Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Trocas Gasosas do Girassol Submetido a Estresse Hídrico e Adubação Potássica

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a022

 

downloadpdf

J. A. C. Wanderley1, C. A. V. Azevedo2, S. S. Silva1, M. A. Cordão3, A. A. R. Silva4 & W.P. Araújo1

 

Resumo: O estresse hídrico é o principal entrave agrícola no semiárido da região Nordeste, onde predomina solos rasos, com baixa fertilidade e retenção de umidade, em que a cultura do girassol desponta como alternativa na geração de renda. Nesse estudo, objetivou-se avaliar o comportamento fisiológico de plantas de girassol cultivadas sob diferentes lâminas de irrigação e adubação potássica. Os ensaios foram conduzidos em ambiente protegido, utilizando delineamento experimental em blocos ao acaso, em um esquema fatorial 5 x 5, consistindo de cinco lâminas de irrigação  (40, 60, 80 100 e 120% da evapotranspiração real - ETr) e cinco doses de adubação potássica (50, 75, 100, 125 e 150% da recomendação de 150 mg  K. kg-1 de solo). A ETr foi calculada por meio da lisimetria de drenagem. Aos 60 dias após a semeadura, na fase de enchimento de grãos, mensurou-se a fotossíntese líquida (A), condutância estomática (gs), transpiração (E) e a concentração interna de CO2 (Ci), bem como determinou-se a eficiência instantânea do uso da água (EUA = A/E). O déficit hídrico promovido pela lâmina de 40% reduziu significativamente a fotossíntese em 66% , os maiores valores de fotossíntese e eficiência instantânea do uso da água foram 17,181 µmol de CO2 m-2 s-1 e 6,00 µmol m-2 s-1/mmol H2O m-2 s-1   com a lâmina de 120% . A adubação potássica não promoveu alterações nas trocas gasosas do girassol durante a fase de enchimento de aquênios.

Palavras-chave: Helianthus annuus L, fotossíntese, evapotranspiração.

 

Abstract: Fluid restriction is the main obstacle in agricultural semiarid region, predominating shallow soils, low fertility and moisture retention, where the sunflower crop emerges as alternative income generation. The objectives evaluate the physiological behavior through gas exchange the cultivated sunflower with irrigation levels and potassium fertilization. The research was conducted in protected cultivation. We used the statistical design of randomized blocks, treatments resulted in a factorial 5 x 5, the first factor was studied irrigation levels (40, 60, 80 100 e 120% the real evapotranspiration - ETr) and second doses of potassium fertilization (50, 75, 100, 125 e 150% recommending 150 mg K. kg-1 soil), ETr was calculated by drainage lysimeter. At 60 days after sowing, the grain filling stage were measured net photosynthesis (A), stomatal conductance (gs), transpiration (E), internal concentration of CO2 (Ci) and the instantaneous efficiency of water use (EiUA = A/E). The water deficit caused by the blade 40% significantly reduced photosynthesis by 66%, the highest values of photosynthesis and instantaneous efficiency of water use were 17,181 µmol de CO2 m-2 s-1 and 6,00 µmol m-2 s-1/mmol H2O m-2 s-1   with the blade 120%. Potassium fertilization did not change in gas Sunflower exchanges during the grain filling stage.

Key wordsHelianthus annuus L, photosynthesis, evapotranspiration.

 

1 Doutorando, UEAg/ CTRN/UFCG, CEP 58429-140, Campina Grande-PB, Fone: (083) 99123911, E mail: alberto_agronomo@hotmail.com,
2 Prof. Doutor, Depto de Engenharia Agrícola, UFCG, Campina Grande, PB.
3 Acadêmico de Engenharia Agronômica, UAGRA /CCTA/UFCG, Pombal, PB.
4 Acadêmico de Engenharia Agrícola/CTRN/UFCG, CEP 58429-140, Campina Grande-PB.

 

Literatura Citada

BERNARDO, S.; SOARES, A. A.; MANTOVANI, E. C. Manual de Irrigação. 8ª ed. Viçosa: Editora UFV, 2008. 625p.

BRITO, M. E. B.; SOARES, L. A. A.; FERNANDES, P. D.; LIMA, G. S.; SÁ, F. V. S.; MELO, A. S. Comportamento fisiológico de combinações copa/porta-enxerto de citros sob estresse hídrico. Revista Brasileira de Ciências Agrárias.v.1, suplemento, p.857-865, 2012. http://dx.doi.org/10.5039/agraria.v7isa1941

CARNEIRO, M.M. L. C. Trocas gasosas e metabolismo antioxidativo em plantas de girassol em resposta ao déficit hídrico. Pelotas. 2011. 42p. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal ) – Universidade Federal de Pelotas, UFP.

CASTRO, C.; OLIVEIRA, F. A.; MOREIRA, A.; SALINET, L. S.; VERONESI, C. O. Rochas Brasileiras Como Fonte Alternativa de Potássio Para a Cultura do Girassol. Espaço & Geografia, v.9, p.179-193, 2006.

CECHIN, I.; CORNIANI, N.; FUMISI, T. F.; CATANEO, A. C.Differential responses between mature and young leaves of sunflower plants to oxidative stress caused by waterdeficit. Revista Ciência Rural, v. 40, n. 06, p. 1290-1294, 2010.

CONAB. Informativo da safra de girassol. Brasília 2013, 5p. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782010000600008

CORRÊA, I. M.; MAZIERO, J. V. G.; ÚNGARO, M. R.; BERNARDI, J. A.; STORINO, M. Desempenho de motor diesel com mistura de biodiesel de óleo de girassol. Ciências Agro técnicas. v. 32, n. 03, p. 923-928, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542008000300033

DUTRA, C. C.; PRADO, E. A. F. do; PAIM, L.R.; SCALON, S. de P. Q. Desenvolvimento de plantas de girassol sob diferentes condições de fornecimento de água. Semina: Ciências Agrárias, v. 33, suplemento 1, p. 2657-2668, 2012.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análise de solo / Centro Nacional de Pesquisa de Solos. 2. ed. rev. atual. – Rio de Janeiro, 1997. 212p.

FEITOSA, H. O.; FARIAS, G. C.; SILVA JUNIOR, R. J. C.; FERREIRA, F. J.; ANDRADE FILHO, F. L.; LACERDA, C. F. Influência da adubação borácica e potássica no desempenho do girassol. Comunicata Scientiae, v. 4, p. 302-307, 2013.

FERREIRA, D.F. Sisvar: A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.35, n.6, p.1039-1042, 2011.

JAIMEZ, R. E.; RADA, F.; GARCIA-NÚÑEZ, C.; AZÓCAR, A. Seasonal variations in leaf gas exchange of platain cv. Hartón (MusaAAB) under different soil water conditions in a humidtropical region. Scientia Horticulturae, v.104, n.1, p.79-89, 2005. http://dx.doi.org/10.1016/j.scienta.2004.07.002

MACHADO, F. L. C.; OLIVEIRA, V. S.; COSTA, J. M. C. Postharvest quality of grapefruit (Citrus paradisi Macf.) produced from initial plantings in Ceara state, Brazil. Revista Ciência Agronômica, v.42, n.4, p.965-970, 2011.

MANTOVANI, E. C.; BERNARDO, S.; PALARETTI, L. F. Irrigação: princípios e métodos, 2ª ed. Viçosa, UFV, 2009. 355p. http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902011000400019

NEVES, M.B.; BUZETYTI, S.; CASTILHO, R.M.M.; BOARO, C.S.F. Desenvolvimento de plantas de girassol ornamental (Helianthus annuus L.) em vasos, em dois substratos com solução nutritiva e em solo. Científica, Jaboticabal, v.33, n.2, p. 127-133, 2005.

NOBRE, R. G.; GHEYI, H. R.; SOARES, F. A. L.; ANDRADE, L. O.; NASCIMENTO, E. C. S. Produção do girassol sob diferentes lâminas com efluentes domésticos e adubação orgânica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.14, p.747–754, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662010000700010

NOVAIS, R. F.; NEVES J. C. L.; BARROS N. F. Ensaio em ambiente controlado. In: OLIVEIRA A. J. (ed) Métodos de pesquisa em fertilidade do solo. Brasília: Embrapa-SEA. p.189-253. 1991.

ROZA, F, A. Trocas gasosas foliares e crescimento de Jatropha curcas L. na fase reprodutiva sob estresse hídrico. (Dissertação Mestrado) Ilhéus, Bahia, Brasil – UESC, 2010. 78p.

SFREDO, G.J., CAMPO, R.J., SARRUGE, J.R. Girassol: nutrição mineral e adubação. (Circular técnica, 8) Embrapa-CNPSo, Londrina, Brasil. 36p. 1984.

SHIMAZAKi, K. I.; DOI, M.; ASSMANN, S. M.; KINOSHITA, T. Light regulation of stomatal movement. AnnualReview of Plant Biology, v.58, p.219-247, 2007. http://dx.doi.org/10.1146/annurev.arplant.57.032905.105434

SILVA, A. R. A.; BEZERRA, F. M. L.; LACERDA, C. F.; PEREIRA, J. V.; FREITA, C. A. S. Trocas gasosas em plantas de girassol submetidas à deficiência hídrica em diferentes estádios fenológicos. Revista Ciência Agronômica. v. 44, n. 1, p. 86-93. 2013 http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902013000100011

SILVA, A. R. A.; BEZERRA, F. M. L.; SOUSA, C. C. M.; PEREIRA, J. V.; FREITA, C. A. S. Desempenho de cultivares de girassol sob diferentes lâminas de irrigação no Vale do Curu, CE. Revista Ciência Agronômica. v. 42, n. 1, p. 57-64. 2011 http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902011000100008

SILVA, M. de L. O.; FARIA, M. A.; MORAIS, A. R. de; ANDRADE, G. P.; LIMA, E. M. de C. Crescimento e produtividade do girassol cultivado na entressafra com diferentes lâminas de água. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. v.11, p.482–488, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662007000500006

SOARES, L. A. A.; LIMA, G. S.; CHAVES, L. H. G.; XAVIER, D. A.; Fernandes, P. D.; GHEYI, H. R. Fitomassa e produção do girassol cultivado sob diferentes níveis de reposição hídrica e adubação potássica. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental. v.19, n.4, p.336–342, 2015.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia Vegetal. 4.ed. Porto Alegre: ArtMed, 2009. 819p.