Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Uso da Mídia no Ensino Médio: A Revista Carta na Escola como (Im)Possibilidade de Aprendizado

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2175-7755/cs.v36n1p229-254

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CSO 

downloadpdf

Stella M. Silva1 & Maria G. C. Caldas2

 

Resumo: Este artigo traz os resultados de pesquisa sobre o uso da mídia na escola, tomando como referência a revista Carta na Escola. Trata-se de um estudo de caso (YIN, 2005) aplicado, em 2011, a sete professores e 120 alunos do ensino médio de uma escola privada do interior de São Paulo. Foi também utilizado o recurso do grupo focal para professores e alunos como ferramenta de pesquisa qualitativa (COSTA, 2005). O objetivo central era entender, não só a importância do papel da mídia na escola, como também a percepção de professores e alunos sobre sua utilização como recurso paradidático motivador e dinamizador, bem como seu papel estratégico para uma leitura crítica do mundo, além de atuar de forma complementar ao conteúdo curricular no processo de aprendizado no ensino formal. Os resultados indicam que o professor, quando utiliza a mídia, facilita o “querer-aprender” na medida em que a notícia coloca-os – docente e discente – ante um sentido de pertencimento social, de lógica, de utilidade para a vida, que segue além das carteiras escolares.

Palavras-chave: comunicação. Educação. Educomunicação. Mídia. Carta na escola. Ensino médio

 

Abstract: This article presents the results of a research on the use of media in school, with reference to the magazine Carta na Escola. It is a case study (YIN, 2005) applied in 2011 to seven teachers and 120 high school students from a private school in the countryside of São Paulo. The focus group was also used as a resource for teachers and students as a qualitative research tool (COSTA, 2005). The main objective was to understand not only the importance of the role of media in school, but also the perception of teachers and students about its use as a motivating and facilitating supplementary resource, its strategic role for a critical reading of the world, besides complementing the curriculum content in the learning process in formal school settings. The results indicate that by using the media, teachers facilitate the students’ desire to learn, since the news lead teachers and students to a sense of social belonging, of rationality and usefulness in life that goes beyond the school borders.

Key words: Communication. Education. Educomunication. Media. Carta na escola. High school

 

1 Licenciada em Letras. Mestre em Divulgação Científica e Cultural pela Unicamp. Docente no Unasp-EC. Membro da ABPEducom (Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais da Educomunicação). Membro do Grupo de Pesquisa do CNPq/Labjor/Unicamp, Comunicação, Educação, Ciência e Sociedade. http://lattes.cnpq.br/4679736292713244
2 Graduada em Jornalismo. Pós-doutora em Políticas Públicas de C&T (DPCT/IG/Unicamp). Docente do Labjor/ IEL/Unicamp. Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq- “Comunicação, Educação, Ciência e Sociedade. Bolsista Produtividade CNPq em Divulgação Científica. http://lattes.cnpq.br/4194056997420853

 

Literatura Citada

ADORNO, T. W. Teoria da semicultura. Tradução de Newton Ramos de Oliveira. São Carlos: UFSCar, 1992.

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Rio de Janeiro: Vozes, 2008.

BRAGA, J. L.; CALAZANS, R. Comunicação e educação: questões delicadas na interface. São Paulo: Hacker, 2001.

CARNEIRO, M. A. O nó do ensino médio. Rio de Janeiro: Vozes, 2012.

CENSO ESCOLAR 2011. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/basica-censo>. Acesso em: 15 ago. 2013.

CHARAUDEAU, P. Discurso das mídias. Tradução de Angela S. M. Corrêa. São Paulo: Contexto, 2007.

COSTA, M. E. B. Grupo focal. In: DUARTE, J.; BARROS, A. (Org). Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. São Paulo: Atlas, 2005.

DEMO, P. Professor do futuro e reconstrução do conhecimento. Rio deJaneiro: Vozes, 2009.

DEMO, P. A arqueologia do saber. Tradução de Luiz Felipe Baeta Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. 8. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

GUEDIN, E.; ALMEIDA, M. I.; LEITE, Y. U. F. Formação de professores: caminhos e descaminhos da prática. Brasília: LíberLivro, 2008.

HALL, S. The centrality of culture: Notes on the cultural revolutions ofour time. In: THOMPSON, K. (Ed.). Media and cultural regulation.

London/Thousand Oaks/ New Delhi: The Open University/SAGE Publications, 1997.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro:De Paulo, 2006. 

MARTÍN-BARBERO, J. A comunicação na educação. São Paulo: Contexto, 2014.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Disponível em: <http://www.mec.org.br/>. Acesso em: 18 abr. 2012.

NÓBREGA, M.J. Assessora pedagógica da revista Carta na Escola.Entrevista concedida em 21 mar. 2012. Entrevistadora: Autora Stella de Mello Silva.

PEROZIM, L. Editora-chefe da revista Carta na Escola. Entrevista concedida em 02 mar. 2012. Entrevistadora: Autora Stella de Mello Silva. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Disponível em: <http://pne.mec.gov.br/pdf/pne_conhecendo_20_metas.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2014.

REVISTA CARTA NA ESCOLA. Disponível em: <http://www.cartanaescola.com.br>. Acesso em: 21 mai. 2012.

REVISTA VEJA. Disponível em: <http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/o-ensino-medio-do-seculo-xxi/>. Acesso em: 26 ago. 2012.

SILVA, S. A Carta na Escola no Ensino Médio: processo possível na formação cultural? 2013. 253f. Dissertação (Mestrado em Divulgação Científica e Cultural) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo.

SISTEMA NACIONAL DE EMPREGO – SINE. Disponível em: <http://portal.mte.gov.br/sine/>. Acesso em: 20 ago.2014. 

SOARES, I. de O. Educomunicação: o conceito, o profissional, a aplicação: contribuições para a reforma do ensino médio. São Paulo: Paulinas, 2011. 

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Disponível em: <http://www.usp.br/nce/>. Acesso em: 18 abr.2012.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.