Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Mulher e a Realidade Latino-Americana: Uma Análise da Teoria da Dependência a Partir da Perspectiva de Gênero.

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0985/mandragora.v22n1p45-68

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/MA/index 

downloadpdf

José R. A. Loiola1

 

Resumo: O artigo procura apresentar conceitos básicos sobre a teoria da dependência e a teoria de gênero enquanto analisa de forma crítica o imperialismo capitalista na América Latina. Discute as ideias de Theotônio dos Santos, Vania Bambirra, Gunder Frank, Ruy Marini entre outros, em associação com a noção de gênero de Marcella Althaus-Reid e Pateman. O trabalho compõe-se de uma fundamentação teórica, articula a Teoria da Dependência com a Teoria de Gênero, mantendo a crítica contra o imperialismo capitalista e os seus efeitos sócio-econômicos na América Latina.

Palavras-chave: América Latina, Gênero, Teoria da Dependência, Capitalismo.

 

Abstract: The article presents the basic concepts of dependency theory, and gender theory while analyzing critically the capitalist imperialism in Latin America. It discusses the ideas of Theotônio dos Santos, Vania Bambirra, Gunder Frank, Ruy Marini among others, in association with the notion of gender Marcella of Althaus-Reid and Pateman. The work consists of a theoretical foundation, articulates Dependency Theory with the Gender Theory, keeping criticism against global capitalism and its socio-economic effects in Latin America.

Key words: Latin America, Gender, Dependency Theory, Capitalism.

 

1 Mestre em Ciências da Religião (UMESP), Teólogo e Pastor Metodista, Professor na Faculdade Evangélica de Brasília, Especialista em Educação para a Diversidade e Cidadania e em História e Cultura Africana e Afro-brasileira (UFG) e Aluno regular do Programa de Doutorado em Ciências Sociais da UNESP.

 

Literatura Citada

ALTHAUS-REID, Marcela. La teología indecente: perversiones teológicas en sexo, género y política. Barcelona: Bellaterra, 2005. ISBN 978-84-7290-275-6

BAMBIRRA, Vânia. Teoria de la dependência: uma anticrítica: material de formación política de La “Cátedra Che Guevara – Colectivo AMAUTA”. Disponível em: http://www.amauta.lahaine.org/ Acesso em 24 de julho. 2014.

BAMBIRRA, Vânia. O capitalismo dependente latino-americano. Tradução de Fernando Correa Prado e Marina Machado Gouvêa. Florianópolis: Editora Insular, 2012.

BAMBIRRA, Vânia. A mulher chilena na transição para o socialismo. Documentos. Santiago-Chile: Ponto Final, 1971.

DUSSEL, Enrique. 1492 O encobrimento do outro: a origem do mito da modernidade. Conferências de Frankfurt. Tradução de Jaime A.Clasen. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993.

FRANK, André Gunder. Latino America: subdesarrolo capitalista e revolución socialista. Revista Pensamento Crítico, 13, 1968.

GALEANO, Eduardo. As veias abertas da América Latina; 6ª Ed. Tradução Galeano de Freitas, 6ª Ed., Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

GUIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. Tradução de Raul Fiker, São Paulo: Editora Universidade Estadual Paulista, 1991.

MIES, Maria. Patriarchy and Accumulation on a World Scale: women in the international division of labour. New Jersey: Zed Books, 1986.

MARINI, Ruy Mauro. Subdesenvolvimento e revolução. Florianópolis: Insular, 2012.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

MARX, Karl. O Capital V. 1, I ed. 1867, cartas, prefácios e posfácios, disponível em <http://www.marxists.org/portugues/marx/1867/ocapital-v1/prefacioseposfacios.htm#topp> Acesso em: 02 Outub. 2014.

MARX, Karl. A crítica da filosofia do direito de Hegel. Tradução de Conceição Jardim e Eduardo Lúcio Nogueira. Lisboa: Presença, 1972.

OURIQUES, Nildo Domingos. In MARINI, Ruy Mauro; MILLAN, Márgara. La Teoria Social Latinoamericana: subdesarrolo y dependência. Tomo II.

PATEMAN, Carole. Contrato sexual. Tradução de Marta Avancine. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993.

SANTOS FIGUEREDO, José Alcides. Classe social e desigualdade de gênero no Brasil. XXIX Encontro Anual da ANPOCS. GT “Gênero na Contemporaneidade”. 25 a 29 de Outubro de 2005. Disponível em <http://portal.anpocs.org/portal/index.php?option=com_docman&task=doc_view&gid=3700&Itemid=318> . Acesso em: 24 julho 2014.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil para análise histórica. Tradução de Christine dos Santos Dabat e Maria Betânia Ávila. Disponível em <http://www.observem.com/upload/935db796164ce35091c80e10df659a66.pdf> Acesso em: 24 julho 2014.

SANTOS, Theotônio. Imperialismo y dependência. Caracas, Venezuela: Fundación Biblioteca Ayacucho, 2011.

SECRETARIA NACIONAL DE FORMAÇÃO POLÍTICA DO PARTIDO COMUNISTA BRASILEIRO. Curso de iniciação partidária. Disponível em <http://www.pcb.org.br/portal/docs/materialismo.pdf> Acesso em: 24 de julho 2014.

SEGATO, Rita Laura. Território, soberania e crimes de segundo Estado: a escritura nos corpos das mulheres de Ciudad Juarez. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 265-285, maio/ago. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ref/v13n2/26882.pdf>. Acesso em: 11de jun.2016.

SIQUEIRA, Carlos Henrique R. A alegoria patriarcal: Escravidão, Raça e Nação nos Estados Unidos e no Brasil. 275fls. (Tese doutorado). Centro de Pesquisa e pós graduação em história sobre as Américas. UnB - ICS, Brasília, 2007.

STOLKE, Verena. O enigma das interseções: classe, ”raça”, sexo, sexualidade. A formação dos impérios transatlânticos do século XVI ao XIX. Revista de estudos Feministas, Florianópolis, 14(1): 15-42, janeiro-abril/2006. Disponível em https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/8286 > Acesso em 11 de Jul.2014.