Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Rede de Estudos e Pesquisas em Folkcomunicação – Rede Folkcom: História e Perspectivas de Um Novo Campo do Saber

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0934/aum.v15n15p29-40

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/AUM/index 

downloadpdf

Betania Maciel1

 

Resumo: A partir da conceituação da folkcomunicação, definida como o processo de intercâmbio de informações e manifestações de opiniões, ideias e atitudes da massa, através de agentes e meios ligados direta ou indiretamente ao folclore e à cultura popular, apresentamos a Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação. Formada por pesquisadores dedicados ao projeto de resgatar o legado teórico de Luiz Beltrão, autor da teoria e fundador do campo de estudo que revela a “comunicação dos excluídos”, a Rede Folkcom tem como objetivo a institucionalização da disciplina, ao mesmo tempo em que busca ampliar suas bases teóricas e metodológicas. Além da descrição de seu surgimento, da trajetória dos eventos científicos promovidos pela rede, das temáticas trabalhadas ao longo do tempo e de sua relação com os demais atores da pesquisa em comunicação, apontamos novas direções para o desenvolvimento do conhecimento folkcomunicacional, destacando o desafio de romper paradigmas e se estabelecer como área legítima de estudo e pesquisa em um mundo cada vez mais marcado pela multiculturalidade.

Palavras-chave: Folkcomunicação. Pensamento comunicacional latino-americano. Cultura popular. Meios de comunicação. Pesquisa etnográfica.

 

Abstract: Beginning from the definition of Folkcommunication, understood as the interchange process of information, opinions, ideas and attitudes between the masses and some media and social agents direct or indirectly related to folklore and popular cultures, we present the Folkcommunication Studies and Research Network, Folkcom Network. Stablished by researchers dedicated to the rescue of the intellectual legacy of Luiz Beltrão, the Folkcommunication theory author and research field founder, the main Folkcom Network’s objective is to institutionalize the discipline, at the same time striving to expand its theoretical and methodological boundaries. Besides describing its foundation, its scientific meetings history, its research themes and its relations with other actors inside the communication research community, guidelines of the field’s future development are traced, highlighting current paradigms challenging and the need to establish itself as a legitimate study and research area in a growing multicultural world.

Key words: Folkcommunicaton. Latin american communication studies. Popular culture. Mass media. Ethnographic research.

 

1 Doutora em Comunicação. Professora do Programa de Mestrado em Extensão Rural e Desenvolvimento Local (Posmex/UFRPE) e Presidente da Rede de Estudos e Pesquisas em Folkcomunicação (Rede Folkcom) – Cátedra Unesco de comunicação para o desenvolvimento regional. Email: betania_maciel@terra.com.br.

 

Literatura Citada

BELTRÃO, L. A comunicação dos marginalizados. In: RIO DE JANEIRO. Prefeitura Municipal. Folkcomunicação: a mídia dos excluídos. Rio de Janeiro: A Secretaria, 2007. (Intercom. Cadernos de Comunicação. Série Estudos, v. 17). Prêmio Luiz Beltrão de Ciências da Comunicação 2006 na categoria grupo inovador.

BELTRÃO, L. Folkcomunicação: a comunicação dos marginalizados. São Paulo: Cortez, 1980.

BELTRÃO, L. Folkcomunicação: um estudo dos agentes e dos meios populares de informação de fatos e expressão de idéias. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

BENJAMIN, R. A fala e o gesto: narrativas de Folkcomunicação sobre narrativas populares. Recife: Universitária, 1996.

BENJAMIN, R. Folkcomunicação: a comunicação dos marginalizados. São Paulo: Cortez, 1980.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Contos brasileiros. São Paulo: Expressão Popular, 2006.

HOHLFELDT, Antonio. Novas tendências nas pesquisas de Folkcomunicação: pesquisas acadêmicas se aproximam dos estudos culturais. Salvador: Intercom – XXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2002.

MARQUES DE MELO, J. Uma estratégia das classes subalternas, In: RIO DE JANEIRO. Prefeitura Municipal. Folkcomunicação: a mídia dos excluídos. Rio de Janeiro: A Secretaria, 2007. (Intercom. Cadernos de Comunicação. Série Estudos, v. 17). Prêmio Luiz Beltrão de Ciências da Comunicação 2006 na categoria grupo inovador.

MARQUES DE MELO, J. Mídia e cultura popular: história, taxonomia e metodologia da Folkcomunicação. São Paulo: Paulus, 2008.

TRIGUEIRO, O. M. Luiz Beltrão: pioneiro das ciências da comunicação no Brasil. João Pessoa: Editora da Universidade Federal da Paraíba, 2007.

TRIGUEIRO, O. M. Folkcomunicação e ativismo midiático. João Pessoa: Editora da Universidade Federal da Paraíba, 2008.

SCHMIDT, C. Teoria da Folkcomunicação. In: RIO DE JANEIRO. Prefeitura Municipal. Folkcomunicação: a mídia dos excluídos. Rio de Janeiro: A Secretaria, 2007. (Intercom. Cadernos de Comunicação. Série Estudos, v. 17). Prêmio Luiz Beltrão de Ciências da Comunicação 2006 na categoria grupo inovador.

SCHMIDT, C. Avanços teóricos e metodológicos para os estudos de Folkcomunicação: Unescom – Congresso Multidisciplinar de Comunicação para o Desenvolvimento Regional, 2006.