Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Cana-de-Açúcar Submetida a Diferentes Regimes Hídricos Via Barra Irrigadora

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a031

 

downloadpdf

M. V. da Silva1, N. F. da Silva2, F. N. Cunha3, M. B. Teixeira4, F. A. L. Soares5 & V. M. Vidal6

 

Resumo: Objetivou-se com este trabalho avaliar o crescimento da cana-de-açúcar, submetida a diferentes lâminas de irrigação (100, 75, 50, 25 e 0% da irrigação requerida) via barra irrigadora. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, analisado em esquema de parcela subdividida com quatro repetições. A irrigação foi realizada por um carretel enrolador autopropelido acoplado a uma barra irrigadora. As variáveis avaliadas foram diâmetro de colmo e altura de planta de duas plantas situadas na área útil de cada parcela, em nove etapas mensalmente a partir dos 70 DAP (dias após plantio), correspondendo aos seguintes períodos: 70, 125, 180 e 290 DAP. Os resultados foram submetidos à análise da variância pelo teste F ao nível de 5% de probabilidade, e em casos de significância, foi realizada a análise de regressão para os níveis de reposição hídrica e datas de avaliação, utilizando-se o software estatístico sisvar. As maiores respostas de altura de planta da cana-de-açúcar foram observadas aos 125 dias após o plantio com 92,25% de reposição hídrica. Já para diâmetro de colmos observou-se seu valor máximo aos 290 dias após o plantio (27,81 mm), porém respondeu somente até a reposição hídrica de 32,72%

Palavras-chave: Lâmina de Irrigação, Produção, Barra Irrigadora.

 

Abstract: The objective of this study was to evaluate the growth of sugarcane, under different irrigation blade (100, 75, 50, 25 and 0% of the required irrigation) under irrigating bar. The experiment was installed in Usina Boa Vista located in Quirinopolis - GO. The experimental design was a randomized block, analyzed in a split plot scheme with four replications. Irrigation was carried out by a self-propelled reel spool coupled to an irrigating bar. The variables were: diameter stem and plant height of two plants located from the central area of each plot in nine steps monthly from 70 DAP (days after planting), corresponding to the following periods: 70, 125, 180 e 290 DAP. The results were submitted to analysis of variance by F test at 5% probability, and in cases of significance, regression analysis was performed to the levels of fluid and dates evaluation, using the statistical software SISVAR. The biggest plant height response of sugarcane were observed at 125 days after planting with 92.25% of fluid replacement. As for stalk diameter was observed its maximum value to 290 days after planting (27.81 mm), but responded only to the fluid resuscitation of 32.72%.

Key words: Water Depth, Production, Irrigating Bar.

 

1 Graduando em Agronomia, Laboratório de Hidráulica e Irrigação do IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: agro.silvamv@gmail.com
2 Eng. Agrônomo, Doutorando em Ciências Agrárias - Agronomia, IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: nelmiciofurtado@gmail.com
3 Eng. Agrônomo, Doutorando em Ciências Agrárias - Agronomia, IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: fernandonobrecunha@hotmail.com
4 Eng. Agrônomo, Prof. Dr. em Agronomia, IF Goiano - Campus Rio Verde, Rio Verde – GO. Email: marconibt@gmail.com
5 Eng. Agrônomo, Prof. Dr. em Agronomia, IF Goiano - Campus Rio Verde, Rio Verde – GO. Email: fredalsoares@hotmail.com
6 Eng. Agrônomo, Doutorando em Ciências Agrárias - Agronomia, IF Goiano – Campus Rio Verde, Rio Verde - GO. Email: vmarquesvidal@gmail.com

 

Literatura Citada

ARANTES, M. T. Potencial produtivo de cultivares de cana-de-açúcar sob os manejos irrigado e sequeiro. 2012. 65 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia – Área de Concentração em Agricultura) - Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2012.

AZEVEDO, H.M. de. Resposta da cana-de-açúcar a níveis de irrigação e de adubação de cobertura nos tabuleiros costeiros da Paraíba. Campina Grande: UFCG/PB, 2002. 112p. (Tese de Doutorado).

DANTAS NETO, J.; FIGUEIRÊDO, J. L. C.; FARIAS, C. H. A.; AZEVEDO, H. M.; AZEVEDO, C. A. V. Resposta da cana-de-açúcar, primeira soca, a níveis de irrigação e adubação de cobertura. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.10, p.283-288, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662006000200006

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3.ed. Rio de Janeiro: Embrapa Informação Tecnológica, 2013. 353p.

FARIAS, C. H. A.; FERNANDES, P. D.; AZEVEDO, H. M.; DANTAS NETO, J. Índices de crescimento da cana-de-açúcar irrigada e de sequeiro no Estado da Paraíba. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 12, n. 4, p. 356-362, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/s1415-43662008000400004

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia (UFLA), v. 35, n.6, p. 1039-1042, 2011.

GONCALVES, E. R. Fotossíntese, osmorregulação e crescimento inicial de quatro variedades de cana-de-açúcar submetidas à deficiência hídrica. 2008. 66 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia: Produção Vegetal) – Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo, 2008.

MARCUZZO, F. F. N. Sistemas de otimização hidráulica e econômica de rede de irrigação localizada usando algoritmos genéticos. 2008, 361 f. Tese (Doutorado em Hidráulica e Saneamento) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, 2008.

OLIVEIRA, E. C. A.; OLIVEIRA, R. I.; ANDRADE, B. M. T.; FREIRE, F. J.; LIRA JÚNIOR, M. A.; MACHADO, P. R. Crescimento e acúmulo de matéria seca em variedades de cana-de-açúcar cultivadas sob irrigação plena. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 14, n. 9, p. 951-960, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662010000900007

PINCELLI, R. P. Tolerância à deficiência hídrica em cultivares de cana-de-açúcar avaliada por meio de variáveis morfofisiológicas. 65 f. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatu, 2010.