Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Correlação dos Componentes Produtivos da Soja e dos Atributos Químicos do Solo

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/IV-SGEA-a54

 

downloadpdf

Rodrigues1, B. B.; Lovera2, L. H.; Lima2, E. S.; Squizato1, M.; Silva3, V. E.

 

Resumo: O intuito da presente pesquisa foi avaliar a dependência linear e espacial da produtividade e componentes de produção da cultura da soja com atributos químicos do solo, foram analisadas as correlações lineares e espaciais dos principais atributos químicos do solo que melhor se relacionam com a produtividade e componentes de produção da soja, objetivando-se implementar os seus aspectos de manejo e conservação, com vistas a proporcionar zonas específicas de manejo. O experimento foi realizado na Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira (FEIS/UNESP), no ano agrícola 2013/14 localizado no município de Selvíria, MS (latitude 20°18’05”S e longitude 52°39’02”W), em um cultivo de soja. Onde foram coletados a produtividade de grãos da soja e alguns atributos químicos de um Latossolo Vermelho Distroférrico, em uma malha de 100 pontos amostrais. Os valores dos alcances geoestatísticos dos atributos estudados ficaram entre 9,9 m (pH2) e 35,5 m (pH1), portanto, os valores dos alcances a serem utilizados nos pacotes geoestatísticos não deverão ser menores do que 9,9 m.

Palavras-chave: variabilidade espacial; rendimento agrícola

 

Abstract: The purpose of this study was to evaluate the linear and spatial dependence of productivity and soybean yield components with soil chemical properties, linear and spatial correlations of the main soil chemical properties that best relate to productivity and components were analyzed of soybean production, aiming to implement the aspects of the management and conservation, in order to provide specific management zones. The experiment was conducted at the School of Single Island Engineering (FEIS / UNESP) in the agricultural year 2013/14 located in Selvíria, MS (latitude 20 ° 18'05 "S and longitude 52 ° 39'02" W), in a soybean crop. Where were collected productivity of soybeans and some chemical properties of a Hapludox, in a grid of 100 sampling points. The values of the attributes studied geostatistical ranges were between 9.9 m (pH2) and 35.5 m (pH1), so the values of the ranges to be used in geostatistical packages should not be less than 9.9 m.

Key words: spatial variability; agricultural income.

 

1 Estudante de Graduação em Agronomia, Universidade Estadual Paulista, UNESP/FEIS, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, Rua Monção, 226, CEP: 15385-000, Ilha Solteira (SP). E-mail: biabatello@bol.com.br; marielesqui93@gmail.com
2 Estudantes de Pós-Graduação em “Sistemas de Produção”, Universidade Estadual Paulista, UNESP/FEIS, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, Rua Monção, 226, CEP: 15385-000, Ilha Solteira (SP). E-mail: elizeu.florestal@gmail.com; lenon_lovera@hotmail.com; vinicius.silva@eldoradobrasil.com.br
3 Engenheiro Florestal da Empresa Eldorado Brasil Celulose S/A. Av. Aldair Rosa de Oliveira, 1036. CEP 79640-100 Três Lagoas(MS). E-mail: vinicius.silva@eldoradobrasil.com.br

 

Literatura Citada

COELHO, A. M.; DORAN, J. W.; SCHEPERS, J. S. Irrigated corn yield as related to spatial variability of selected soil properties. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON PRECISION AGRICULTURE, 4, 1998, St. Paul. Proceedings: American Society of Agronomy, p. 441-452, 1999.

CORÁ, J. E.; ARAUJO, A. V.; PEREIRA, G. T.; BERALDO, J. M. G. Variabilidade espacial de atributos do solo para adoção do sistema de agricultura de precisão na cultura de cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 28, n. 6, p. 1013-1021, 2004.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA SOJA. Disponível em: http://www.cnpso.embrapa.br/producaosoja/SojanoBrasil.htm. Acesso em 19 jan. 2015.

FAHL, J.I.; CAMARGO, M.B.P.; PIZZINATTO, M.A.; BETTI, J. A.; MELO, A.M.T.; MARIA, I.C.; FURLANI, A.M.C. Instruções agrícolas para as principais culturas econômicas. 6.ed. Campinas, Instituto Agronômico, 1998. p.281-282. (Boletim técnico 200)

FRAZÃO, L. A.; PÍCCOLO, M. C.; FEIGL, B. J.; CERRI, C. C.; CERRI, C. E. P. Propriedades químicas de um Neossolo Quartzarênico sob diferentes sistemas de manejo no Cerrado mato-grossense. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.43, n.5, p. 641-648, 2008.

FREDDI, O. S.; CARVALHO, M. P.; VERONESI JÚNIOR, V.; CARVALHO, G. J. Produtividade do milho relacionada com a resistência mecânica à penetração do solo sob preparo convencional. Engenharia Agricola, v.26, p.113-121, 2006.

GS+: Geostatistics for environmental sciences. 7. ed. Michigan, Plainwell: Gamma Desing Software, 2004. 159p.

MENEGATTI, L. A. A.; MOLIN, J. P. Remoção de erros em mapas de produtividade via filtragem de dados brutos. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.8, n.1, p.126-134, 2004.

RAIJ, B. van. Fertilidade do solo e adubação. Piracicaba, Ceres/Potafos, 1991. 343p.

SCHLOTZHAVER, S.D.; LITTELL, R.C. SAS system for elementary statical analysis. 2.ed. Cary: SAS, 1997. 441p.

SILVA, F. M.; SOUZA, Z. M.; FIGUEIREDO, C. A. P.; MARQUES JÚNIOR, J.; MACHADO, R. V. Variabilidade espacial de atributos químicos e da produtividade na cultura do café. Ciência Rural, n.37, p.401-407, 2007.

SOUZA, L. S.; COGO, N. P.; VIEIRA, S. R. Variabilidade de fósforo, potássio e matéria orgânica no solo, em relação a sistemas de manejo. R. Bras. Ci. Solo, 22:77-86, 1998.

SPIEGEL, M.R. Estatística. 2.ed. São Paulo, McGraw-Hill do Brasil, 1985. 453p.