Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Intervalo Hídrico Ótimo de Potencial da Água em Um Latossolo Cultivado com Cana-de-Açúcar Irrigada

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a028

 

downloadpdf

N. F. da Silva1, F. N. Cunha2, M. B. Teixeira3, F. A. L. Soares4, L. C. de Moura5 & F. R. Cabral Filho6

 

Resumo: A degradação da qualidade do solo pode ser demonstrada por meio da avaliação das mudanças ocorridas nos atributos físico-hídricos de um mesmo solo com diferentes manejos. A busca por um índice de avaliação da qualidade física do solo em substituição ao antigo conceito de água disponível torna-se cada vez mais importante, visto que diversas outras características e exigências das culturas podem limitar seu crescimento e desenvolvimento, destacando-se a aeração e a resistência à penetração de raízes. Objetivou-se com este estudo caracterizar o intervalo hídrico ótimo em um Latossolo cultivado com cana-de-açúcar submetido a diferentes lâminas de irrigação via gotejamento subsuperficial. O experimento foi conduzido no Instituto Federal Goiano – Campus Rio Verde, GO. Os tratamentos consistiram em três níveis de reposição hídrica (0, 50 e 100% da capacidade de campo), a irrigação foi conduzida com base em tensiometria. A área foi quimicamente corrigida conforme o resultado da análise de solo. Para as determinações de solo, foram coletadas amostras de solo com estrutura indeformada, nas profundidades de 0-10, 10-20 e 20-40 cm. Foi considerando como limites superiores, o conteúdo de água retido no potencial matricial de -0,006 MPa como sendo a capacidade de campo ou aquele em que a porosidade de aeração é de 10%. Como limites inferiores, foram considerados o conteúdo de água retido no potencial matricial de -1,5 MPa, o ponto de murcha permanente, e/ou o conteúdo de água correspondente à resistência à penetração de 2,5 MPa. Para o manejo da água em sistema irrigados devem ser levados em consideração não apenas os limites impostos pela capacidade de campo e ponto de murcha permanente, mas também fatores como a porosidade de aeração e a resistência a penetração do solo.

Palavras-chave: Reposição Hídrica, Disponibilidade de Água, Atributos Físico-Hídricos.

 

Abstract: The degradation of soil quality can be demonstrated through the evaluation changes of physical and hydraulic properties of the same soil with different managements. The search for an index of evaluation of soil physical quality to replace the old concept of available water becomes increasingly important, as several other characteristics and requirements of crops may limit their growth and development, aeration highlighting and the resistance to penetration of roots. This study aimed characterize of the least limiting water range of an Oxisol cultivated with sugarcane under different irrigation levels under subsurface drip. This study was conducted at the Instituto Federal Goiano – Campus Rio Verde Go. The treatments consisted of 3 levels of fluid replacement (0, 50 and 100% field capacity), irrigation was conducted based on tensiometers. The area has been chemically adjusted according to result of soil analysis. For soil measurements, samples were collected with deformed structure at depths of 0-10, 10-20 and 20-40 cm. It was considered as the upper limit, the water content retained in the matric potential of -0.006 MPa as the field capacity or in which the aeration porosity is 10%. As lower limits were considered the water content retained in the matric potential of -1.5 MPa, permanent wilting point, and / or the corresponding water content to the penetration resistance of 2.5 MPa. For water management in irrigated system must be taken into account not only the limits imposed by the field capacity and permanent wilting point, but also factors such as aeration porosity and resistance to soil penetration.

Key words: Fluid Replacement, Water Availability, Physical-Hydric Attributes.

 

1 Eng. Agrônomo, Doutorando em Ciências Agrárias - Agronomia, Laboratório de Hidráulica e Irrigação do IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: nelmiciofurtado@gmail.com
2 Eng. Agrônomo, Doutorando em Ciências Agrárias - Agronomia, IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: fernandonobrecunha@hotmail.com
3 Eng. Agrônomo, Prof. Dr. em Agronomia, IF Goiano - Campus Rio Verde, Rio Verde – GO. Email: marconibt@gmail.com
4 Eng. Agrônomo, Prof. Dr. em Agronomia, IF Goiano - Campus Rio Verde, Rio Verde – GO. Email: fredalsoares@hotmail.com
5 Eng. de Alimentos, Mestranda em Zootecnia, IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: ligiacamposmoura@gmail.com
6 Graduando em Agronomia, IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: fernandorcfilho@hotmail.com

 

Literatura Citada

BLAINSKI, E. Utilização do intervalo hídrico ótimo do solo para manejo de área irrigada. 2007. 67 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Maringá. Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2007.

BLAINSKI, E.; GONÇALVES, A.C.A.; TORMENA, C.A.; FOLEGATTI, M.V.; GUIMARÃES, R.M.L. Intervalo hídrico ótimo num Nitossolo Vermelho distroférrico irrigado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 33: 273-281, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832009000200005

CAMARGO, O.A.; ALLEONI, L.R.F. Compactação do solo e o desenvolvimento de plantas. Piracicaba, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, 1997. 132p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Manual de métodos de análises de solo. 2.ed. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura e do abastecimento, 1997. 212p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3.ed. Rio de Janeiro: Embrapa Informação Tecnológica, 2013. 353p.

GRABLE, A.R.; SIEMER, E.G. Effects of bulk density, aggregate size, andsoil water suction on oxygen diffusion, redox potential and elongation of corn roots. Soil Science Society of America Journal, v.32, p.180- 186, 1968. http://dx.doi.org/10.2136/sssaj1968.03615995003200020011x

KAISER, D. R.; REINERT, D. J.; REICHERT, J. M.; COLLARES, G. L.; KUNZ, M. Intervalo hídrico ótimo no perfil explorado Pelas raízes de feijoeiro em um Latossolo sob Diferentes níveis de compactação. R. Bras. Ci. Solo, 33:845-855, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832009000400009

KLEIN, V. A.; CAMARA, R. K. Rendimento da soja e intervalo hídrico ótimo em Latossolo Vermelho sob plantio direto escarificado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 31, n. 2, p. 221-227, mar./abr. 2007.

RICHARDS, L.A.; WEAVER, L.R. Fifteen-atmosphere percentage as related to the permanent wilting percentage. Soil Science: 56: 331-340, 1943. http://dx.doi.org/10.1097/00010694-194311000-00002

SEVERIANO, E. C.; OLIVEIRA, G.C.; DIAS JÚNIOR, M.S.; COSTA, K.A.P.; SILVA, F.G.; FERREIRA FILHO, S.M. Structural changes in latosols of the Cerrado region: I – relationships between soil physical properties and least limiting water range. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 35: 783-791, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832011000300014

SILVA, A. P.; KAY, B. D.; TORMENA, C. A.; IMHOFF, S. Least limiting water range of soils. In: LAL, R. (Org.). Encyclopedia of Soil Science, 1: 1026-1029, 2006.

TORMENA, C. A.; SILVA, A. P.; GONÇALVES, A. C. A. & FOLEGATTI, M. V. Intervalo ótimo de potencial da água no solo: um conceito para avaliação da qualidade física do solo e manejo da água na agricultura irrigada. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.3, n.3, p.286-292, 1999.