Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Estimativa de Estoque de Carbono no Horto Mogi-Guaçu, Mogi-Guaçu - SP

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/IV-SGEA-a34

 

downloadpdf

Polonio1, V. D.; Carvalho², T. M.; Leda³, V. C.; Sartori4, A. A. C.; Zimback5, C. R. L.

 

Resumo: O objetivo deste trabalho foi estimar o estoque de carbono no solo da área do Horto Mogi Guaçu e comparar com mapa de solos e mapa de uso do solo na área estudada. Os dados de análise de solo utilizados foram retirados do Relatório de Levantamento semidetalhado dos solos do Horto Mogi Guaçu (1995) e calculado o estoque de carbono pela matéria orgânica. Foi ajustado o modelo do semivariograma e posterior a isso realizada a interpolação por Krigagem. Foi feito mapa de solos e mapa de classes de solo no software ArcGis 10.2.2. O mapa de Krigagem de estoque representa uniformidade quanto ao carbono estocado em toda a área estudada, principalmente na região central. Os valores de estoque de C nos pontos de coleta variaram entre 17,764 a 80,910 Mg/ha, possuindo somente um valor isolado de 240, 695 Mg/ha de C. Mais de 70% dos pontos amostrais possuem valores acima de 30 Mg/ha. Alguns desses fragmentos pertencem à classe de uso Vegetação Nativa que se localizam em Gleissolos. O uso do solo e o mapa de solos permitiram visualizar a influencia desses parâmetros no valor de estoque de carbono no solo e a krigagem foi fundamental para a estimativa do carbono.

Palavras-chave: Estoque de carbono; krigagem; geoprocessamento.

 

Abstract: The objective of this study was to estimate the carbon stock in the soil of Mogi- Guaçú garden area and compare with soil and land use maps.  Soil analysis data were taken from Mogi-Guaçú garden semidetailed soils Survey Report (1995) and calculated the carbon stock by organic matter. The semivariogram was calculated and after was performed Kriging interpolation. ArcGIS software 10.2.2 was applied to display soil and its classified maps. Stock Kriging map represents uniformity to carbon stored in the area, mainly in the central region was possible to analyze a greater uniformity. The C stock values in the collection points ranged from 17,764 to 80.910 Mg / ha, occurring only one value from 240 to 695 Mg / ha of C. More than 70 % of sample points have values above 30 mg / ha. Some fragments belong to native vegetation use located in Gleissolos area. The land use and soil maps showed this parameters  influenced carbon stock value in soil and kriging was essential for estimating the carbon.

Key words: Carbon stock; kriging; geoprocessing

 

1 Biólogo, aluna PPG em Agronomia: Energia na Agricultura, FCA/UNESP /Departamento de Solos e Recursos Ambientais, Rua José Barbosa de Barros, nº 1780 – Fazenda Experimental Lageado – Botucatu – SP.
2 Engenheiro Agrícola, aluna PPG em Agronomia: Energia na Agricultura, FCA/UNESP /Departamento de Solos e Recursos Ambientais, Rua José Barbosa de Barros, nº 1780 – Fazenda Experimental Lageado – Botucatu – SP.
3 Engenheiro Agrônomo aluno de PPG em Agronomia: Energia na Agricultura, FCA/UNESP /Departamento de Solos e Recursos Ambientais, Rua José Barbosa de Barros, nº 1780 – Fazenda Experimental Lageado – Botucatu – SP.
4 Engenheiro Agrônomo, Doutor em Agronomia: Irrigação e Drenagem, FCA/UNESP/ Departamento de Solos e Recursos Ambientais, Rua José Barbosa de Barros, nº 1780 – Fazenda Experimental Lageado – Botucatu – SP.
5 Prof. Adjunto, FCA/UNESP/ Departamento de Solos e Recursos Ambientais, Rua José Barbosa de Barros, nº 1780 – Fazenda Experimental Lageado – Botucatu – SP.

 

Literatura Citada

BERVEGLIERI, A; MENEGHETTE JUNIOR, M.; PITERI, M. A. Aplicação do interpolador krigagem em modelos digitais de terrenos, comparando-se os casos de isotropia e anisotropia, 2011. Anais... Curitiba. SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 2011, p. 7222-7229.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Centro Nacional de Ensino e Pesquisa Agronômicas. Comissão de Solos. Levantamento de Reconhecimento dos solos do Estado de São Paulo. Rio de Janeiro, SNPA, 1960. 634p. (Boletim 12).

BRASIL. Ministério das Minas e Energia. Secretaria geral, Projeto RADAMBRASIL. Folhas SF. 23/24. Rio de Janeiro/Vitória. Rio de Janeiro, 1983, 780p. (Levantamento de Recursos Naturais, 32).

CERRI, C.C.; BERNOUX, M.; CARVALHO, M.C.S.C. & VOLKOFF, B. Primeiro inventário brasileiro de emissões antrópicas de gases de efeito estufa: Emissões e remoções de dióxido de carbono pelos solos por mudanças de uso da terra e calagem. Brasília, Ministério da Ciência e Tecnologia, 2001. 41p.

DIAS, R. R. A. Modelagem dos estoques de carbono no solo sob diferentes coberturas na região do cerrado. 2010. 120f. Dissertação (Mestrado) - Curso em Ecologia, Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília, Brasília, 2010. Disponível em < http://www.pgecl.unb.br/images/sampledata/arquivos/dissertacoes/2000a2010/2010/Rafael%20Rodrigues%20Alves%20Dias.pdf>.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Rio de Janeiro, Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília: 1999. 412 p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Rio de Janeiro; Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília: 2013. 20 p

FALLOON, P.; JONES, C.D.; CERRI, C.E.; AL-ADAMAT, R.; KAMONI, P.; BHATTACHARYYA, T.; EASTER, M.; PAUSTIAN, K.; KILLIAN, K.; COLEMAN, K. & MILNE, E. Climate change and its impact on soil and vegetation carbon storage in Kenya, Jordan, India and Brazil. Agric. Ecosyst. Environ., 122:114-124, 2007.

INTERGOVERNMENTAL PANEL ON CLIMATE CHANGE - IPCC. Land use, land use change, and forestry. Cambridge, Universidade de Cambridge, 2000. p.5.1-5.75.

ISAAKS, E. H.; SRIVASTAVA, R. M. An introduction to applied geostatistics. New York: Oxford University Press, 1989. 561 p

LAL, R. Forest soils and carbon sequestration. For. Ecol. Manag. Universidade Estadual de Ohio, Columbus, OH 43210, USA, 220:242-258, 2005.

SCHUMACHER,M. V.et al. Quantificação de carbono orgânico na serapilheira, sub-bosque e solo de uma Floresta de Pinus elliottiiEngelm. aos 36 anos, em Santa Maria, RS. In. SANQUETTA, C. R. et al. (eds.).Fixação de carbono: atualidades, projetos e pesquisas.Curitiba, 2004. p. 125-132.

SCHUMACHER, M. V.; WITSCHORECK, R. Inventário de carbono em povoamentos de Eucalyptus ssp. nas propriedades fumageiras do Sul do Brasil: um estudo de caso. In. SANQUETTA, C. R. et al (eds.). Fixação de carbono: atualidades, projetos e pesquisas. Curitiba, 2004. p. 111-124.

SMITH, P. Land use change and soil organic carbon dynamics. Nutr. Cycling Agroecosyst., v. 81:169-178, 2008. doi

VALLADARES, G. S. Sistema de gestão territorial da ABAG/RP, Campinas, EMBRAPA, 2005. 105 p.

VIEIRA, S. R.; Geoestatística em estudos de variabilidade espacial do solo. Tópicos em Ciência do Solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. v. 1, , p.1-55, 2000.

WAKSMAN, S. Principles of soil microbiology. Ed. 2. Baltimore, Williams & Wilkings Company, 1952. 894 p.