Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Variabilidade Espacial da Estrutura de Um Latossolo sob Manejo Inovador em Área Cafeeira Obtidas em Imagens 3D

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/III-SGEA-a51

 

downloadpdf

Carla E. Carducci1, Geraldo C. Oliveira2, Diogo F. Rossoni3 & Richard J. Heck4

 

Resumo: O objetivo deste trabalho foi detectar e modelar a variabilidade espacial da estrutura do solo por meio de imagens tomográficas 3D de um Latossolo sob sistema inovador de manejo onde se utiliza diferentes doses de gesso agrícola. As amostras com estrutura preservada foram coletadas em tubos de acrítico em um Latossolo Vermelho Distrófico típico sob sistema inovador de manejo para cafeeiros (SIMC) nas profundidades de 20 e 80 cm na linha de cultivo em duas doses de gesso, G0: ausência de gesso na linha e G28: 28 Mg ha-1de gesso, com três repetições. A aquisição das imagens foi realizada por meio do EVS MS-8 μ-CT Scanner, sendo as reconstruções feitas com 60 μm de resolução espacial. Os semivariogramas foram calculados para cada imagem obtendo-se as direções ortogonais (X, Y e Z) em função da distância (lag) por meio do plugin “Semivariance 3D” do software ImageJ, onde a semivariância é padronizada no intervalo [0,1]. Os parâmetros do modelo foram obtidos por meio do pacote geoR, os modelos de regressão e o intervalo de predição foram executadas por meio do pacote estatístico R. Uma maior continuidade espacial, nas duas profundidades do solo, foi observada no tratamento G0.

Palavras-chave: imagem 3D; continuidade espacial; estrutura do solo.

 

Abstract: The aim of this study was to detect and modeling the soil structure spatial variability, through X-ray μCT scan 3D in a Latosol under innovative tillage system which uses different doses of gypsum. The samples with preserved structure were collected in plexiglas cylinders in dystrophic Red Latosol under innovative system manegement for coffee (SIMC) at depths of 20 and 80 cm in the cultivation line with two doses of gypsum, G0: absence of gypsum in the line and G28: 28 Mg ha-1 of gypsum, with three replicates. The image acquisition was done by means of EVS MS-8 μCT Scanner, the reconstruction was in spatial resolution of 60 μm. The semivariograms were calculated for each image obtaining the orthogonal directions (X, Y, and Z) versus distance (lag) by mean of plugin "Semivariance 3D" software ImageJ, where semivariance is standardized in the interval [0,1]. The model parameters were obtained through the package geoR. Regression models and prediction interval were performed using the statistical package R. Greater spatial continuity in both soil depths were observed in the treatment G0.

Key words: 3D image; spacial continuity; soil structure

 

1 Engº Agrônoma, Doutoranda em Ciência do Solo,UFLA/Lavras/Departamento de Ciência do Solo,Campus Universitário s/n 37200-000 Lavras-MG,elocarducci@hotmail.com
2 Engº Agrícola, Professor Adjunto I,UFLA/Lavras/Departamento de Ciência do Solo,Campus Universitário s/n 37200-000 Lavras-MG, geraldooliveira@dcs.ufla.br
3 Matemático, Professor Assistente, Departamento de Estatística, Universidade Estadual de Maringá,dfrossoni@uem.br
4 Engº Agrônomo, Professor, UofG,/Guelph-Canada/Environmental Science Department, University of Guelph, rheck@uoguelph.ca

 

Literatura Citada

ÁVILA, L. F.; MELLO, C.R.; SILVA, A. M. Continuidade e distribuição espacial da umidade do solo em bacia hidrográfica da Serra da Mantiqueira. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 14, n.12, p. 1257-1266, 2010.

BOTTEGA, E. L.; QUEIROZ, D. M.; PINTO, F. A. C.; SOUZA, C. M.A. Variabilidade espacial de atributos do solo em sistema de semeadura direta com rotação de culturas no cerrado brasileiro. Revista ciência Agronômica, v. 44, n.1, p. 1-9, 2013.

CAMARGO, L. A.; MARQUES JÚNIOR, J.; PEREIRA, G. T.; HORVAT, R. A. Variabilidade espacial de atributos mineralógicos de um Latossolo sob diferentes formas do relevo. II- correlação espacial entre mineralogia e agregados. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 6, p. 2279-2288, 2008.

CORRÊA, A. N.; TAVARES, M. H. F.; URIBE-OPAZO, M. A. Variabilidade espacial de atributos físicos do solo e seus efeitos sobre a produtividade do trigo. Semina:Ciências Agrárias, v. 30, n. 1, p.81-94, 2009.

COSTA JUNIOR, C.; PÍCCOLO, M. C.; SIQUEIRA NETO, M.; CAMARGO, P. B.; CERRI, C. C.; BERNOUX, M. Carbono em agregados do solo sob vegetação nativa, pastagem e sistemas agrícolas no Bioma Cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 36, n. 4, p. 1311-1321, 2012.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análise de solo.2. ed.revisada. Rio de Janeiro, 2011. 225 p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos.Sistema brasileiro de classificação de solos. 2. ed. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura e Abastecimento, 2006. 306 p.

ISAAKS, E. H.; SRIVASTAVA, R. M. Na introdution to applied geostatistics. New York: Oxford University, 1989. 561p.

JOURNEL, A. G.; HUIJBREGTS, C. J. Mining geostatistics. San Diego: Academic, 1978, 600 p.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: a language and environment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing, 2012. Disponívelem: <http://www.R-project.org>. Acesso em: 2 maio. 2012.

RIBEIRO JR, P. J.; DIGGLE, P. J. geoR: a package for geoestatisticalanalysis. R-NEWS, London, v.1, n.2, p.15-18, 2001.

SCHAFFRATH, V. R.; TORMENA, C. A.; FIDALSKI, J.; ANDRADE, A. C. G. Variabilidade e correlação espacial de propriedades físicas de solo sob plantio direto e preparo convencional. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n.4, p. 1369-1377, 2008.

SANDER, T.; GERKE, H. H.; ROGASIK, H. Assessment of chinese paddy-soil structure using X-ray computed tomography. Geoderma, v. 145, n. 3/4, p. 303-314, 2008.

SERAFIM, M. E.; OLIVEIRA, G. C.; OLIVEIRA, A. S.; LIMA, J. M.; GUIMARÃES, P. T. G.; COSTA, J. C. Sistema conservacionista e de manejo intensivo do solo no cultivo de cafeeiros na região do Alto São Francisco, MG: um estudo de caso. Bioscience Journal, v. 27, n. 6, p. 964-977, 2011.