Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Pensamento Confundente e Corpo na Antropologia Oriental e na Educação Inclusiva

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1043/el.v16n2p114-136

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/index 

downloadpdf

Chie Hirose1

 

Resumo: Tendo como referenciais estudos sociológicos e antropológicos, o artigo examina e discute, a partir do conceito de “pensamento confundente” (Ortega y Gasset), a interação interior/ exterior do ser humano. Nesse quadro, o peculiar conceito japonês de corpo, Mi, muito mais amplo do que o corpo da tradição ocidental, e que supera sua dicotomia mente/corpo, é apresentado (por meio de provérbios, locuções e expressões idiomáticas) e discutido. A partir dessa base, o artigo discute algumas possíveis consequências para a pedagogia, especialmente a questão da educação inclusiva nas escolas públicas.

Palavras-chave: educação, antropologia, cultura, educação inclusiva, corpo, unidade no homem

 

Abstract: From a sociological and anthropological point of view, this article analyzes and discusses the relationship between inner man and outer man (in the key of “confounding thinking” (in the sense of Ortega y Gasset). In this context, the peculiar Japanese concept of “body”, Mi, much broader than our “body”, and surpassing the Western body/mind dichotomy, is presented (by means of Japanese proverbs and idioms) and discussed. Having provided this background, the article discusses some results that follow in Pedagogy, especially inclusion in school.

Key words: education, anthropology, culture, inclusive education, body, unity of man 

 

1 Doutora e pós-doutora da FEUSP. Professora das Faculdades Integradas “Campos Salles” e da rede municipal de ensino de São Paulo