.

PIERCE, F.J.; NOWAK, P. Aspects of precision agriculture. Advances in Agronomy, v. 67, p.1-85, 1999.

PREZOTTI, L. C.; GOMES, J. A.; DADALTO, G. G.; OLIVEIRA, J. A. Manual de Recomendação de Calagem e Adubação para o Estado do Espírito Santo – 5ª aproximação. Vitória: SEEA/INCAPER/ CEDAGRO, 2007. 305p.

SANTOS, E. O. J.; GONTIJO, I.; NICOLE, L. R. Variabilidade espacial de cálcio, magnésio, fósforo, potássio no solo e produtividade da pimenta-do-reino. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.16, n.10, p.1062–1068, 2012.

SILVA, F. M.; SOUZA, Z. M.; FIGUEIREDO, C. A. P.; VIEIRA, L. H. S.; OLIVEIRA, E. Variabilidade espacial de atributos químicos e produtividade da cultura do café em duas safras agrícolas. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 32, n. 1, p. 231-241, 2008.

SILVA, M. S. C. Indicadores de qualidade do solo em sistemas agroflorestais em Paraty, RJ. 2006. 54 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Seropédica.

SILVA, P. C. M.; CHAVES, L. H. G. Avaliação da variabilidade espacial de atributos químicos de um solo do perímetro irrigado de Petrolina, PE. Agropecuária Técnica, Areia, v. 27, p.5–12, 2006.

SOUZA, G. S.; LIMA, J. S. S.; SILVA, S. A.; XAVIER, A. C. Aplicação de lógica fuzzy e geoestatística na análise da fertilidade de um solo sob pastagem. Revista Ciências Agronômicas, Fortaleza, v. 40, n. 3, p. 323-330, 2009.

SOUZA, G. S.; LIMA, J. S. S.; SILVA, S. A.; OLIVEIRA, R. B. Variabilidade espacial de atributos químicos em um Argissolo sob pastagem. Acta Scientiarum Agronomy, Maringá, v. 30, n. 4, p. 589-596, 2008.

STONE, L. F.; SILVEIRA, P. M. Efeitos do sistema de preparo e da rotação de culturas na porosidade e densidade do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 25, p.395-401, 2001.

VIEIRA, S. R.; HATFIELD, J. L.; NIELSEN, D. R.; BIGGAR, J. W. Geostatistical theory and application to variability of some agronomical properties. Hilgardia, Berkeley, v. 51, p.1-15, 1983.

WARRICK, A. W.; NIELSEN, D. R. Spatial variability of soil physical properties in the field. In: HILLEL, D. (ed.). Applications of soil physics. New York: Academic Press, 1980. Cap.2, p.319-344.

ZIMBACK, C. R. L. Análise especial de atributos químicos de solo para o mapeamento da fertilidade do solo. 2001, 114 f. Tese de livre docência - Faculdade de Ciências Agronômicas, Unesp, Botucatu.