Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Crianças Especiais: Atendimento Diferenciado

DOI: http://dx.doi.org/10.15599/0104-4834/cogeime.v22n43p91-104

https://www.redemetodista.edu.br/revistas/revistas-cogeime/index.php/COGEIME/index 

downloadpdf

Márcia E. C. Vignoto1, Alessandra P. L. de Lucas2, Daliléia L. Costa3, Rosi G. P. B. de Freitas4 & Sérgio L. Polizel5

 

Resumo: Este trabalho objetiva apresentar alternativas de trabalho com alunos especiais, no sentido de desenvolver habilidades diversas de aprendizagem, que facilitem o aprendizado nas aulas regulares. O aumento de alunos matriculados nas escolas não esconde o desafio de garantir frequência às aulas e real aprendizagem dos mesmos. Ressalta-se a importância da missão enquanto escola: incluir esses alunos na sociedade e aprender a respeitar sua diversidade de cultura e pensamento, suas limitações físicas, além de oferecer carinho e atenção. Diante desta realidade, o projeto “Crianças especiais: atendimento diferenciado” visa a realizar um trabalho pedagógico com foco na alfabetização, fazendo uso de jogos de raciocínio. E, neste sentido, conta-se com uma ferramenta eficaz obtida mediante a implantação do Projeto Mind Lab-MenteInovadora no Instituto Noroeste de Birigui, estado de São Paulo/Brasil. É importante destacar que na escola há momentos específicos em que se utilizam outros espaços previamente preparados, com dinâmicas diferenciadas, proporcionado melhor concentração e desenvolvimento, além de ser um elemento de integração escola, família e sociedade, preparando o indivíduo para desafios da convivência cidadã. O desenvolvimento deste projeto tem resultado em situações significativas de aprendizagem para as crianças especiais, fazendo com que as mesmas apresentem importantes progressos escolares.

Palavras-chave: educação inclusiva, jogos de raciocínio, adaptações curriculares

 

Abstract: This project aims to show alternatives of working with special pupils, giving them tools to develop several learning skills, which may help in regular classes. The increase of enrolled students in schools does not hide the challenge of having presences to classes and real learning of the same.  Project the importance of the mission as school: insert these students in the society and learn to respect the culture and thought diversity, their body limits besides care and attention offers. In front of this reality, the project “Special children: a different attention” seeks to accomplish a pedagogical job focusing the teaching to read and write, doing the use of reasoning games. According to this, it counts with an efficient tool that was obtained through the implantation of the Project Mind Lab- Mente Inovadora at Instituto Noroeste de Birigui, state of São Paulo/ Brazil. It is important to detach that at school, there are certain moments where other places are previous prepared and used to different dynamics, providing better concentration and development, beyond being an interactive element of the school, family and society, preparing the student for the challenges of a citizen acquaintanceship. The development of this project has as a result significative learning situations for considerable important.

Key words: inclusive education, reasoning games, curricular adaption

 

1 Coordenadora Pedagógica do Instituto Noroeste de Birigui; Professora nos cursos de Pedagogia da FATEB- Faculdade de Ciências e Tecnologia de Birigui e da FEA – Fundação Educacional Araçatuba, São Paulo/Brasil. E-mail: marcia-elaine@hotmail.com
2 Coordenadora Pedagógica do Instituto Noroeste de Birigui; Pedagoga e Psicopedagoga; Coordenadora Pedagógica do segmento de Ensino Fundamental I – Instituto Noroeste de Birigui, São Paulo, Brasil. E-mail: alepllucas@hotmail.com
3 Pedagoga pós-graduada em Educação Infantil; Professora de Pré-escolar I - Instituto Noroeste de Birigui, São Paulo, Brasil. E-mail: dali_dudu@yahoo.com.br
4 Pedagoga pós-graduada em Educação Especial; Professora de Pré-escolar II - Instituto Noroeste de Birigui, São Paulo, Brasil. E-mail: rosipolatobarcelos@hotmail.com
5 Pedagogo pós-graduado em Formação de Professores no Ensino Fundamental e Médio (UNIMEP); Professor de Filosofia; Diretor Pedagógico do Instituto Noroeste de Birigui, São Paulo, Brasil. E-mail: slpolize@noroeste.ialim.br

 

Literatura Citada

ABDA – Associação Brasileira de Déficit de Atenção. O que é o TDAH. Disponível em: http://www.tdah.org.br/

AGUIAR, Joâo Serapião de. Educação Inclusiva: jogos para o ensino de conceitos. Campinas: Papirus, 2004. 

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Secretaria de Educação Especial. Parâmetros Curriculares Nacionais – Adaptações Curriculares. Brasília: MEC/SEF/SEESP, 1999.

BRASIL. Ministério da Educação. Cresce a inclusão em salas de aula. Brasília, 2011. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2011/04/18/cresce-inclusao-de-deficientes-em-sala-comum.

CAVALCANTE, Meire. A escola que é de todas as crianças. Revista Nova Escola. São Paulo, maio, 2005. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/inclusao/educacao-especial/escola-todas-criancas-424474.shtml

FIGUEIREDO, RITA Vieira de. Incluir não é inserir, mas interagir e contribuir. Inclusão: Revista de Educação Especial. BRASIL/MEC/Secretaria da Educação Especial. Brasília: v.5, n 1, jan/jul, 2010.

MAHFOUND, A. (at al.). Aciduria L-2-hidroxiglutárica: aspectos clínicos, bioquímicos y de neuroimagen en dos pacientes venezolanos. 2004. Disponível em: http://www.revneurol.com/sec/resumen.php?or=web&i=e&id=2004143

MAZZOTTA, Marcos J. S. Educação Especial no Brasil: história e políticas públicas. São Paulo: Cortez, 2001.

MÉIER, Marcos; GARCIA, Sandra. Mediação da aprendizagem: contribuições de Feuerstein e de Vygotsky. Curitiba: Edição do Autor, 2007.

MIND LAB/BRASIL. Analisando Informações: livro do professor. Mind Lab do Brasil comércio de Livros Ltda, 2012.

NÚCLEO CRIDUCHAT: aconselhamento e pesquisa. Disponível em: http://www.portalcriduchat.com.br

PADILHA, Anna Maria Lunardi. Práticas pedagógicas na educação especial. Campinas: Autores Associados, 2001.

SANTANA, Ana Lúcia. Deficiência Mental. 2009. Disponível em: http://www.infoescola.com/psicologia/deficiencia-mental/

STAINBACK, Susan; STAINBACK, Willian. Inclusão: um guia para educadores. Porto Alegre: Artmed, 1999.