Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Nível de Satisfação das Parturientes do Hospital Regional de Gurupi

DOI: http://dx.doi.org/10.18606/2318-1419/amazonia.sci.health.v3n4p7-13

http://ojs.unirg.edu.br/index.php/2/ 

downloadpdf

Florence G. T. Lainscek1, Marcia da S. F. Perinazzo2 & Eduardo F. de Miranda3

 

Resumo: Introdução: A assistência durante o ciclo gravídico-puerperal tornou-se uma das metas do Ministério da Saúde (MS), através do Projeto Rede Cegonha. Muitos municípios do Brasil executam ações que tentam contemplar os objetivos deste programa. Objetivo: Analisar a percepção das parturientes em relação ao serviço de assistência à saúde prestado no Hospital Regional de Gurupi-TO (HRG). Materiais e Métodos: Estudo transversal quantitativo, realizado após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) sob o número do parecer 985.979/2015, com 59 puérperas que deram entrada no HRG no período de Abril a Maio de 2015. Foi utilizado o Questionário de Experiência e satisfação com o Parto (QESP). Os dados coletados foram tratados com estatística descritiva. Resultados: Foram encontrados resultados satisfatórios nas condições físicas da instituição e em relação aos cuidados prestados pelos profissionais da saúde. Considerações Finais: Infere-se que houve uma perspectiva de natureza satisfatória em relação ao lugar que essa parturiente estava e com a qualidade dos cuidados dos profissionais que se encontravam no momento da sua chegada, enquanto permaneceram no hospital e como decorreu todo o processo de trabalho de parto, parto e pós-parto. 

Palavras-chave: Período pós-parto. Satisfação do paciente. Trabalho de parto.

 

Abstract: Introduction: Care during pregnancy and childbirth has become one of the goals of the Ministry of Health (MOH), through the Network Project Stork. Many municipalities in Brazil perform actions that attempt to consider the objectives of this program. Objective: To analyze the perception of pregnant women in relation to health care services provided at the Regional Hospital of Gurupi-TO. Methods: Quantitative Cross-sectional study carried out after the approval of the Research Ethics Committee (REC) under the number of opinions 985. 979/2015, with 59 mothers received at Hospital from April to May 2015. It was used the Experience Questionnaire and satisfaction with childbirth. The collected data were treated with descriptive statistics. Results: Satisfactory results were found in the physical conditions of the institution and in respect of care provided by health professionals. Final Thoughts: It is inferred that there was a satisfactory nature perspective on the role of that woman in labor was and the quality of care professionals who were at the time of his arrival, while in the hospital and it was carried out throughout the work process of labor, delivery and postpartum.

Key words: Postpartum period. Patient satisfaction. Labor obstetric.

 

1 Fisioterapeuta. Mestranda em Medicina Tropical e Saúde Pública pela Universidade Federal de Goiás-Go. Especialista em Saúde Pública. Professora Auxiliar do Centro Universitário UnirG. Gurupi-TO, Brasil. E-mail: fg.tl@hotmail.com
2 Graduada em Fisioterapia pelo Centro Universitário UnirG. Gurupi-TO, Brasil. Email: marcia.xnet@hotmail.com
3 Educador Físico. Mestre em Ciência da Motricidade Humana pela Universidade Castelo Branco. Professor adjunto do Centro Universitário UnirG. Gurupi-TO, Brasil. E-mail: eduardounirg@gmail.com

 

Literatura Citada

Francisquini AR, Higarashi IH, Serafim S, Bercini LO. Orientações recebidas durante a gestação, parto e pós-parto por um grupo de puérperas. Rev Ciência, Cuidado e Saúde. 2010: 9(4): 743-51.

Menezes LO, Pinheiro RT, Quevedo LA, Oliveira SS, Silva RA, Pinheiro KAT, Santo GCE, Jansen K. O impacto do baixo peso ao nascer relacionado à depressão gestacional para o financiamento federal da saúde pública: uma análise do Município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Cad Saúde Pública. 2012; 28(10): 1939-48. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001000012

Cesar JA, Sutil AT, Santos GB, Cunha CF, Sassi RAM. Assistência pré-natal nos serviços públicos e privados de saúde. Cad Saúde Pública. 2012:28(11): 2106-14. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001100010

Brasil. Ministério da Saúde, Área Técnica de Saúde da Mulher. Parto, Aborto e Puerpério: Assistência Humanizada à Mulher/ Brasília: Ministério da Saúde; 2001.

Canavarro MC, Ramos MM. Adaptação parental ao nascimento de um filho: Comparação da reatividade emocional e psicossintomatologia entre pais e mães nos primeiros dias após o parto. Análise Psicológica. 2007:3(XXV): 399-41

Costa R, Figueiredo B, Pacheco A, Marques A, Pais & A. Questionário de experiência e satisfação com o parto (QESP)*. Psicologia, Saúde & Doenças, 2004:5(1): 159-87.

Domingues RMSM, Santos EM, Leal MC. Aspectos da satisfação das mulheres com a assistência ao parto: Contribuição para o debate. Cad Saúde Pública. 2004; 20(1): 52-62. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2004000700006

Conde, A., Figueiredo, B., Costa, R., Pacheco, A., & Pais, A. – Percepção da experiência de parto: continuidade e mudança ao longo do pós-parto. Psicologia: Saúde & Doenças. Porto. ISSN 1645-0086.8:1 (2007) 49-66.

Oliveira ASS, Rodrigues DP, Guedes MVC, Felipe GF. Percepção de mulheres sobre a vivência do trabalho de parto e parto. Rev Rene. 2010;11(Esp): 32-41

Medeiros IA. Expectativas e grau de satisfação da grávida e puérpera com o tipo de parto. Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Medicina da Universidade da Beira Interior, Covilhã. 2012. Disponível em: < http://www.fcsaude.ubi.pt/thesis/upload/0/1152/teseinsdemedeirospdf.pdf>. acesso:18/09/2013

Duarte CIR. Da expectativa à experiência ser cuidados pelos EESMO na sala de partos. Revista da Associação Portuguesa dos Enfermeiros Obstetras. Almada. ISSN 1646-3625. N.º9 (2008). p. 34-40

Figueiredo B, Costa R, Pacheco A. Experiência de parto: Alguns factores e consequências associadas. Análise Psicológica. 2002. 2(20): 13-27.

D'Orsi E; Brüggemann OM; Diniz CSG; Aguiar JM; Gusman CHRT, Alves J; Angulo-Tuesta AR; Rattner D; Domingues RSM. Desigualdades sociais e satisfação das mulheres com o atendimento ao parto no Brasil: estudo nacional de base hospitalar. Cad. Saúde Pública = Rep. public health;30(supl.1):S168-S168, 08/2014.

Silva AC de S. Vivências da maternidade: expectativas e satisfação das mães no parto. [Dissertation] Coimbra: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade de Coimbra; 2010

Marques AC. Determinantes das Expectativas e satisfação das Mulheres durante o Trabalho de Parto, Parto e Pós Parto. Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu-Portugal. [tese de Mestrado em Enfermagem, Saúde Materna, Obstetrícia e Ginecologia II]. Dezembro 2013.

Citado por

Sem citações recebidas.