Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Sanitizantes: Concentrações e Aplicabilidade na Indústria de Alimentos

DOI: http://dx.doi.org/10.18188/1983-1471/sap.v15n2p171-174

http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/index 

downloadpdf

Adriana Menegaro1, Aline F. Flores1, Patrícia Simer1, Franceline I. Silva1, Paula R. R. Sbardelotto1 & Ellen P. Pinto2

 

Resumo: Este trabalho tem por objetivo realizar um levantamento dos sanitizantes mais utilizados em empresas da área de alimentos na região sudoeste do Paraná, bem como suas concentrações e aplicabilidade. Aplicou-se um questionário aos colaboradores responsáveis por estas indústrias, indagando sobre quais são os sanitizantes mais utilizados na higienização de equipamentos, utensílios, instalações e mãos. Para os equipamentos e utensílios, os principais sanitizantes utilizados são hipoclorito de sódio (70%), ácido peracético (20%), quaternário de amônio (10%) e em quantidades menores, biguanida e álcool. Já para as instalações, 60% das empresas utilizam hipoclorito de sódio, 20% ácido peracético e 20% biguanida. Para a higienização das mãos, 60% das empresas avaliadas utilizam sabonete neutro e álcool 70%, e 40% informaram utilizar sabonete bactericida com princípio ativo Triclosan®. A partir deste levantamento, foi possível verificar que o sanitizante mais utilizado para equipamentos e utensílios nas indústrias alimentícias do sudoeste do Paraná é o hipoclorito de sódio, principalmente devido a seu baixo custo, fácil acesso e disponibilidade no comércio, aliado à sua eficiência. Para higienização de mãos, o mais utilizado é o detergente neutro, seguido de antissepsia com álcool 70%.

Palavras-chave : contaminação microbiológica, equipamentos, higienização, utensílios, mãos.

 

Abstract : The aim of this work was a survey of more sanitizers used in the food company in the southwest of Paraná, as well as their concentration and applicability. We applied a questionnaire to collaborators responsible for these industries, asking questions about what are the most widely used sanitizer in hygienic cleaning equipment, utensils, installations and hands. For the main equipments and utensils, the sanitizers used are sodium hypochlorite (70%), peracetic acid (20%), quaternary ammonium (10%) and smaller quantity of biguanide and alcohol. As for installations, 60% of companies use sodium hypochlorite, 20% peracetic acid and 20% biguanide. For hand hygiene, 60% of the evaluated companies use neutral detergent and 70% alcohol, and 40% reported using antibacterial soap with active Triclosan®. From this survey we found that the most commonly used sanitizer for equipments and utensils on the Southwestern food industry of Paraná is sodium hypochlorite, mainly due to its low cost, easy access and availability in commerce, allied to its efficiency. For hygienic cleaning of hands, the most widely used was neutral detergent followed by disinfection with 70% alcohol.

Key words : microbiological contamination, equipment, hygiene, utensils, hand.

 

1 Acadêmicos do Curso de Especialização em Gestão da Qualidade na Tecnologia de Alimentos, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, UTFPR, Linha Santa Bárbara s/n, Caixa Postal 135, CEP 85601-970, Francisco Beltrão, Paraná, Brasil. E-mail: adrianamenegaro@gmail.com; nyne_flor@hotmail.com; franiaguczeski@hotmail.com; paula.rrabelo@gmail.com e patriciasimer@hotmail.com
2 Dra. em Ciência e Tecnologia de Alimentos, Departamento Acadêmico de Engenharia de Alimentos, UTFPR. E-mail: ellenporto@utfpr.edu.br *Autor para correspondência

 

Literatura Citada

ANDRADE, N.J. Higiene na indústria de alimentos: avaliação e controle da adesão e formação de filmes bacterianos. São Paulo: Varela, 2008. 412p.

ANDRADE, J.N.; MACEDO, J.A.B. Higienização na indústria de alimentos. São Paulo: Varela, 2008. 182p.

DUCROQUET, J.P. Controle de qualidade na indústria de carnes. 2010. 34p. Monografia (Curso de Especialização Latu Sensu em Higiene e Inspeção de Produtos de Origem Animal) - Universidade Castelo Branco, Curitiba, 2010.

EVANGELISTA, J. Tecnologia de alimentos. São Paulo: Atheneu, 2000. 652p.

FOOD AND DRUG ADMINISTRATION. Sanitization of equipament and utensils. Disponível em: <http://www.cfsan.fda.gov/~dms/fc01-4.html>. Acesso em: 04 dez. 2004.

GERMANO, P.M.L.; GERMANO, M.I.S. Higiene e vigilância sanitária de alimentos: qualidade das matérias-primas, doenças transmitidas por alimentos, treinamento de recursos humanos. 3.ed. São Paulo: Manole, 2008. 1032p.

GERMANO, P.M.L.; GERMANO, M.I.S. Higiene e vigilância sanitária de alimentos. São Paulo: Varela, 2003. 629p.

HAAS, C.N.; MARIE, J.R.; ROSE, J.B.; GERBA, C.P. Assessment of benefits from use of antimicrobial hand products: reduction in risk from handling ground beef. International Journal of Hygiene and Environmental Health, v.208, n.6, p.461-466, ago. 2005.

MACHADO, T.R.M.; MALHEIROS, P.S.; BRANDELLI, A.; TONDO, E.C. Avaliação da resistência de Salmonella à ação de desinfetantes ácido peracético, quaternário de amônio e hipoclorito de sódio. Revista do Instituto Adolfo Lutz, São Paulo, v.69, n.4, p.475-81, 2010.

MARTINS, M.C.V.; RODRIGUES, M.A.C.; OLIVEIRA, M.N.; SAMPAIO, T.M.T. Análise do uso de material e produtos químicos na higienização de equipamentos e utensílios em uma cozinha experimental de preparo de alimentos. Oikos: Revista Brasileira De Economia Doméstica, Viçosa, v.22, n.2, p.195-212, 2011.

NASCIMENTO, H.M.; DELGADO, D.A.; BARBARIC, I.V. Avaliação da aplicação de agentes sanitizantes comocontroladores do crescimento microbiano na indústria alimentícia. Revista Ceciliana, São Paulo, v.2, n.1, p.11-13, jun. 2010.

NOTERMANS, S.; POWELL, S.C. Handbook of hygiene control in the food industry. 1.ed. Boca Raton: CRC Press LLC, 2005. 745p.

OLIVEIRA, D.D.; SILVA, E.N. Salmonella em ovos comerciais: ocorrência, condições de armazenamento e desinfecção da casca. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. Belo Horizonte, v.52, n.6, p.655-661, dez. 2000.

RÊGO, J.C.; FARO, Z.P. Manual de limpeza e desinfecção para unidades produtoras de refeições. São Paulo: Varela, 1999. 63p.

RÊGO, J.C.; FARO, Z.P. Manual de limpeza e desinfecção para unidades produtoras de refeições. São Paulo: Varela, 2003.

ROSSONI, E.M.M.; GAYLARDE, C.C. Comparison of sodium hypoclorite and peracet acid as sanitising agentes for stanless steel food processing surfaces using epifluorescence microscopy. International Journal of Food Microbiology, v.61, n.1, p.81-85, out. 2000.

SILVA, G.; DUTRA, P.R.S.; CADIMA, I.M. Higiene na indústria de alimentos. Recife: EDUFRPE, 2010. 134p.

SILVA, L.R.; SILVA, A.C.A. Higienização das mãos para manipulação de alimentos. Porto Alegre: SENAI-RS, 2006.

SOARES, M.P.M. Avaliação da eficiência de sabonetes com triclosan sobre suspensões bacterianas de Escherichia coli e Staphylococcus aureus aplicadas sobre a superfície das mãos de voluntários. 2013. 69p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.

SOUZA, J.B.; DANIEL, L.A. Comparação entre hipoclorito de sódio e ácido peracético na inativação de E. coli, colifagos e C. perfrigens em água com elevada concentração de matéria orgânica. Engenharia Sanitária e Ambiental, v.10, n.2, p.111-117, abr./jun. 2005.

SREBERNICH, S.M. Utilização do dióxido de cloro e do ácido peracético como substitutos do hipoclorito de sódio na sanitização do cheiro verde minimamente processado. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v.27, n.4, p.744-750, out./dez. 2007.

TELLES, E.M. A higienização na prevenção e no controle do biofilme: uma revisão. 2011. 44p. Monografia (Curso de Especialização em Produção, Tecnologia e Higiene de Alimentos de Origem Animal) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.