Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Eficácia da Utilização de Reexpansão por EPAP, para Prevenção e Reversão de Atelectasia: Revisão de Literatura

DOI: http://dx.doi.org/10.18606/2318-1419/amazonia.sci.health.v3n4p26-31

http://ojs.unirg.edu.br/index.php/2/ 

downloadpdf

José C. R. Coutinho1 & Wiliam F. da Silva Junior2

 

Resumo: Introdução: A atelectasia pulmonar consiste no colapso de um segmento, lobo ou todo o pulmão, o que causa diminuição do volume pulmonar, altera a relação ventilação/perfusão. A pressão expiratória positiva nas vias aéreas (EPAP) tem sido considerada como técnica mecânica para reexpansão pulmonar, para geração e oferta de pressão positiva expiratória (PEEP). Objetivo: Verificar a eficácia da pressão expiratória positiva nas vias aéreas (EPAP), na reversão e prevenção de atelectasia. Materiais e Métodos: Trata-se de um trabalho de revisão de literatura, nas bases de dados Bireme, Scielo, Medline e Lilacs. Para busca foram utilizados os descritores atelectasia pulmonar e fisioterapia. Resultados: A utilização do EPAP mostrou-se eficaz na prevenção e tratamento de atelectasias e outras doenças do sistema respiratório. Mas ainda há necessidade de estudos aprofundados sobre essa terapia na prevenção e reversão de atelectasia. Considerações Finais: Sugerem-se novos estudos fisioterapêuticos nesta área.

Palavras-chave: Atelectasia pulmonar. Fisioterapia.

 

Abstract: Introduction: Pulmonary atelectasis is the collapse of a segment, lobe or entire lung, which causes decreased lung volume, alters the ventilation / perfusion ratio. The expiratory positive airway pressure (EPAP) has been considered as mechanical technique for pulmonary re-expansion, generation and supply of positive expiratory pressure (PEEP). Objective: To determine the effectiveness of expiratory positive airway pressure (EPAP) in reversing and preventing atelectasis. Methods: This is a literature review work, in Bireme databases, Scielo, Medline and Lilacs. To search the pulmonary atelectasis descriptors and physiotherapy were used. Results: The use of EPAP was effective in the prevention and treatment of atelectasis and other diseases of the respiratory system. But there is still need for in-depth studies of this therapy in the prevention and reversal of atelectasis. Final Thoughts: Final Thoughts: We suggest new physiotherapy studies in this area.

Key words: Pulmonary atelectasis. Physical therapy specialty.

 

1 Instituto de Ensino e Pesquisa Objetivo, Araguaína-TO, Brasil. E-mail: jcrc.193@gmail.com
2 Secretaria de Saúde do Tocantins, Centro de Reabilitação - CER, Docente Instituto de Ensino e pesquisa Objetivo, Araguaína-TO, Brasil. E-mail: wiliamfernandes@hotmail.com

 

Literatura Citada

Criscuolo M, Valerio J, Gianicolo ME, Gianicolo EAL, Portaluri M. A vinyl chloride-exposed worker with an adrenal gland 

Nascimento AO, Lamonti CVI, Jardim JR. Reabilitação pulmonar. SOPTERJ [Internet]. 2013 [acesso em 2013 nov 16]; 22(2): 65-69. Disponível em: http://www.sopterj.com.br/revista/2013_22_2/14.pdf

Alvares BR, Pereira IMR, Mezzacappa MA, Stopiglia MS, Pires CS. Atelectasia pulmonar em recém-nascidos: etiologia e aspectos radiológicos. Sci med [Internet]. 2012 jan [acesso em 2013 ago 30]; 22(1). Disponível em: http://www.revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/scientiamedica/article/view/9345/7519

Rieder MM, Costa AD, Vieira SRR. Short-term effects of positive expiratory airway pressure in patients being weaned from mechanical ventilation. Clinics [Internet] 2009 mai [acesso em 2013 nov]; 64(5): 403-8.  http://dx.doi.org/10.1590/S1807-5932200900500006

Freitas FS, Silva LCR, Tavares LD, Barroso EF, Silva MC, Godói RL. Aplicação da pressão positiva expiratória nas vias aéreas (EPAP): existe um consenso? Fisioter mov [Internet] 2009 abr/jun [acesso em 2013 out 17]; 22(2):281-92. Disponível em: http://www.pucpr.br/reol/index.php/RFM?dd1=2711&dd99=pdf 

Drake R, Wayne AV, Mitchell AWM. Gray Anatomia Básica. 1ª Edição. Rio de Janeiro (RJ): Sounders Elsevier; 2013.

Applegate E. Anatomia e Fisiologia. 4ª Edição. Brasil: Elsevier; 2012.

Constanzo LS. Fisiologia. 4ª Edição. Rio de Janeiro (RJ): Saunders Elseviers; 2010.

Levitzky MG. Fisiologia Pulmonar. 7ª Edição. Rio de Janeiro (RJ): Mc. Graw Hill; 2009.

Cavalli F, Nohama P. Novo dispositivo EPAP subaquático no pós-operatório de cirurgia de revascularização do miocárdio. Fisioter mov [Internet] 2013 jan/mar [acesso em 2013 ago 16]; 26(1): 37-45. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-5150201300100004&lng=en&nrm=iso

Ferreira LL, Alves SA. Fisioterapia respiratória no pré-operatório de colecistectomia. J health sci [Internet] 2013 jan/set [acesso em 2013 set 05]; 38(1): 47-51. Disponível em: http://www.files.bvs.br/upload/S/1983-2451/2013/v38n1/a3664.pdf

Hal BJ, Robert MK, Richard EB. Tratado de pediatria. 17ª Edição. Rio de Janeiro (RJ): Saunders Elsevier; 2005.

Cotran R. Patologia: bases patológicas das doenças. 8ª Edição. Rio de janeiro (RJ): Saunders Elsevier; 2010.

Lewis SL, Heitkemper MM, Dirksen SR, Bucher L. Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica: Avaliação e Assistência dos Problemas Clínicos. 8ª Edição. Brasil: Elsevier; 2013.

Lacey G, Berman L, Morley S. Radiografia do Tórax: Um guia prático. 1ª Edição. Rio de Janeiro (RJ): Elsevier; 2010.

Silva LCC, Hetzel JL, Felicetti JC, Moreira JS, Camargo JJ, Porto N. Pneumologia: Princípios e Prática. 1ª Edição. Porto Alegre (RS): Artmed; 2012.

Nacul FE, Japiassú S, Shinotsuka R. Manual de Medicina Intensiva. 1ª Edição. Rio de Janeiro (RJ): Saunders Elsevier; 2009.

Pinto TL, Sampaio LMM, Costa IP, Kawaguchi LYA, Carvalho AFS, Carvalho RA. Análise da variabilidade da frequência cardíaca em indivíduos submetidos a diferentes níveis de pressão expiratória final positiva com pressão expiratória positiva nas vias aéreas. Clin res [Internet] 2013 ago [acesso em 2013 nov 15]; 9(4): 651-65. Disponível em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/artic les/PMC3776180/?report=reader#__ffn_sectitle

Thofehrn C, Coutinho MSSA, Daros CB, Assis AV, Lima RM, Bonin CDB, Benetti M. Efeitos da aplicação da EPAP (Expiratory Positive Airway Pressure) sobre a tolerância ao esforço em pacientes portadores de insuficiência cardíaca. Rev bras med esporte [online]. 2013 [acesso em 2013 ago 16]; 19(2): 87-90. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v19n2/02.pdf

Pissinato IG, Karsten M, Neves LMT, Minatel V, Borghi SA, Catai AM. Pressão expiratória positiva nas vias aéreas não reproduz as respostas de frequência cardíaca à manobra de Valsalva em homens jovens saudáveis. Fisioter pesqui [Internet] 2012 jun [acesso em 2013 set 19]; 19(2): 178-84. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809

Citado por

Sem citações recebidas.