Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Sociologia da Comunicação: O Trabalho Pioneiro de José Júlio Gonçalves em Portugal

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2175-7755/cs.v31n53p123-144

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CSO 

downloadpdf

Jorge P. Sousa1

 

Resumo: Neste trabalho procura resgatar-se a obra de José Júlio Gonçalves, um dos pioneiros da sociologia da informação e da comunicação em Portugal. Recorreu-se à pesquisa bibliográfica e à revisão de literatura. Conclui-se que o autor se preocupou em diagnosticar o estado do jornalismo no mundo português, incluindo as então colónias africanas e asiáticas, recuperando factos olvidados pela história, nomeadamente a intervenção portuguesa na expansão da imprensa e da tipografia. Também faz um diagnóstico jurídico-sociológico à situação do jornalismo português de então, insinuando, sem emitir juízos de valor, que a censura era um instrumento de propaganda do Governo, que, como todos os governos, zelava pelos seus interesses através da política de informação adoptada.

Palavras-chave: sociologia da comunicação e da informação; José Júlio Gonçalves; Jornalismo; Portugal

 

Abstract: This paper seeks to redeem the work of José Júlio Gonçalves, one of the pioneers of the sociological study of information and communication in Portugal. The research is based in literature review. We concluded that the author tried to made a diagnosis of the state of journalism in the Portuguese world, including the African and Asian colonies, retrieving facts hided by history, like the Portuguese intervention in the expansion of the press and printing in the world. He also made a diagnosis of the legal and sociological situation of journalism in Portuguese explaining that censorship was a propaganda tool of the government, which, like all governments, watched over their interests through the adopted information policy.

Key words: Communication and information sociology; José Júlio Gonçalves; journalism; Portugal

 

1 Jornalista, livre-docente pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, pós-doutor e doutor pela Universidade de Santiago de Compostela e professor e pesquisador daUniversidade Fernando Pessoa. Membro do grupo de pesquisa Centro de Investigação Media & Jornalismo.

 

Literatura Citada

BARRETO, A. e PONTES, J. (orgs.). Portugal: Um retrato social. Lisboa: Público/RTP, 2007.

BRAMÃO, A. O Jornalismo. Lisboa: Tipografia Rua da Barroca, 1899.

GASTÃO, M. A Nobre Condição do Jornalista Diante da Literatura. Lisboa: edição do autor, 1959.

GONÇALVES, J. J. A Informação em Angola: Elementos para o Seu Estudo. Lisboa: s/e, 1964.

GONÇALVES, J. J. A Informação em Moçambique: Contribuição Para o Seu Estudo. Lisboa: Companhia Nacional Editora, 1965b.

GONÇALVES, J. J. A Informação na Guiné, em Cabo Verde e em São Tomé e Príncipe. Lisboa: ISCSPU, 1966.

GONÇALVES, J. J. A Informação nas Províncias do Oriente: Elementos para o Seu Estudo. Lisboa: ISCSPU, 1967.

GONÇALVES, J. J. Alguns Aspectos e Problemas da Evolução e Condicionamento da Imprensa em Portugal. Lisboa: Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 1972a.

GONÇALVES, J. J. Efeitos dos Modernos Meios de Comunicação nas Sociedades Plurais. Bissau: Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, 1972b.

GONÇALVES, J. J. Leis da Informação: Portugal: 1627-1965. Braga: Pax, 1965a.

GONÇALVES, J. J. Os Meios de Comunicação Social à Luz da Sociologia. Lisboa: Academia Internacional da Cultura Portuguesa, 1972c.

GONÇALVES, J. J. Política de Informação: Ensaios. Lisboa: Junta de Investigação do Ultramar, 1963.

GONÇALVES, J. J. Técnicas de Propaganda: Elites, Estados e Outros Estudos. Lisboa: Junta de Investigação do Ultramar, 1961.

VELOSO, R. Jornalistas Portugueses. Famalicão: Tipografia Minerva, 1910/1911.