Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Da Relação [Erótica] Entre Filosofia e Educação

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2175-7747/pf.v2n1p175-193

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/PF/index 

downloadpdf

Dildo P. Brasil1

 

Resumo: As escolas, professores e especialistas ocupam-se em discutir e deliberar sobre se a filosofia deve ser ensinada em forma de disciplina, uma entre as outras, ou se deve estar embutida nas disciplinas já existentes na matriz curricular. Essa é uma ação equivocada, pois, apropria filosofia nos remete a investigações mais radicais e mais abrangentes. É necessário saber se a filosofia é ou não necessária ao ser humano. Se a alma humana necessita de filosofia para realizar o processo de hominização. Para tanto o primeiro a ser feito é conhecer bem os conceitos utilizados. Porém, é necessário ter em conta que conhecer o conceito filosofia não é filosofar. Assim como, conhecer o conceito educação não é educar. Ao refletirmos sobre o ensino da filosofia somos remetidos à questão: quem necessita mais da filosofia, os alunos ou os professores?

Palavras-chave: filosofia, educação, filosofia da educação, formação de professores.

 

1 Graduado em Filosofia, Teologia e Pedagogia, mestre em Ciências da Religião pela UMESP e doutorando em Educação pela USP. Professor titular na Universidade do Grande ABC. Contatos: dildobrasil@yahoo.com.br.

 

Literatura Citada

GILES, Thomas Ransom. O que é filosofar? São Paulo: EPU, 1984.

GILES, Thomas Ransom. Filosofia da Educação. São Paulo: EPU, 1983.

SAVIANI, Dermeval. Educação: do senso comum à consciência filosófica. São Paulo: Cortez Editora/Autores Associados, 1985.

SEVERINO, Antonio Joaquim. O Pedagogo no terceiro milênio: enfrentando os desafios postos pelas tramas do saber, do fazer e do poder. In: Estudos e Documentos, volume 36, páginas 11 – 15, (1996), São Paulo: FE.USP, 1996.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Filosofia da Educação: construindo a cidadania. São Paulo: FTD, 1994.

PANSARELLI, Daniel (Org.). Curso (In)completo de filosofia. São Bernardo do Campo – SP: UMESP, 2010.