Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Caracterizando a Surdez: Fundamentação para Intervenções no Espaço Escolar

DOI: http://dx.doi.org/10.18788/2237-1451/rle.v2n4p75-92

http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rle 

downloadpdf

Edilania R. Alves1

 

Resumo: A incipiência de ambientes educacionais inclusivos, vinculados à interpretação construída a respeito da educação oferecida para os alunos vistos como público da educação especial acabam por influenciar as práticas pedagógicas direcionadas a este alunado que em sua maioria centra-se na concessão do acesso a escola e não no acesso aos processos de escolarização. Nessa perspectiva, este artigo objetiva realizar um estudo acerca das características e processos de escolarização do surdo. Para tanto, utilizamos como proposta metodológica a abordagem qualitativa, no qual recorremos como fonte à pesquisa bibliográfica. As variáveis apresentadas nessa pesquisa fizeram-nos concluir que o “fracasso” escolar desse segmento, é advindo das condições de ensino-aprendizagem no qual a escola possibilita e no caso da surdez, por uma organização escolar que valoriza o público ouvinte e não ao surdo, pois sua Necessidade Especial não representa nenhuma limitação cognitiva que impeça o seu progresso acadêmico.

Palavras-chave: Caracterização. Surdez. Escolarização. Educação Inclusiva.

 

Abstract: The paucity of inclusive educational environments, built linked the interpretation about the education offered to students seen as public special education they influence the pedagogical practices aimed at students who this mostly focuses on granting access to school and not access to schooling processes. In this perspective, this paper aims to conduct a study on the characteristics and processes of education of the deaf. We used as a qualitative methodological approach, in which we turn to literature as a source. The variables presented in this study have made us conclude that the "failure" school this segment is coming from the conditions of teaching and learning in which the school provides and in the case of deafness, a school organization that enhances the listening public and not to the deaf therefore its Need Special poses no cognitive limitations that impede their academic progress.

Key words: Characterization. Deafness. Schooling. Inclusive Education.

 

1 Cursando Especialização em Libras pela Faculdade Integradas de Angeles/ Intra Juazeiro do Norte/CE. Especialista em Educação Especial Inclusiva com ênfase no Atendimento Educacional Especializado pela Faculdade de Juazeiro do Norte- FJN, graduada em Pedagogia pela Universidade Regional do Cariri – URCA.

 

Literatura Citada

BASTOS, R. S. Reconhecimento da Perda de Eficácia de Protetor IntraAuricular (Tese de Mestrado) – Universidade Estadual Paulista. Bauru, 2005.

BRASIL. Decreto nº 5.626, Presidência da República, Regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei n°10.098, de 19 de dezembro de 2000. Brasília, de 22 de dezembro de 2005.

BRASIL. Lei 10.436, Presidência da República, Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras e dá outras providências. Brasília, 24 de abril de 2002.

BRASIL. Secretária de Educação Especial. SEESP/MEC. Saberes e práticas da inclusão: Desenvolvendo competências para o atendimento às necessidades educacionais especiais de alunos surdos (Série: Saberes e Práticas da Inclusão). Brasília, 2006.116p.

CARVALHO, Naiana Santos. Surdez e Bilingüismo: perspectivas, possibilidades e práticas na educação para surdos. 2010. 103f. Monografia (Graduação em Pedagogia) - Universidade do Estado da Bahia. Salvador, 2010.

GÓES, Maria Cecília Rafael de. Desafios da Inclusão de alunos especiais: A escolarização do aprendiz e sua constituição como pessoa. In: GÓES, Maria Cecília Rafael de; LAPLANE, Adriana Lia Friszman de. (Org.) Políticas e Práticas de Educação Inclusiva. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2007 (Coleção educação contemporânea).p.69-92.

INES. Série Audiologia. Edição revisada. Rio de Janeiro: INES, 2003.

MATOS, Kelma Socorro Lopes; VIEIRA, Sofia Lerche. Pesquisa: o prazer de conhecer. In: MATOS, Kelma Socorro Lopes; VIEIRA, Sofia Lerche. Pesquisa Educacional: o prazer de conhecer. Fortaleza-CE: Edições Demócrito Rocha/UECE, 2001.p.21-38.

NASCIMENTO, Ana Lucia do. As primeiras aprendizagens da criança surda. 2010.154f. Dissertação (Mestrado em Letras e Ciências Humanas) - Universidade do Grande Rio “Prof. José de Souza Herdy”, Rio de Janeiro, 2010.

PADILHA, Anna Maria Lunardi.O que fazer para não excluir Davi,Hilda,Diogo... In: GÓES, Maria Cecília Rafael de; LAPLANE, Adriana Lia Friszman de. (Org.) Políticas e Práticas de Educação Inclusiva. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2007- (Coleção educação contemporânea).p.93-120.

SANTOS, C.; LIMA, P; ROSSI, P.; Surdez: Detecção e diagnóstico. In: SILVA, R. I.; KAUCHAKJE, S.; GESUELI, M. Z. (Org.). Cidadania, surdez e linguagem: desafios e realidades. São Paulo: Plexus, 2003. parte I, p.17-54.

SILVA, Sandra Maria Gonçalves Fernandes da. Classes Bilíngues para alunos surdos em escolas inclusivas – Modelo de Referência em Pernambuco. Monografia – ( Curso de Especialização). Faculdade de Santa Helena, Recife, 2009. 64 f.

SKLIAR, Carlos. Abordagens sócio-antropológicas em educação especial. In: SKLIAR, Carlos (Org.) Educação & Exclusão: abordagens sócioantropológicas em educação especial. Porto Alegre: Mediação, 1997.p.5-14.

SOUSA. Paloma S. A educação de surdos numa perspectiva educacional inclusiva: realidades e desafios em uma classe regular de EJA. Rio de Janeiro, 2010, 46f. Monografia (Graduação em Pedagogia) – Faculdade de Educação. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2010.