Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Situação da Mulher Angolana: Uma Análise Crítica Feminista Pós-Guerra

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0985/mandragora.v16n16p39-62

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/MA/index 

downloadpdf

Virgínia I. dos Santos1

 

Resumo: Neste trabalho a autora apossa-se das ferramentas da teologia crítica feminista intercultural, para fazer primeiro, uma análise de conjuntura social, cultural e religioso das ideologias veiculadas em Angola antes e depois da colonização, para pontuar a leitora ou o leitor dos motivos que aparecerão nos pontos que seguem, ou seja, segundo, as conseqüências da longa guerra vivida por este povo na vida quotidiana das mulheres e da sociedade em geral e terceiro, como as instituições religiosas têm articulado seu discurso em relação às mulheres e suas lutas. Beneficiando-se das técnicas do pensar feminista, a autora faz uma análise crítica da situação atual da mulher angolana reconhecendo seus esforços e lutas para sua sobrevivência e no combate a discriminação, assim como, a violência domestica, social e religiosa.

Palavras-chave: mulheres; violência; família; religião; guerra; reconstrução.

 

Abstract: In this work the author uses the tools of the critic feminist intercultural theology for: first, analyze the social, cultural and religious conjuncture of the ideologies conveyed in Angola before and after the colonization. This analysis shows to reader the motives that will bepoint in the following sections, that is: second, the consequences of the long war lived by this people, specially, in the daily life of the women and of the society in general and third, how the religious institutions have articulated their talk in relation to women and theirs struggles. Benefiting itself of the techniques of feminist thinking the author critically analyzes the present situation of the Angolan woman recognizing her efforts and struggles to survive and combat the discrimination, as well as the domestic, social and religious violence.

Key words: women; violence; family; religion; war; reconstruction.

 

1 Doutora em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo.

 

Literatura Citada

ALTUNA, Raul Ruiz de Asúa. Cultura Tradicional Banto. Luanda: Editora Âncora, 1985.

DILOLWA, Carlos Rocha. Contribuição à história econômica de Angola. 1978, 349p.

DUCADOS, Henda. A mulher angolana após o final do conflito. http://www.c.r.org/accord/ang/imagos/dancing -g. Acessado em 30/06/05.

FORTES, Carolina. http://www.usaid.gov/our - work. Acessado em 30/06/05.

GUERRA, João Paulo. Savimbi: vida e morte. Chicago: Editora Bertrand, 2002, 350p.

GUERRA, João Paulo. Angola Hoje. A luta por um futuro melhor. Ano 2, no 5. Luanda: Editora Ltda, junho / setembro de 2002, 62p.

GUERRA, João Paulo. Angola Hoje. Independência: 27 anos comemorando em paz. Ano 3, no 6. Luanda: Editora Ltda, outubro /dezembro de 2002, 62p.

GUERRA, João Paulo. Angola Hoje. A reconstrução de uma nação em paz. Ano 2, no 7. Luanda: Editora Ltda, janeiro / fevereiro de 2003, 62p.

GUERRA, João Paulo. Noticias de Angola. Informativo do consulado Geral de Angola no Rio de Janeiro. Ano 8, no 182, 31/07/2002, 6p.

GUERRA, João Paulo. Noticias de Angola. Informativo do consulado Geral de Angola no Rio de Janeiro. Ano 9, no 193, 15/01/2003, 6p.

GUERRA, João Paulo. Noticias de Angola. Informativo do consulado Geral de Angola no Rio de Janeiro. Ano 89, no 195, 15/02/2003, 6p.

MENEZES, Solival. Mamma Angola: sociedade e economia de um país nascente. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo - Fapesp, 2000, 409p.

SANTOS, Virgínia Inácio dos. Um estudo de Zacarias 8,1-17 como base para reflexão deAngola Pós-guerra. Dissertação de Mestrado. São Bernardo do Campo: UMESP, 2003, 194p.

TALI, Jean-Michel Mabeko. Dissidências e Poder de Estado: o MPLA perante si próprio (1962 - 1977), volume 2. Luanda: Editora Nzila, 2001, 334p. (coleção ensaios - 4).

VALAHU, Mugur. Angola: chave de África. Lisboa: Parceria A. M. Pereira, LDA, 1968, 253p.

VICENTE, São. O desafio Industrial de Angola. Luanda: INALD (Instituto Nacional de Livro e de Disco), 1996, 223p.