Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Viabilidade de Implantação de Grama Esmeralda em Rodovias

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VII-SIGRA-a38

 

downloadpdf

Ricardo H. Marques1, Tatiane B. G. da Silva2, Thiara S. Nascimento3, Thomas F. de Andrade4 & Roberto L. V. Bôas5

 

Resumo: No Brasil, a grama Batatais (Paspalum notatum) é nativa e, sendo assim, a maior parte da sua produção ainda é por extrativismo. Ela é uma espécie muito comumente utilizada em rodovias, pelo seu baixo valor econômico. No entanto, através de estudos e pesquisas permitiu-se o conhecimento de suas deficiências quanto ao formato irregular de seu tapete e quanto à contaminação por plantas daninhas, que por fim dominam a área. Desta forma, buscando-se a melhoria de gramados de rodovia, foi comparado a eficiência da grama Batatais a uma outra determinada espécie, a grama Esmeralda, Zoysia japonica. O trabalho comparou através de análises as duas espécies citadas. A primeira análise comparou a quantidade de carbono que tinha no “colchão” de amostras de cada espécie. A segunda análise quantificou o tempo de propagação de fogo, e a terceira análise identificou o comportamento das espécies ao estresse hídrico. A grama esmeralda apresentou menor quantidade de carbono em seu “colchão”, além de maior resistência ao estresse hídrico.

Palavras-chave: gramado, estresse hídrico, queimada.

 

1 Graduando do Curso de Agronomia da Universidade Estadual Paulista - UNESP, Faculdade de Ciências Agronômicas - FCA, Botucatu, SP, CEP: 18610-307 rica_h_marques@hotmail.com;
2 Mestranda do Curso de Pós-Graduação em Agronomia/Irrigação e Drenagem - Bolsista Capes – UNESP/FCA, Botucatu, SP, tatibortoletto@live.com;
3 Mestranda do Curso de Pós-Graduação em Agronomia/Irrigação e Drenagem UNESP/FCA, Botucatu, SP, thiarasilvestre@hotmail.com;
4 Doutorando do Curso de Pós-Graduação em Agronomia/Irrigação e Drenagem - Bolsista Capes - UNESP/FCA, Botucatu, SP, gdttom@hotmail.com;
5 Professor Titular da Universidade Estadual Paulista UNESP/FCA, Botucatu, SP, rlvboas@fca.unesp.br

 

Literatura Citada

ALEXANDER, M. Introduction to soil microbiology. 4 ed. New York, John Wiley, 1967. 472p.

BENINCASA, M. M. P. Análise de crescimento de plantas. Jaboticabal: Funep, 1988. 42 p.

CARRIBEIRO, L. S. Potencial de água no solo e níveis de compactação para o cultivo de grama esmeralda. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2010.

COAN, R. M. Efeito do sombreamento no desenvolvimento da grama santo-agostinho (Stenotaphrum secundatum (Walter) Kuntze) e grama esmeralda (Zoysia japonica Steud.).

Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2005.

GODOY, L. J. G.; VILLAS BÔAS, R. L. Produção e consumo de gramas crescem no Brasil. In: AGRIANUAL. Anuário da agricultura brasileira. 10 ed. São Paulo: FNP Consultoria e Agroinformática, 2005. p 35-38.

GRAMA LEGAL. Disponível em: < http://www.gramalegal.org/>. Acesso em: 28 fev. 2015.

KISSMANN, K. G. Plantas infestantes e nocivas. 2 ed. São Paulo: BASF Brasileira, 1997. p 679-684.

MOTA, P. R. D. A. Aplicação via fertirrigação de soluções com diferentes condutividades elétricas para produção de gérbera (Gerbera jamesonii L.) sob ambiente protegido. 2007. 133 f. Tese (Doutorado em Agronomia/ Irrigação e Drenagem)- Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2007.

PETERSON, K.; ARNOLD, K. S. BREMER, D. Custom Light Box for Digital Image Turfgrass Analysis. K- State Turfgrass Research. 2011. p. 89-91.

TRENHOLM, L. E.; UNRUH, J. B. New and not so new lawn grasses for Florida. Gainesville: University of Florida, Institute of Food and Agricultural Sciences, 2006. IFAS Publication Number: ENH1033. Disponível em: <http://edis.ifas.ufl.edu/document_ep288>. Acesso em: 10 de fev. de 2015.