Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Desempenho de Clones de Eucalipto em Resposta a Disponibilidade de Água no Substrato

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v17n03a02

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Sandro D. Tatagiba1, José E. M. Pezzopane2, Edvaldo F. dos Reis3 & Ricardo M. Penchel4

 

Resumo: A água é fundamental no metabolismo das plantas, sendo que uma pequena redução em sua disponibilidade pode afetar o crescimento, desenvolvimento e a produtividade da cultura. O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho de seis clones de eucalipto (1, 2, 3, 4, 5 e 6), crescendo em vasos plásticos, de modo a subsidiar a seleção precoce desses materiais genéticos para estabelecimento em áreas com disponibilidade diferenciada de água no solo. As plantas dos seis clones foram submetidas a três diferentes níveis de manejos hídricos: sem déficit, com a manutenção da umidade próxima à capacidade de campo ao longo de todo o período experimental; déficit com a suspensão da irrigação aos 150 dias de experimentação, durante 45 dias e posterior retomada da irrigação por mais 55 dias; e déficit com a suspensão da irrigação aos 150 dias de experimentação, prolongando até o final do experimento. Foram avaliadas as características de crescimento, a saber: diâmetro do coleto; altura das plantas; área foliar; relação raiz/parte aérea; matéria seca de: folhas, haste e ramos, raízes e total; e as taxas fotossintéticas. O déficit hídrico promoveu redução do crescimento e das taxas fotossintéticas dos seis clones de eucalipto avaliados. A retomada da irrigação contribuiu para a recuperação do crescimento e da fotossíntese dos clones, em relação aos mantidos em déficit hídrico até o final do experimento. O clone 3 apresentou o menor crescimento e a menor taxa fotossintética nos manejos hídricos adotados, principalmente sob deficiência hídrica, sendo o menos tolerante ao déficit hídrico.

Palavras-chave: irrigação, silvicultura, fotossíntese, crescimento

 

Abstract: Water is a critical for plant metabolism. A small decline in water availability can affect plant growth, development and yield. The objective of this study was to evaluate the performance of the six eucalyptus clones (1, 2, 3, 4, 5 and 6), grown in plastic pots, for early selection of genetic material for planting in areas with different ground water availability. Plants of the six clones were grown without water deficit by maintaining moisture near the field capacity throughout the experimental period; water deficit was induced by irrigation suspension for 150 days or for 45 days and resumption of irrigation by more than 55 days; or suspending irrigation for 150 days, and then extended until the end of the experiment. Following growth parameters were evaluated: stem diameter; plant height; leaf areas; root/shoot ratio; total and fractionated dry matter content of leaves, stem, branches, roots, and photosynthesis rate. The water deficit reduced growth, yield, and photosynthesis rate of all the clones. The growth and photosynthesis rate recovered upon irrigation resumption, in relation to maintenance of water deficit until the end of the experiment. The clone 3 had lowest growth and photosynthesis rate in all the water management systems, more so under water deficiency, and was found to be least tolerant to water deficit.

Key words: irrigation, forestry, photosynthesis, growth

 

1 Eng. Agrônomo, Mestre em ..... UFES. Centro de Ciências Agrárias (CCA-UFES), Alegre-ES. CEP: 29500-000. Email: sandrodantatagiba@yahoo.com.br
2 Eng. Florestal, professor Adjunto. UFES. Centro de Ciências Agrárias (CCA-UFES), Alegre-ES. CEP: 29500-000. Email: jemp@cca.ufes.br
3 Eng. Agrícola, professor Adjunto. UFES. Centro de Ciências Agrárias (CCA-UFES), Alegre-ES. CEP: 29500-000. Email: edreis@cca.ufes.br
4 Eng. Agrônomo, pesquisador da Aracruz Celulose S/A, Aracruz, ES. Email: rp@aracruz,com.br

 

Literatura Citada

BERNARDO, S.; SOARES, A. A.; MANTOVANI, E. C. Manual de irrigação. 7. ed. Viçosa: UFV, 2005. 611 p.

CABRAL E.L.; BARBOSA D.C.A.; SIMABUKURO, E. A. Crescimento de plantas jovens de Tabeluia aurea (Manso) Benth. & Hook. ex S. Moore submetidas a estresse hídrico, Acta Botânica Brasílica, v. 18, n.2, p. 241-251, 2004. doi

CARLESSO, R.; SANTOS R.F. Disponibilidade de águas as plantas de milho em solos de diferentes texturas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.23, p.27-33, 1999.

CENTURION, J. F.; ANDREOLI, I. Regime hídrico de alguns solos de Jaboticabal. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 24, p. 701-709, 2000.

CHAVES, J.H. Crescimento, fotossíntese e relações hídricas de clones de eucalipto sob diferentes regimes hídricos. Viçosa: UFV, 2001. 106f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2001.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Centro Nacional de Pesquisas de Solos. Manual de métodos de análise de solos. 2.ed. Rio de Janeiro, 1997. 212p.

FAÇANHA, J.G.V. Aspectos fisiológicos do crescimento de Eucalyptus spp. Submetidos a deficiência hídrica. Viçosa: UFV, 1983. 47f. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 1983.

FIGUERÔA, J.M; BARBOSA, D.C.A; SIMABUKURO, E.A. Crescimento de plantas jovens de Myracrodruon urundeuva Allemão (Anacardiaceae) sob diferentes regimes hídricos, Acta Botânica Brasílica, v. 18, n.3, p. 573-580, 2004.

GONÇALVES, M.R.; PASSOS, C.A.M. Crescimento de cinco espécies de eucalipto submetidos a déficit hídrico em dois níveis de fósforo. Ciência Florestal, Santa Maria, v.10, n.2, p. 145-161, 2000.

KOSLOWSKI, T.T.; PALLARDY, S.G. Physiology of woody plants, 2.ed. San Diego, 1996, 411p.

LARCHER, W. Ecofiosiologia vegetal. São Carlos: Rima, 2004, 531p.

LEVIT, J. Responses of plants to enviromental stresses. II. Water, radition, salt and the other stress. New York: Academic Press, 1980, 606p.

MARTINS, F.B. Desenvolvimento e estresse hídrico em mudas de Eucalyptus grandis (Hill ex Maiden) e Eucalyptus saligna (Smith). Santa Maria: RS, 2007.57f. Dissertação (Mestrado Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.

NOBEL, P.S. Physicochemical and environmental plant physiology. San Diego: Academic press, 1991. 635p.

PEREIRA, M.R.R; KLAR, A. E; SILVA;M.R; SOUZA, R.A; FONSECA, N.R.Comportamento fisiológico e morfológico de clones de Eucalyptus urograndis submetidos a direfentes níveis de água no solo. Irriga, Botucatu, v.11, n.4, p.518-531, 2006.

SILVA, W.; SEDIYAMA, T.; SILVA, A.A.; SOUZA, A.P. Taxa fotossintética líquida de Eucalyptus citriodora Hook e E. grandis W.Hill em respostas a níveis de água no solo e associação com Brachiaria brizantha Staf. Acta Scientiarum, Maringá, v.23, n.5, p.1205-1209, 2001.

SILVEIRA, R.L.V.A; HIGASHI, E.N.; SGARBI, F, et al. Seja o doutor do seu eucalipto. Arquivo do agrônomo. São Paulo. Potafos, n.12, p.1-32, 2001.

SOUSA, M. B. A.; MANTOVANI, E. C.; SOUZA, L. O.; BUFON, V. N.; BONOMO, R. Avaliação de irrigação em propriedades de café conilon no norte do Espírito Santo. In: Irrigação do cafeeiro: informações técnicas e coletâneas de trabalhos. Viçosa: Associação dos Engenheiros Agrícolas de Minas Gerais-UFV; DEA, 2003. 260 p.

STONEMAN, G.L.; TURNER, N.C.; DELL,B. Laef growth, photosynthesis and tissue water relations of greenhouse-grown Eucalyptus marginata seedlings in response to water deficits. Tree Physiology, Victoria, v.14,n.6, p.633-646, 1994. doi

TAIZ, L., ZEIGER E. Fisiologia vegetal. 3. ed. Porto Alegre: Artemed, 2004. 719p.

VANGENUCHTEN, M. T. A closed-form for predicting the hydraulic conductivity of unsaturated soils. Soil Science Society of American Journal, Madison, v. 41, p. 892-898, 1980.