Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Modelo de Correlação Espacial Gaussiana para Cana-de-Açúcar em Relação aos Atributos do Solo

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/IV-SGEA-a30

 

downloadpdf

Grego1,C. R.; Grego2, S.; Rodrigues3, C. A. G.; Vaz4, C. M. P.; Hurtado5, S. M. C.

 

Resumo: A análise geoestatística é utilizada principalmente para acomodar padrões espaciais em adição aos efeitos das covariáveis atributos do solo. O objetivo deste trabalho foi utilizar a análise geoestatística para quantificar o grau de dependência espacial do número de colmos da cana-de-açúcar em relação à correlação dos atributos do solo em Mogi Mirim, SP. Foram determinadas a densidade (g cm-3), umidade (g g-1) do solo, nas profundidades de 15cm e de 30cm, a resistência de penetração em MPa (0-10, 10-20, 20-30, 30-40, 40-50, 50-60 cm) e a quantidade de colmos da cana-de-açúcar por m2 nos 90 pontos de amostragem georreferenciados. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva e métodos de geoestatística utilizando a função de correlação gaussiana entre as covariáveis do solo e a variável quantidade de colmos. Verificou-se a existência de variabilidade espacial para a variável quantidade de colmos e o padrão espacial foi suavizado devido a normalização considerando as covariáveis significativas (densidade do solo 0-15cm, densidade do solo 15-30cm e resistência à penetração 20-30cm), as quais foram utilizadas no modelo geoestatístico gaussiano.

Palavras-chave: covariáveis; geoestatística; variabilidade espacial

 

Abstract: Geostatistical analysis was used to accommodate spatial patterns in addition to the effects of soil attributes covariates. The objective of this study was to use the geostatistical analysis to quantify the spatial dependence of the number of stalks sugar cane in relation to the correlation of soil properties in Mogi Mirim, SP. We determined the density (g cm-3), soil moisture (g g-3) at depths of 0-15cm and 0-30cm the penetration resistance in MPa (0-10, 10-20, 20-30, 30-40 , 40-50, 50-60 cm) and the amount of sugarcane stalks per m2 in 90 points of georeferenced sampling. The data was submitted to descriptive statistical analysis and geostatistical methods using Gaussian correlation function between soil covariates and the variable amount of stems. It was verified the existence of spatial variability for the variable amount of stem and the spatial pattern was understated due to standardization considering the significant covariates (soil density 0-15cm, soil density 15-30cm and penetration resistance 20-30cm) which were used in the geostatistical gaussian model.

Key words: covariates; geostatistics; spatial variability

 

1 Pesquisadora Doutora da Embrapa Monitoramento por Satélite, celia.grego@embrapa.br
2 Doutoranda em Estatística, ESALQ/USP, simone.grego@usp.br
3 Pesquisadora Doutora da Embrapa Monitoramento por Satélite, cristina.rodrigues@embrapa.br
4 Pesquisador Doutor da Embrapa Instrumentação, carlos.vaz@embrapa.br
5 DuPont-Divisão Pioneer Sementes, sandroelbat@gmail.com

 

Literatura Citada

BALASTREIRE, L.A. Potencial de utilização dos conceitos de agricultura de precisão na cultura da cana-de-açúcar. STAB. Açúcar, Álcool e Subprodutos, Piracicaba, v.16, n.4, p.22-26, 1998.

BOX G.E.P; COX D.R. An analysis of transformations. Journal of the Royal Society, v. 26, p. 211-252, 1964.

CAMARGO, O. A., MONIZ, A C., JORGE, L.A, VALADARES, J.M.A.S. Métodos de análise química, mineralógica e física de solos do Instituto Agronômico de Campinas. Campinas: Instituto Agronômico de Campinas, 1986. 93p. (Boletim Técnico, 106).

GOMES, F.P. Curso de estatística experimental. 14.ed. Piracicaba: ESALQ/USP, 2000. 477p.

GOOVAERTS, P. Geostatistics for natural resources evaluation. New York: Oxford University Press, 1997. 476p.

NESI, C. N.; RIBEIRO, A.; BONAT, W. H.; RIBEIRO JR, P. J. Verossimilhança na seleção de modelos para predição espacial. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 37, n. 2, mar/abr, 2013.

TEAM, R Development Core. R: A language and environment for statistical computing. Vienna, Austria, 2008. ISBN 3-900051-07-0. Disponível em: <http://www.R-project.org>. Acesso em: 20 out. 2014.

SOARES, A. Geoestatística para as ciências da terra e do ambiente. Portugal. Lisboa: IST Press. Instituto Superior Técnico, 2006, 214p.

SOUZA, Z. M.; CAMPOS, M. C. C.; CAVALCANTE, I. H. L.; JUNIOR, J. M.; CESARIN, L. G.; SOUZA, S. R. Dependência espacial da resistência do solo à penetração e do teor de água do solo sob cultivo contínuo de cana-de-açúcar. Ciência Rural, Santa Maria-RS, v.36, p.128-134, 2006.

SOUSA, C. C. M.; PEDROSA, E. M. R; MARIO M. R.; EREIRA FILHO, J. V.; SOUZA, M. A. L. M. Influência da densidade do solo infestado por nematoide no desenvolvimento inicial de cana-de-açúcar. Rev. bras. eng. agríc. ambient, Campina Grande –PB, v.18, p. 475–479, 2014.

STOLF, R. Teoria e teste experimental de fórmulas de transformação dos dados de penetrômetro de impacto em resistência do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v.15, n.2, p.229-35, 1991.

VIEIRA, S. R. Geoestatística em estudos de variabilidade espacial do solo. In: NOVAIS, R.F. et al. (Eds). Tópicos em ciência do solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 1, p. 1-53, 2000.

VIEIRA, S. R.; HATFIELD, J. L.; NIELSEN, D. R.; BIGGAR, J. W. Geostatistical theory and application to variability of some agronomical properties. Hilgardia, Oakland, v. 51, n. 1, p. 1-75, 1983.

WARRICK, A.W. & NIELSEN, D.R. Spatial variability of soil physical properties in the field. In: HILLEL, D., ed. Applications of soil physics. New York, Academic Press, 1980. 350p.