Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Eficiência de Misturas em Tanque de Herbicidas para o Controle de Erva-Capitão em Grama Bermuda

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VII-SIGRA-a16

 

downloadpdf

Cleber D. de G. Maciel1, André A. P. da Silva2, Ricardo A. K. Karpinski2, Enelise O. Helvig3, Ricardo A. D. Pivatto3 & Reginaldo Brojek4

 

Resumo:  As plantas daninhas podem diminuir a qualidade estética e a usabilidade dos gramados, e o uso de herbicidas é uma maneira de controlá-las. O trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência e seletividade de misturas em tanque de herbicidas para o controle da planta daninha erva-capitão (Hydrocotyle bonariensis) em grama Bermuda. O experimento foi desenvolvido a campo em área sombreada, localizada na Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava/PR, utilizando vasos com grama e a erva-capitão. O delineamento foi o inteiramente casualizado, com dezoito tratamentos herbicidas e quatro repetições. Os herbicidas 2,4-D+picloram (Tordom® 2000 mL ha-1) e 2,4-D (DMA 806 BR® 1000 g ha-1), mesmo em misturas em tanque com imazapic (Plateau® 140 g ha-1), foram seletivos para a grama Bermuda, assim como altamente eficientes no controle da erva-capitão, e também podendo suprimir parcialmente o desenvolvimento da grama.

Palavras-chave: Hydrocotyle bonariensis, Cynodon dactylon, planta daninha.

 

1 Professor Adjunto, Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO, CEP: 85040-080, Guarapuava, PR, cmaciel@unicentro.br;
2 Mestrandos, Programa de Pós-graduação em Agronomia da Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO, CEP: 85040-080, Guarapuava, PR, andrepazinato0@gmail.com, ra-karpinski@hotmail.com;
3 Graduandos do Curso de Agronomia, Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO, CEP: 85040-080, Guarapuava, PR, ene_osco@hotmail.com, pivatto07@gmail.com;
4 Graduando do Curso de Técnico em Agropecuária, Colégio Agrícola Estadual Arlindo Ribeiro, CEP: 85045-640, Guarapuava, PR, reginaldobrojek1@gmail.com.

 

Literatura Citada

ARRUDA, R.L.B.; HENRIQUES, E. Gramados. São Paulo: Europa, 1995. 63p.

KISSMANN, K.G.; GROTH, D. Plantas infestantes e Nocivas: Tomo II. 2. ed. São Paulo: BASF, 1999, 978p.

KUHN, M. P. de S. Principais plantas daninhas em gramados. II Sigra - Simpósio de Gramados: Manejo de Gramas Na Produção e em Gramados Formados. FEPAF: Botucatu, SP, p.1-15, 2004.

LORENZI, H.; SOUZA, H. M. Plantas ornamentais do Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras. 3.ed. Nova Odessa: Plantarum, 2001, 558p.

LORENZI, H. Plantas daninhas do Brasil: terrestres, aquáticas, parasitas e tóxicas. 4.ed. Nova Odessa: Plantarum, 2008, 640p.

MACIEL, C.D.G. Resultados de pesquisa com herbicidas em gramados - um apelo para o registro de produtos. In: Simpósio sobre gramados: tópicos atuais em gramados II. Eds. GODOY, L.J.G. et al. Botucatu: FCA,UNESP, 2010. p.115-134.

MACIEL, C.D.G.; POLETINE, J.P.; RAIMONDI, M.A.; RODRIGUES, M.; RIBEIRO, R.B.; COSTA, R.S.; MAIO, R.M.D. Desenvolvimento de gramados submetidos à aplicação de retardadores de crescimento em diferentes condições de luminosidade. Planta Daninha, v.29, n.2, p.383-395, 2011.

McELROY, J. S.; MARTINS, D. Use of herbicides on turfgrass. Planta daninha, v.31, n.2, p. 455-467, 2013.

SILVA-KOJOROSKI, C.; SCHEFFER-BASSO, S.M.; KLEIN, V.A.; CARNEIRO, C.M.; GUARIENTI, M. Desenvolvimento morfológico das gramas Esmeralda, São Carlos e Tifton 419. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 3, p. 471-477, 2011.

SILVA-KOJOROSKI, C.; SCHEFFER-BASSO, S.M.; KLEIN, V.A.; CARNEIRO, C.M.; GUARIENTI, M. Crescimento estacional das gramas esmeralda, tapete e tifton 49 em condições sutropicais úmidas do sul do Brasil sob distintos preparos de solo. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v.18, n.2-4, p. 204-212, 2012.

SBCPD - Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas. Procedimentos para instalação, avaliação e análise de experimentos com herbicidas. 1ª ed. Londrina: SBCPD, 1995. 42p.