Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avalição do Ambiente Térmico de Um Aviário Localizado no Semiárido Pernambucano

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/IV-SGEA-a44

 

downloadpdf

Gonçalves2, I. C. M.; Vasconcelos3, O. C. M.; Ramos1, C. M. C.; Turco4, S. H. N.

 

Resumo: O trabalho teve como objetivo principal caracterizar a variabilidade espacial de temperatura do ar de um aviário utilizado para confinamento de frangos de corte localizado na cidade de Petrolina-PE, em diferentes horários. A variável temperatura do ar foi registrada em 70 pontos distribuídos na área do galpão para o estudo da variabilidade espacial e a construção de mapas por krigagem. As coletas dos dados de temperatura do ar foram feitas na estação de primavera, no mês de novembro de 2014 em diferentes horários, 9 horas da manhã e 15 horas da tarde. Por meio dos resultados obtidos foi possível verificar que o uso da geoestatística possibilitou definir áreas com diferentes variabilidades espaciais para temperatura do ar, mostrando que todo o aviário apresentou valores de temperatura acima do recomendado para o conforto térmico animal. Desta maneira, para atingir o conforto térmico dentro desta instalação, no período estudado, é necessário o uso de sistemas de ventilação natural/artificial.

Palavras-chave: Variabilidade espacial; temperatura do ar; frangos de corte.

 

Abstract: The work aimed to characterize the spatial variability of air temperature of an aviary used for confinement of broiler chickens in the city of Petrolina-PE at different times. The air temperature variable was recorded in 70 points distributed in the shed area for the study of spatial variability and the construction of maps by kriging. Sampling of air temperature data were made in the spring season, in November 2014 at different times, 9 am and 15 pm. Through the results we found that the use of geostatistics made it possible to find areas with different spatial variability for air temperature, showing that all avian presented temperature values above recommended for thermal comfort. Thus, to achieve thermal comfort inside this facility during the study period, it is necessary to use natural / artificial ventilation systems.

Key words: Spatial variability; air temperature; broilers.

 

1 Pós-Graduanda em Engenharia Agrícola - UNIVASF, Juazeiro, BA. e-mail: indira_cristiane@hotmail.com
2 Pós-Graduando em Engenharia Agrícola - UNIVASF, Juazeiro, BA. e-mail: eng.osvaldocampelo@hotmail.com
3 Professor Adjunto CPGEA – UNIVASF, Juazeiro, BA. e-mail: clovis.ramos@univasf.edu.br
4 Professora Adjunto CPGEA – UNIVASF, Juazeiro, BA. e-mail: silvia.turco@univasf.edu.br

 

Literatura Citada

AERTS, M.; WATHES, C. M.; BERCKMANS, D. Dynamic data-based modeling of heat production and growth of broiler chickens: development of an integrated management system. Biosystems Engineering, v.84, p.257-66, 2003.

BAÊTA, F. C.; SOUZA, C.F. Ambiência em edificações rurais – conforto animal. Viçosa: UFV, 269p. 2010.

CAMBARDELLA, C.A.; MOORMAN, T.B.; PARKIN, T.B.; KARLEN. D.L.; NOVAK, J.M.; TURCO, R.F.; KONOPKA, A.E. Field scale variability of soil properties in Central Iowa soils. Soil Science Society of America Journal, v.58, n.5, p.1501-1511, 1994.

CARVALHO, T. M. R.; MOURA, D. J.; SOUZA, Z. M.; SOUZA, G. S.; BUENO, L. G. F. Qualidade da cama e do ar em diferentes condições de alojamento de frangos de corte. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, n.4, p.351-361, abr. 2011.

FARIA, F.F.; MOURA, D.J.; SOUZA, Z.M.; MATARAZZO, S. V. Variabilidade espacial do microclima de um galpão utilizado para confinamento de bovinos de leite. Ciência Rural, Santa Maria, v. 38, n. 9, p. 2498-2505, 2008.

FURTADO, D. A.; AZEVEDO, P. V.; TINÔCO, I. F. F. Análise do conforto térmico em galpões avícolas com diferentes sistemas de acondicionamento. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.7, n.3, p.559-564, 2003.

GOOVAERTS, P. Geostatistical modeling of uncertainty in soil science. Geoderma, v.103, n.1-2, p.3-36, 2001.

ISAAKS, E. H.; SRIVASTAVA, R. M. An introduction to applied geoestatistics. New York: Oxford University, 1989. 561p.

LITTLE, T.M.; HILLS, F.J. Agricultural experimentation. New York: John Wiley & Sons, 1978. 350p

MEDEIROS, B. B. L.; MOURA, D. J.; MASSARI, J. M., CURI, T. M. R.; MAIA, A. P. Uso da geoestatística na avaliação de variáveis ambientais em galpão de suínos criados em sistema “wean to finish” na fase de terminação. Revista Engenharia Agrícola, v.34, n.5, p.800-811, 2014.

PONCIANO, P. F.; LOPES, M. A.; YANAGI JÚNIOR, T.; FERRAZ, G. A. S. Análise do ambiente para frangos por meio da lógica Fuzzy: uma revisão. Archivos Zootecnia, v.60, p.1-13. 2011.

SANTOS, P. A.; BAÊTA, F. C; TINÔCO, I. F. F.; ALBINO, L. F. T.; CECON, P. R. Ventilação em modos túnel e lateral em galpões avícolas e seus efeitos no conforto térmico, na qualidade do ar e no desempenho das aves. Revista CERES, v.56, p.172-180, 2009.

TINÔCO, I. DE F. F. Avicultura industrial: Novos conceitos de materiais, concepções e técnicas construtivas disponíveis para galpões avícolas brasileiros. Revista Brasileira de Ciência Avícola, v.3, p.1-26, 2001.

TRANGMAR, B.B. YOST, R.S. UEHARA, G. Applications of geostatistics to spatial studies of soil properties. Advances in Agronomy, v.38, n.1, p.45-94, 1985.

VANNI, S. M. Modelo de Regressão: Estatística aplicada. São Paulo: Legmar Informática & Editora, 1998. 177p.

VIEIRA, S.R. Geoestatística em estudos de variabilidade espacial do solo. In: Novais, R.F. et al. (Eds.). Tópicos em ciênciado solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2000, V.1, p.1-53.

WARRICK, A.W.; NIELSEN, D.R. Spatial variability of soil physical properties in the field. In: HILLEL, D. (Ed.). Applications of soil physics. New York: Academic, 1980. p.319-344.

WELKER, J. S.; ROSA, A. P.; MOURA, D. J.; MACHADO, L. P.; CATELAN, F.; UTTPATEL, R. Temperatura corporal de frangos de corte em diferentes sistemas de climatização. Revista Brasileira de Zootecnia, v.37, p.1463-1467, 2008.