crosscheckdeposited

Teologia Queer e Cristrans: Transições Teológicas na Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM)

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0985/mandragora.v22n2p151-195

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/MA/index 

downloadpdf

Eduardo M. de A. Maranhão Filho1

 

Resumo: Apresento aqui considerações preliminares sobre a aplicação da teologia queer – bem como de uma teologia cristrans – na Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM). Penso ainda, de modo superficial, na hipótese de outras teologias referentes a contextos não-cisgêneros e não-hétero, ou seja, que escapem da cisnorma e da heteronorma. Tais reflexões se fundamentam em entrevistas de história oral e entrevistas via Facebook, e tem a pretensão de oferecer um panorama geral sobre o assunto.

Palavras-chave: Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM); teologia queer; gênero, sexualidade e religião.

 

Abstract: What I bring here are preliminary considerations on the queer theology applications - as well as christian theology- in the Metropolitan Community Church (MCC). Though in a superficial way, I also think in the hypothesis of other thologies referring to non-cisgenderd and nonheterate contexts, that is, to escape cistern and heteronorma. These reflections are based on interviews of oral history and interviews via Facebook, and it intends to offer a general panorama on the subject.

Key words: Metropolitan Community Churches (MCC); queer theology; gender, sexuality and religion.

 

1 Presidente da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR, 2015-2017 / 2017-2019). Pós-Doutor em Ciências Humanas pelo Programa Interdisciplinar da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pós-Doutorando em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em História do Tempo Presente pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). E-mail: edumeinberg@gmail.com.

 

Literatura Citada

AGIER, Michel. Distúrbios identitários em tempos de globalização. In: Mana. Estudos de Antropologia Social, vol. 7, n. 2, p. 7-33, 2001.

ALTHAUS-REID, Marcella. Indecent Theology: Theological Perversions in Sex, Gender and Politics. London: Routledge, 2001.

ALTHAUS-REID, Marcella. Teologia indecente. Entrevista a Elaine Brum, Revista Época, Edição 329, 06 set. 2004. Disponível em: <http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0EMI63840-15230,00>

ARQUIVO+ELIANE+BRUM.html. Acesso: 06 out. 2014.

BARBATO, Cesar. Entre a fidelidade religiosa e o amor: a trajetória de mães e pais de filhos homossexuais. Orientação de Sandra Duarte de Souza. Iniciação científica em Teologia apresentada à UMESP, São Bernardo do Campo, 2012.

BOYD, Malcolm. Amazing Grace: Stories of Lesbian and Gay Faith. Crossing Press, Inc., 1991.

BULLOUGH, Vern. Before Stonewall: Activists for gay and lesbian rights in historical context. Taylor & Francis, Inc., 2002.

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero. Feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

BRAIDOTTI, Rosi. Diferença, diversidade e subjetividade. Labrys, Estudos Feministas. n. 1-2, 2002.

CARDOSO, Fernando. Homoafetividade e o Cristianismo. Série Mensagens de Inclusão. São Paulo: Clube de Autores, 2010a.

CARDOSO, Fernando. O Evangelho Inclusivo e a Homossexualidade. São Paulo: Clube de Autores, 2010b.

CHENG, Patrick S. Radical love: an introduction to queer theology. Church Publishing Incorporated, 2011.

FEITOSA, Alexandre. A Igreja Trans. Conhecer para conquistar, conquistar para incluir. Orientações pastorais para a inclusão de travestis e transexuais na Igreja. Brasília: Oásis Editora, 2012.

FEITOSA, Alexandre. Bíblia e homossexualidade. Verdades e mitos. Rio de Janeiro, Metanóia Editora, 2010.

FEITOSA, Alexandre. O prêmio do Amor. Uma abordagem cristã do sexo nas relações homoafetivas. Brasília, DF: Ed. do Autor, 2011.

HALL, Stuart. Quem precisa da identidade? In: SILVA, Tomaz. Tadeu da (Org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, Vozes, 2000.

HARDING, Sandra. A instabilidade das categorias analíticas na teoria feminista. In: Revista de Estudos Feministas, n.1, Florianópolis, p. 7-32, 1993.

JONES, Beth Felker. Marks of His Wounds: Gender Politics and Bodily Resurrection. Oxford University Press, 2007.

JONES, Serene. Feminist Theory and Christian Theology: cartographies of grace. Augsburg Fortress, Publishers, 2000.

JONES, Serene. Trauma and Grace: Theology in a ruptured world. Westminster John Knox Press, 2009.

KUNDTZ, David; SCHLAGER, Bernard. Ministry Among God’s Queer Folk: LGBT Pastoral Care (Center for Lesbian and Gay Studies in Religion and Ministry). LGBT Pastoral Care. Pilgrim Press, The/United Church Press, 2007.

LANZ, Letícia. O corpo da roupa: a pessoa transgênera entre a transgressão e a con-formidade com as normas de gênero. 342 p. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.

MARANHÃO Fº, Eduardo Meinberg de Albuquerque. A Pomba-gira Lady Gaga e a travesti indígena: (Re/des) fazendo gênero no Alto Rio Negro. Mouseion (UniLasalle), v. 22, pp. 151-175, 2015a.

MARANHÃO Fº. Apresentando notas sobre (re/des) empoderamentos de pessoas transgêneras e ex-transgêneras. Oralidades, Revista de História Oral da USP, Ano 8 n.13, p. 131-152, 2016a.

MARANHÃO Fº. Desestabilizando e rasurando conceitos (sobr)e identidades. Agenda Social, volume 9, número 2, p. 31-45, 2016b.

MARANHÃO Fº. “Educar corretamente evitando aberrações”: discursos punitivos / discriminatórios sobre homossexualidades e transgeneridades. Paralellus, Recife, v. 6, n. 12, p. 187-200, jan./jun. 2015b.

MARANHÃO Fº. “É prá baixar o porrete!” Notas iniciais sobre discursos punitivos-discriminatórios acerca das homossexualidades e transgeneridades. Mandrágora, São Bernardo do Campo, v. 21, n. 21, p. 47-87, 2015c.

MARANHÃO Fº. “Falaram que Deus ia me matar, mas eu não acreditei”: intolerância religiosa e de gênero no relato de uma travesti profissional do sexo e cantora evangélica. História Agora, São Paulo, n. 12, p. 198-216, 2011a.

MARANHÃO Fº. “Jesus nasceu pra gente que é travesti e trans também, meu bem”. O primeiro Natal do Ministério Séfora’s de Travestis e Transexuais da CCNEI. Revista Jesus Histórico e sua Recepção, VIII, 15, p. 131-149, 2015d.

MARANHÃO Fº. “Jesus me ama no dark room e quando faço programa”: narrativas de um reverendo e três irmãos evangélicos acerca da flexibilização do discurso religioso sobre sexualidade na ICM (Igreja da Comunidade Metropolitana). Polis e Psique, Edição especial, Porto Alegre, v. 1, n. 3, p. 221-253, 2011b.

MARANHÃO Fº. “Marketing de Guerra Santa”: da oferta e atendimento de demandas religiosas à conquista de fiéis-consumidores. Horizonte, Belo Horizonte, v. 10, n. 25, p. 201-232, 2012a.

MARANHÃO Fº. “Promíscuo é o indivíduo que faz mais sexo que o invejoso”. Entrevista sobre gênero e sexualidade com Cristiano Valério, reverendo da ICM. História Agora, São Paulo, v. 2, n. 14, p. 316-329, 2012b.

MARANHÃO Fº. Quando Clio encontra Hermafrodito e Tirésias, mas Narciso está no caminho: Reflexões a partir de história oral em ministérios de “cura” de travestis. Esboços, Florianópolis, v. 23, n. 35, p. 210-228, 2016c.

MARANHÃO Fº. (Re/des)conectando gênero e religião. Peregrinações e conversões trans* e ex-trans* em narrativas orais e do Facebook. Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós Graduação em História Social da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2014.

MARANHÃO Fº. Sai desse corpo que esse caminho não te pertence! Pessoas trans* e ex-trans* em (re/des)caminhos de gênero, corpo e alma. In: Revista Brasileira de História das Religiões. ANPUH, Ano VIII, n. 24, p. 197-219, 2016d.

MARANHÃO Fº. “Uma Igreja dos Direitos Humanos” onde “promíscuo é o indivíduo que faz mais sexo que o invejoso e inveja é pecado”: Notas sobre a identidade religiosa da Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM). Mandrágora, São Bernardo do Campo, v.21. n. 2, p. 5-37, 2015e.

MUSSKOPF, André Sidnei. A sistematização do pensamento teológico gay no Brasil, 2010. In: CALVANI, Carlos Eduardo (org.). Bíblia e sexualidade – abordagem teológica, pastoral e bíblica. São Paulo: Fonte Editorial, 2010.

MUSSKOPF, André Sidnei. Uma brecha no armário. Propostas para uma Teologia Gay. São Leopoldo: Centro de Estudos Bíblicos/EST, 2005.

MUSSKOPF, André Sidnei. Via(da)gens teológicas: itinerários para uma teologia queer no Brasil. Orientação de Rudolf von Sinner. São Leopoldo: EST/PPG, 2008.

NATIVIDADE, Marcelo Tavares. Deus me aceita como eu sou? A disputa sobre o significado da homossexualidade entre evangélicos no Brasil. Orientação de Peter Fry. Tese em Antropologia apresentada ao PPGSA/UFRJ, Rio de Janeiro, 2008.

NELSON, James B. A homossexualidade e a igreja. In: PROENÇA, Eduardo de. Homossexualidade: perspectivas cristãs. São Paulo: Fonte Editorial, 2008.

NETO, Dário Ferreira de Souza. Deus ainda fala? Por uma análise do discurso teológico. Igreja da Comunidade Metropolitana. Apostila impressa e divulgada no Retiro de Páscoa da igreja em 2011.

MOLTMANN, Jürgen. Experiências de reflexão teológica: caminhos e formas da teologia cristã. São Leopoldo: Unisinos, 2004. In: NUNES, Ronise dos Santos. Deus é Comunidade: estudo sobre as reinterpretações contemporâneas da Doutrina da Trindade, a partir da hermenêutica trinitária social por Jürgen Moltmann. Dourados: Faculdade Teológica Batista Ana Wollerman, 2009. 77 f.

PERRY, Troy; LUCAS, Charles L. The Lord is my shepherd and he knows I’m gay. The Autobiography of the Reverend Troy D. Perry. Nash Publishing Corporation, 1972.

PERRY, Troy; SWICEGOOD, Thomas L.P. Don’t be afraid anymore. The story of Reverend Troy Perry and the Metropolitan Community Churches. St. Martin’s Press, 1992 (a).

PERRY, Troy. Profiles in Gay and Lesbian Courage. St. Martin’s Press, 1992 (b).

PERRY, Troy. 10 Spiritual Truths For successful living for Gays and Lesbians… (and everyone else!). St. Martin’s Press, 2009.

PRECIADO, A esquerda é tão conservadora quanto a direita sobre biopolítica, corpo e sexualidades, 2014, s/p. Disponível em: <http://ggemis.blogspot.com.br/2014/10/beatriz-preciado-esquerda-e-tao.html>. Acesso em: 12 out. 2014.

RETAMERO, Márcio. Banquete dos Excluídos. Série Mensagens de Inclusão 1. Rio de Janeiro, Metanóia Editora, 2009.

RETAMERO, Márcio. Crônicas de um pastor gay. Rio de Janeiro, Metanóia Editora, 2011a.

RETAMERO, Márcio. Manual de Homilética. Igreja da Comunidade Metropolitana. Apostila impressa e divulgada no Retiro de Páscoa da igreja em 2011b.

RETAMERO, Márcio. Manual de Liturgia. Igreja da Comunidade Metropolitana. Apostila impressa e divulgada no Retiro de Páscoa da igreja em 2010a.

RETAMERO, Márcio. Pode a Bíblia incluir? Por um olhar inclusivo sobre as sagradas escrituras. Rio de Janeiro, Metanóia Editora, 2010b.

SANCHIS, Pierre, Inculturação? Da Cultura à Identidade, um Itinerário Político no Campo Religioso: o caso dos agentes de Pastoral negros. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, 20, 2, 1999, p. 55-72.

SILVA, Aramis Luis. Igreja da Comunidade Metropolitana de São Paulo: o perfil de uma igreja inclusiva e militante. In: MARANHÃO Fº, Eduardo Meinberg de Albuquerque (Org.). Anais do 1º Simpósio Internacional da ABHR / 1º Simpósio Sudeste da ABHR, Diversidades e (In)Tolerâncias Religiosas. São Paulo, ABHR, 2013 (p. 1639-1652).

WACQUANT, Loïc. Corpo e alma: notas etnográficas de um aprendiz de boxe. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.

WEISS DE JESUS, Fátima. Unindo a cruz e o arco-íris: vivência religiosa, homossexualidade e trânsitos de gênero na Igreja da Comunidade Metropolitana de São Paulo. Orientação de Miriam Pillar Grossi. Tese em Antropologia encaminhada à UFSC, Florianópolis, 2012.

WILSON, Nancy. Nossa Tribo: Gays, Deus, Jesus e a Bíblia, Metanoia, 2012.

WILSON, Nancy. Our Tribe: A Lesbian Ecu-Terrorist Outs the Bible for the Queer Milennium. Harper Collins Publishers, 1995.

WILSON, Nancy. Our Tribe: Queer Folks, God, Jesus, and the Bible. Alamo Square Press, 2000.

WILSON, Nancy. Outing the Bible: Queer Folks, God, Jesus, and the Christian Scriptures, Life-Journey Press, 2013a.

WILSON, Nancy. Outing the Church: 40 Years in the Queer Christian Movement, LifeJourney Press, 2013b.

WHITE, Mel. Stranger at the Gate: To Be Gay and Christian in America. New York: Plume/Penguin Books, 1995.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In:

SILVA, Tomaz Tadeu da (org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, Vozes, 2000.

 

Entrevistas

ENTREVISTADA 1. Entrevista. São Paulo, 2010. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

ENTREVISTADA 2. Entrevista. São Paulo, 2011. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

ENTREVISTADA 3. Entrevista. São Paulo, 2011. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

FREIRE, Ana Ester Pádua. Entrevista. Facebook, 2016. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

LORD, Marcos/PERÓN, Luandha, Entrevista. São Paulo, 2014. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

LORD, Marcos/PERÓN, Luandha, Entrevista. Facebook, 2016. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SALVADOR, Alexya. Entrevista. São Paulo, 2014. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SALVADOR, Alexya. Entrevista. Facebook, 2016. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SALVADOR JUNIOR, Roberto. Entrevista. São Paulo, 2014. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SILVA, Jean Frank da. Entrevista. Facebook, 2014. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SOUZA, Dário Ferreira de. São Paulo, 2010. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SOUZA, Dário Ferreira de. Facebook, 2016. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SOUZA, Levi de. Entrevista. São Paulo, 2010. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SOUZA, Josiane Ferreira de. Entrevista. São Paulo, 2010 a 2014. Entrevistas concedidas a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

VALÉRIO, Cristiano. Entrevista. São Paulo, 2010. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

VALÉRIO, Cristiano. Entrevista. Facebook, 2016. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

VALDIRENEPONTOCOM. Entrevista. São Paulo, 2010. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

VALDIRENEPONTOCOM. Entrevista. São Paulo, 2014. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.

SILVA, Luiz Gustavo. Entrevista. Facebook, 2016. Entrevista concedida a Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Fº.