Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Mediação de Conflitos: Uma Interface com a Psicologia Humanista

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2175-5027/psico-imed.v5n1p57-63

https://seer.imed.edu.br/index.php/revistapsico/index 

downloadpdf

Glen R. da Silva1 & Mauro Gaglietti2

  

Resumo: A mediação de conflitos vem sendo cada vez mais utilizada como novo paradigma no que se refere à resolução de conflitos, socioeducação e emancipação social. Frente aos desafios teóricos e técnicos a mediação tende a se aproximar de outras áreas do conhecimento humano para desenvolver seus conceitos e suas técnicas, como por exemplo a Psicologia. O presente artigo, através de uma revisão bibliográfica, pretende provocar a reflexão de quais as possibilidades de interfaces de valores, conceitos e técnicas podem ser construídos entre a mediação de conflitos e a Psicologia Humanista e sensibilizar pesquisadores a desenvolver mais estudos a cerca deste tema, pois se demonstra espantoso a escassez de pesquisas envolvendo Psicologia Humanista e mediação de conflitos apesar de suas proximidades ideológicas.

Palavras-chave: Mediação de Conflitos. Mediador. Psicologia Humanista. Conflitos Interpessoais.

 

Abstract: Conflict mediation is being increasingly used as a new paradigm regarding to conflict resolution, social-education and social emancipation. Faced with the theoretical and technical challenges the mediation tends to approach other fields of human knowledge to develop their concepts and techniques, such as Psychology. This article, by a bibliographic revision method, aims to provoke reflection on what the possibilities of interfaces of values, concepts and techniques can be built between conflict mediation and Humanistic Psychology and sensitize researchers to develop more studies about this subject, because it demonstrates the remarkable lack of research concerning Humanistic Psychology and conflict mediation despite its ideological closeness.

Key words: Conflict Mediation. Mediator. Humanistic Psychology. Interpersonal Conflict.

 

1 Psicólogo formado pela Faculdade Meridional – IMED, Passo Fundo – RS. E-mail: glen.rsilva@gmail.com
2 Doutor em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC RS); Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Graduado em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). E-mail: maurogaglietti@bol.com.br

 

Literatura Citada

Boainain Jr., E. O estudo do potencial humano na Psicologia contemporânea: A corrente Humanista e a corrente Transpessoal. Disponível na World Wide Web: <http://www.encontroacp.psc.br/estudo.htm>. Acessado em: 17.09.2011.

Campos, L. M. Mediação de conflitos: enquadramentos institucionais e posturas epistemológicas. Disponível na World Wide Web: <http://www.tede.ufsc.br/tedesimplificado//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=320>.

Costa e Silva, A.M., et al. (2010). Novos actores no trabalho em educação: os mediadores sócio-educativos. Revista Portuguesa de Educação. [on-line] v.23, n. 2, p.119-151. Braga, Portugal: Universidade do Minho. Disponível na World Wide Web: <http://redalyc.uaemex.mx/src/inicio/ArtPdfRed.jsp?iCve=37417086006>.

Capra, F. (2006). O Ponto de Mutação. São Paulo: Cultrix.

Dias, F. N. (2008). Sistemas de Comunicação, de Conhecimento e de Cultura, Um Olhar Sociológico. Portugal: Instituto Piaget.

Dias, M. T. F. (coord.). (2010). Mediação, cidadania e emancipação social. Ouro Preto: Fórum.

Egger, I.(2009). Mediação comunitária popular: uma proposta para além da conflitologia. 2008. 120 f. Dissertação (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de doutorado. Florianópolis: UFSC.

Mogilka, M.(2005). Educação, desenvolvimento humano e cosmos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3[citado em setembro 2005], p. 363-377. Disponível na Worl Wide Web: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a03v31n3.pdf/>.

Müller, F. G., Beiras, A. & Cruz, R. M.(2007). O trabalho do psicólogo na mediação de conflitos familiares: reflexões com base na experiência do serviço de mediação familiar em Santa Catarina. Canoas: Aletheia.

Oliveira, L. R., & Ramires, V. R. R. (2011). Mediação de conflitos familiares: uma perspectiva teórica. Revista da AJURIS. Porto Alegre: AJURIS.

Paludo, S. S., & Koller, S. (2007). Psicologia Positiva: uma nova abordagem para antigas questões. Análise Psicológica, v. 22 n. 3(citado em 20 de setembro de 2007), p. 597-605. Disponível na World Wide Web: <http://www.scielo.br/pdf/paideia/v17n36/v17n36a02.pdf>.

Ribeiro, C. S., & Nogueira, L. D. (2009). Mediação, Psicologia E Hermenêutica. Disponível na World Wide Web: <http://www.psicologia.pt/artigos/textos/A0246.pdf/>.

Rogers, C. R.(1999). Tornar-se pessoa. 5.ed. São Paulo: Martins Fontes.

Rosenberg, M. B. (2006). Comunicação não-violenta: técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais. São Paulo: Ágora.

Silva, I., Ribeiro, J. P., & Cardoso, H. Dificuldade em perceber o lado positivo da vida? Stresse em doentes diabéticos com e sem complicações crónicas da doença. Disponível na World Wide Web: <http://www.scielo.oces.mctes.pt/pdf/aps/v22n3/v22n3a14.pdf>

Silva, J. E. M. (2008). Mediação de conflitos conjugais: a persistência do conflito e o olhar clínico. Revista Contextos Clínicos, v. 1 n.1 [citado em janeiro de 2008] p.36-42. Disponível na World Wide Web: <http://www.contextosclinicos.unisinos.br/pdf/44.pdf/>.

Teixeira, G. N. (2007). Reflexões sobre a psicologia no Programa de mediação de conflitos: um relato de experiência do trabalho desenvolvido em Minas Gerais. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte – MG, Brasil.v.1 n.1, (citado em 2007) p.17-23. Disponível na World Wide Web: <http://www.fafich.ufmg.br/mosaico/index.php/mosaico/article/viewFile/5/3/>.

Vezzulla, J. C. (2004). Mediação de conflitos com adolescentes autores de ato infracional. Florianópolis: Habitus.

Vezzulla, J. C. (2001ª). Mediação: Guia para Usuários e Profissionais. Florianópolis: Dominguez & Dominguez.

Vezzulla, J. C. (2001b). Teoria e Prática da Mediação. Florianópolis: Dominguez & Dominguez.

Warat, L. A. (1999). Em nome do acordo: a mediação no Direito. Buenos Aires: Almed.

Warat, L. A. (2004). Surfando na pororoca: ofício do mediador. São Paulo: Boiteux.