Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Variabilidade Espacial da Soja e de Alguns Atributos Físicos de Um Latossolo

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/IV-SGEA-a02

 

downloadpdf

Lovera, L. H.1; Lima, E. S.1; Montanari, R.2; Panosso, A. R.3; Silva, T. S.1

 

Resumo: A presente pesquisa objetivou avaliar a dependência linear e espacial da produtividade e componentes de produção da cultura da soja com atributos físicos do solo; analisar as correlações lineares e espaciais os principais atributos físicos do solo que melhor se relacionam com a produtividade e componentes de produção da soja, visando-se implementar os seus aspectos de manejo e conservação, com vistas a proporcionar zonas específicas de manejo. O experimento foi realizado na Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira (FEIS/UNESP), no ano agrícola 2013/14 localizado no município de Selvíria, MS (latitude 20°18’05”S e longitude 52°39’02”W), em um cultivo de soja. Onde foram coletados a produtividade de grãos da soja e alguns atributos físicos de um Latossolo Vermelho Distroférrico, em uma malha de 100 pontos amostrais. Os valores dos alcances geoestatísticos dos atributos estudados ficaram entre 13,2 m (Sil2) e 91,8 m (Are2), portanto, os valores dos alcances a serem utilizados nos pacotes geoestatísticos não deverão ser menores do que 13,2 m.

Palavras-chave: Glycine Max, física do solo.

 

Abstract: This research aimed to evaluate the linear and spatial dependence of productivity and yield components of soybean and their relationship to soil physical properties; to analyze linear and spatial correlations of important soil physical properties that are more closely related to productivity and soybean yield components, aiming to implement their aspects of the soil management and conservation practices, in order to provide site-specific management zones. The experiment was conducted at the Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira (FEIS / UNESP) in the agricultural year 2013/14 located in Selvíria, MS (latitude 20 ° 18'05 "S and longitude 52 ° 39'02" W), in a soybean crop. Productivity and yield of soybeans and some physical attributes of an Oxisol were collected in a grid of 100 sampling points. The geostatistical ranges of the studied attributes were in between 13.2 m (Sil2) and 91.8 m (Are2), so the range of values to be used in geostatistical packages shall not be less than 13.2 m.

Key words: Glycine max, soil physical.

 

1 Estudantes de Pós-Graduação em “Sistemas de Produção”, Universidade Estadual Paulista, UNESP/FEIS, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, Rua Monção, 226, CEP: 15385-000, Ilha Solteira (SP). E-mail: lenon_lovera@hotmail.com; elizeu.florestal@gmail.com; email da TATI....
2 Professor Assistente Doutor, Universidade Estadual Paulista, UNESP/FEIS, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, DEFERS, Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos, Rua Monção, 226, CEP: 15385-000, Ilha Solteira (SP). E-mail: montanari@agr.feis.unesp.br
3 Professor Assistente Doutor, Universidade Estadual Paulista, UNESP/FEIS, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, Departamento de Matemática, Rua Rio de Janeiro, 266, CEP: 15385-000, Ilha Solteira (SP). E-mail: alanrp@mat.feis.unesp.br

 

Literatura Citada

COELHO, A. M.; DORAN, J. W.; SCHEPERS, J. S. Irrigated corn yield as related to spatial variability of selected soil properties. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON PRECISION AGRICULTURE, 4, 1998, St. Paul. Proceedings: American Society of Agronomy, p. 441-452, 1999. Companhia Nacional de Abastecimento - CONAB. Custos de Produção Agrícola: a metodologia da Conab. Brasília: Conab, 2014.

CORÁ, J. E.; ARAUJO, A. V.; PEREIRA, G. T.; BERALDO, J. M. G. Variabilidade espacial de atributos do solo para adoção do sistema de agricultura de precisão na cultura de cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 28, n. 6, p. 1013-1021, 2004.

DALCHIAVON, F.C. et al.,Variabilidade espacial da produtividade do feijoeiro correlacionada com atributos químicos de um Latossolo Vermelho distroférrico sob sistema de semeadura direta. Bragantia, 70:908-916, 2011. Departamento de Economia Rural – DERAL. Secretaria da Agricultura o do abastecimento. Paraná: Deral, 2014.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Manual de métodos de análise do solo. 2.ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA, 1997. (numeração capitulada).

FAHL, J.I.; CAMARGO, M.B.P.; PIZZINATTO, M.A.; BETTI, J. A.; MELO, A.M.T.; MARIA, I.C.; FURLANI, A.M.C. Instruções agrícolas para as principais culturas econômicas. 6.ed. Campinas, Instituto Agronômico, 1998. p.281-282. (Boletim técnico 200)

FRANTI, T. G.; LAFLEN, J. M.; WATSON, D.A. Predicting soil detachment from high-discharge concentrated flow. Trans. ASAE, v. 42, p. 329-335, 1999. GS+: Geostatistics for environmental sciences. 7. ed. Michigan, Plainwell: Gamma Desing Software, 2004. 159p.

MENEGATTI, L. A. A.; MOLIN, J. P. Remoção de erros em mapas de produtividade via filtragem de dados brutos. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.8, n.1, p.126-134, 2004.

PIMENTEL-GOMES, F.; GARCIA, C.H. Estatística aplicada a experimentos agronômicos e florestais: exposição com exemplos e orientações pra uso de aplicativos. Piracicaba: Fealq, 309p. 2002.

SCHLOTZHAVER, S.D.; LITTELL, R.C. SAS system for elementary statical analysis. 2.ed. Cary: SAS, 1997. 441p.

STOLF, R. Teoria e teste experimental de fórmulas de transformação dos dados de penetrômetro de impacto em resistência do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, n.1, v.15, p.229-235, 1991.

WUTKE, E. B.; ARRUDA, F. B.; FANCELLI, A. L.; PEREIRA, J. C. V. N. A.; SAKAI, E.; FUJIWARA, M.; AMBROSANO, G. M. B. Propriedades do solo e sistema radicular do feijoeiro irrigado em rotação de culturas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 24, n. 3, p. 621-633, 2000.