Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Crescimento de Plantas de Jatropha curcas L. Irrigadas sob Configurações de Plantio no Agreste Paraibano

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/iii.inovagri.2015-a393

 

downloadpdf

A. R. F. Campos1, R. L. S. de Lima2, S. S. Silva3, R. do Nascimento4, C. A. V. de Azevedo4 & F. D. Szekut3

 

Resumo: Objetivou-se com este trabalho definir a melhor configuração de plantio para o crescimento da cultura do pinhão-manso cultivado na região do Agreste Paraibano. Conduziu-se experimento em ensaio de blocos casualizados com 4 repetições e tratamentos constituídos por 4 diferentes configurações de plantio: 2 x 2 (2.500 plantas ha-1); 3 x 2 (1.666 plantas ha-1), 3 x 3 (1.111 plantas ha-1) e 4 x 3 (833 plantas ha-1). A parcela experimental medindo 16 m x 16 m foi formada com o mínimo de 4 linhas e 5 plantas por linha para os espaçamentos maiores (4 x 3 m) e no máximo 7 linhas e 7 plantas por linha para os menores espaçamentos (2 x 2 m). As variáveis analisadas foram: altura de planta-1, diâmetro da copa planta-1, área foliar planta-1 e número de ramos vegetativos planta e  ha-1. Utilizou-se o sistema de irrigação localizada com microaspersores de fluxo turbulento modelo Hadar 7110 (Naan Dan Jain Brasil) com vazão de 29,0 L h-1 utilizando-se um microaspersor por planta. O manejo da irrigação foi realizado via dados climáticos com uso da equação de Penman-Monteith. Os valores médios de altura da planta-1, área foliar planta-1, sofrem influência significativa da densidade de plantas, em cultivos adensados, onde os melhores resultados foram obtidos com uma população de 1450 plantas h-1.

Palavras-chave: Pinhão-manso, espaçamento, área foliar.

 

Abstract: The objective of this work to define the best planting configuration to the growth of jatropha crop grown in the Wasteland Paraíba region. Experiment was conducted in test randomized blocks with four replications, consisting of 4 different planting configurations: 2 x 2 (2.500 plant ha-1); 3 x 2 (1.666 plant  ha-1), 3 x 3 (1.111 plant  ha-1) e 4 x 3 (833 plant  ha-1). The experimental plot measuring 16 x 16 m were formed with a minimum of 4 rows and 5 plants per row for the larger spacing (4 x 3 m) and a maximum of 7 lines and 7 plants per line for the lower (2 x 2 m) spacings, the variables analyzed were: plant-1 in height, diameter of the plant-1 canopy, plant-1 leaf area and number of vegetative branches ha-1. We used the localized irrigation system with turbulent flow model microsprinklers 7110 Hadar (Naan Dan Jain Brazil) with a flow rate of 29.0 L h-1 using an emitter per plant. The irrigation management was carried out via weather data using the Penman-Monteith equation. The average values of plant height-1, plant-1 leaf area, suffer significant influence of plant density in dense crops, where the best results were obtained with a population of 1450 plants h-1.

Key words: Jatropha, spacing, leaf area.

 

1 Doutorando em Engenharia Agrícola, PGEA– UFRB, CEP: 44380-000, Cruz das Almas, BA, e-mail: allanradax@hotmail.com
2 Doutora, PNPD UFCG, Campina Grande, PB.
3 Prof. Doutor, Departamento de Engenharia Agrícola, UFCG, Campina Grande, PB.
4 Doutorando em Engenharia Agrícola, Irrigação e Drenagem- CTRN– UFCG, Campina Grande, PB.

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE, W. G.; SEVERINO, L. S.; BELTRÃO, N. E. M.; FREIRE, M. A. O.; NASCIMENTO, J. J. V. R. Crescimento do pinhão nitrogenada manso ( Jatropha curcas L.) em função de níveis de água e adubação. In: Congresso Brasileiro de Mamona: Energia e Ricinoquímica.3, 2007, Salvador. Anais... Salvador: Embrapa - Algodão, 2007. 118p.

BELTRÃO, N. E. de M. Considerações gerais sobre o pinhão manso (Jatropha curcas L.) e a necessidade urgente de pesquisas, desenvolvimento e inovações tecnológicas para esta planta nas condições brasileiras. Campina Grande: EMBRAPA. 4p, 2006.

DRUMOND, M. A.; SANTOS, C. A. F.; OLIVEIRA, V. R.; MARTINS, J. C.; ANJOS, J. B.O; EVANGELISTA, M. R. V. Desempenho Agronômico de genótipos de pinhão-manso no semiárido pernambucano. Ciência Rural, v.40, p.44-47, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782009005000229

FERREIRA, P. V. Estatística experimental aplicada à agronomia. 2. ed. Maceió: Edufal, 2010, 606p.

HORSCHUTZ, A. C. O.; TEIXEIRA, M. B.; ALVES, J. M.; SILVA, F. G.; SILVA, N. F. Crescimento e produtividade do pinhão-manso em função do espaçamento e irrigação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.16, n.10, p.1093-1099, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662012001000009

SANTOS, Z. M.. Caracteres agronômicos da cultura do pinhão-manso (Jatropha curcas L.) em diferentes espaçamentos, adubações e poda. 2010, 66p. (Dissertação Mestrado), Universidade Estadual do Norte Fluminense.

NUNES, C. F.; PASQUAL, M.; SANTOS, D. N. DOS; CUSTÓDIO, T. N.; ARAÚJO, A. G. DE. Diferentes suplementos no cultivo in vitro de embriões de pinhão manso. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.43, p.9-14, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2008000100002

SCARPE FILHO, J. A.; KLUGE, R. A. Produção de bananeira ‘Nanição’ em diferentes densidades de plantas e sistemas de espaçamento. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.36, p.105-113, 2001. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2001000100013

SEVERINO, L. S.; VALE, L. S.; BELTRÃO, N. E. M. A simple method for easurement of Jatropha curcas leaf área. Revista brasileira de oleaginosas e fibrosas, v.11, p.9-14, 2007.

SILVA, A. P.; MORAIS, D. L. P.; KAKIDA, J.; FERREIRA, E. A.; SILVA, V. F. Concentração do ciclo de produção de pinhão manso por meio de podas de formação ou de produção. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.47, n.1, p.134-137, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2012000100018