Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Sabedoria e Profetismo em Q 9.57-62

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-3828/caminhando.v8n1p37-50

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CA 

downloadpdf

Elisa Rodrigues1

 

Resumo: A Fonte dos ditos, também conhecida como Fonte Q é constituída de ditos de sabedoria. O esquema em que foi classificada, de acordo com alguns estudiosos, prevê a relevância do gênero sabedoria em detrimento aos gêneros narrativa, profecia, apocalíptica e outros. Neste artigo discutiremos a relação fruída dos gêneros sabedoria e profecia. Procuraremos demonstrar, por meio das tradições de que se originam nas culturas do Mediterrâneo do primeiro século, a dinâmica de aproximação desses diferentes gêneros.

Palavras-chave: fonte dos ditos (fonteQ); cristianismo primitivo; literatura profética; literatura sapiencial; apocalíptica.

 

1 Elisa Rodrigues é Bacharel em Teologia pela Faculdade Teológica Batista de São Paulo e mestre em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo. Integra o grupo de pesquisa “Estruturas Religiosas Convergentes do Judaísmo e Cristianismo do Primeiro Século” apoiado pela FAPESP. Endereço eletrônico: e_rodrigues@yahoo.com.

 

Literatura Citada

CROATTO, José Severino. Los lenguajes de la Experiencia Religiosa: Estudo de fenomenologia de la religión. Buenos Aires: Docência, 1994.

ELIADE, Mircea. História das Crenças e das Idéias Religiosas. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

ELIADE, Mircea. O mito do eterno retorno. Lisboa: Edições 70, 1992.

ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

GEERTZ, Clifford. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

GEERTZ, Clifford. O Saber Local. Novos Ensaios em Antropologia Interpretativa. Trad. de Vera Mello Joscelyne. Petrópolis: Vozes, 1998.

JACOBSON, Arland D. The first gospel: an introduction to Q. Sonoma: Polibridge Press, 1992.

KLOPPENBORG, John S. Q parallels: synopsis, critical notes & concordance. Sonoma, California: Polebridge Press, 1988.

KLOPPENBORG, John S. The formation of Q: Trajectories in Ancient Wisdom Collections. Philadelphia: Fortress Press, 1989.

KÖSTER, H. Ancient Christian Gospels: Their History and Development. Cambridge, Massachusetts. 1990. p.128-162.

MEEKS, H. C. Early Christianity in the Galilee: Reassessing the evidence from the Gospels, in Lee I. Levine (ed), The Galilee in the late antiquity, Harvard University Press, Cambridge, Massachusetts and London, 1992. p. 03-22.

MEYER, Marvin. O Evangelho de Tomé: as sentenças de Jesus. Rio de Janeiro: Imago, 1993.

TUCKETT, Christopher M. Q and the history of Early Christianity. In: Studies on Q. Hendrickson Publishers, Peabody, Massachusetts, 1996.

VOITG, Emílio. A formação do movimento de Jesus: motivações e formas de adesão. Tese de mestrado em Teologia, São Leopoldo: Escola Superior de Teologia, 1999.